Agora é oficial: Ryan Villopoto disputará o Mundial de Motocross em 2015

ryan villopoto disputará o Mundial
Ryan Villopoto disputará o Mundial

 

Não chega a ser uma surpresa, mas agora é realmente oficial. Ryan Villopoto disputará o Mundial de Motocross em 2015. A Kawasaki finalmente divulgou a mudança do mais talentoso piloto norte-americano da atualidade para a Europa depois da “novela vai ou não vai” que se arrastou ao longo do ano.

O anúncio foi feito através de uma nota enviada na madrugada desta quarta-feira, 1º de outubro. Durante a abertura do Salão da Motocicleta de Colônia (Intermot Cologne), na Alemanha, nesta terça-feira, 30, já havia vazado a informação diretamente de dentro da Kawasaki. O acordo, conforme publicado no BRMX dia 8 de setembro, já estava firmado há tempos – relembre a notícia aqui.

A notícia coloca um desafio interessante na carreira já bem-sucedida de Ryan Villopoto, que é o primeiro GRANDE campeão americano a topar esta EMPREITADA de enfrentar o Mundial MX ao redor do mundo.

Sua chegada vai apimentar o Mundial, já que todos esperam o confronto direto com o octacampeão Antonio Cairoli e também com o novo piloto da Honda HRC, Gautier Paulin, que acaba de ganhar as duas baterias do MX das Nações (ainda de Kawasaki) e deve ser anunciado oficialmente em breve pela marca vermelha.

 

  •  Estou pronto para este novo capítulo em minha carreira e para alcançar novos objetivos. Nunca fui de olhar para os recordes, então quando uma oportunidade como esta se apresentou, para correr contra os melhores do mundo e representar os Estados Unidos, tive que analisar. Será uma grande mudança e será também o último capítulo da minha carreira, ganhando ou perdendo. Estou muito entusiasmado com a oportunidade e também por estar na mesma equipe de Tyla (Rattray), que já foi campeão mundial. Ele sabe o que é preciso para obter sucesso no Mundial de Motocross e sei que posso aprender muito com ele – afirma Villopoto, que virá ao Brasil em 2015 para correr a etapa brasileira do Mundial, em Trindade, Goiás, nos dias 8 e 9 de agosto.

A principal disputa será entre TC222 e RV2, colocando os dois mais vitoriosos do mundo lado a lado no gate para 18 rodadas em 2015. Cairoli, aos 29 anos, tem oito títulos mundiais (dois na 250 e seis na 450). Villopoto, aos 26 anos, acumula seis títulos do AMA SX (dois na 250 e quatro na 450) e mais quatro do AMA MX (dois na 250 e dois na 450).

– Villopoto é uma estrela global do motocross. Para os fãs ao redor do mundo, ver ele correr nas pistas de seus países será um privilégio – diz o chefe de equipe da Kawasaki Europa, Steve Guttridge.

No domingo, 29, Villopoto publicou em seu site oficial que estava voltando a treinar (com bicicleta) depois do longo período afastado das pistas. Ele fez cirurgia no joelho logo após a final do AMA Supercross 2014, quando se tornou tetracampeão da competição.

Na mesma nota, a Kawasaki revelou que o piloto da MX2 será Jordi Tixier, atual campeão mundial da categoria pela Red Bull KTM, e Dylan Ferrandis e Thomas Covington, que seguem no time.

Nos Estados Unidos, a Kawasaki será composta por David Millsaps e Wil Hahn na classe 450, além de contar com Adam Cianciarulo, Arnaud Tonus, Tyler Bowers e Chris Alldredge (estreante) e Joey Savatgy na equipe Monster Energy Pro Circuit Kawasaki (categoria 250).

 

Reveja – aqui – Ryan Villopoto disputará o Mundial 2015