Ryan Villopoto vence segunda etapa e assume liderança da 450 no AMA SX 2014

Yamaha
1532125_10152116726663844_963095996_n
Brayton, Villopoto e Dungey – Foto: Divulgação

 

Ryan Villopoto voltou a ser o protagonista principal do AMA Supercross na noite deste sábado, 11, em Phoenix, Arizona, onde aconteceu a segunda etapa da temporada 2014. O piloto da Kawasaki venceu a final da 450SX e assumiu a liderança da classe, deixando Ken Roczen e Ryan Dungey para trás.

Na 250, a emoção da primeira etapa se repetiu com os mesmo atores. Jason Anderson se colocou como favorito ao título depois de fazer mais uma vez a ultrapassagem da vitória nos segundos finais da corrida, sobre Cole Seely, levantando o público que lotou o Chase Field Stadium para ver supercross.

>>> Assista aos vídeos das corridas na íntegra!

Abaixo, você confere o que aconteceu, assiste aos vídeos da rodada, vê os resultados e as classificações atualizadas. Mas, primeiro, algumas notas extraídas ao longo do dia. Aproveite!

 

:: Notas da rodada

1 – Zach Bell quebrou a clavícula durante os treinos para a prova e está fora das pistas por tempo indeterminado.

2 – Eli Tomac esteve no estádio, mas sequer treinou porque não sentiu o ombro 100% curado para entrar na pista. Deve voltar na próxima etapa.

3 – Nos treinos, Bubba tomou um capote que o fez abandonar porque a moto ficou toda torta. À noite, nas corridas, foi cauteloso e discreto, terminando o Main Event em quarto lugar.

4 – Valentin Teillet, francês que faz seu ano de estreia no AMA SX, ficou fora da final da 250. O piloto ex-Mundial caiu na classificatória e na LCQ (repescagem) – veja o vídeo mais abaixo.

 

250 – Classificatórias

Cooper Webb largou na frente, mas logo perdeu a primeira posição para Dean Wilson na Heat 1. Webb até brigou, mas Wilson pareceu confortável e venceu a bateria. Cole Seely também andou bem e acabou em terceiro.

Na segunda Heat, Jason Anderson, Zach Osborne e Justin Hill tiveram vida tranquila após boas largadas. Michael Leib caiu na largada e foi para a LCQ, assim como Darryn Durham.

:: Tombos da LCQ 250

 

 

Final da 250

Cooper Webb fez o holeshot seguido de Jason Anderson. Webb então errou no triplo e foi ultrapassado por Anderson. Mas, no mesmo movimento, Cole Seely ultrapassou Anderson para assumir a liderança. Webb acabou caindo logo em seguida.

A corrida então se desenrolou com Seely na liderança e Anderson em segundo. Dean Wilson não demorou para estar entre os ponteiros após uma largada razoável, mas o escocês pouco pôde fazer para buscar as primeiras colocação.

Na metade da corrida, Cooper Webb e Shane Mcelrath brigavam por posição quando caíram. Logo em seguida, Malcolm Stewart e Justin Hill travaram outra boa disputa, que acabou melhor para o irmão do Bubba.

A última volta, porém, reservava a maior emoção. Assim como em Anaheim, uma semana antes, Jason Anderson esperou até o último instante para dar o bote e ultrapassar Cole Seely para erguer o troféu de primeiro lugar pela segunda vez consecutiva na temporada!

 

:: Melhores momentos da 250

 

:: Resultado da etapa

1. Jason Anderson
2. Cole Seely
3. Zach Osborne
4. Dean Wilson
5. Malcolm Stewart
6. Cooper Webb
7. Dean Ferris
8. Justin Hill
9. Jessy Nelson
10. Cole Martinez

 

:: Classificação após duas etapas

1. Jason Anderson – 50 pontos
2. Cole Seely – 44 pontos
3. Zach Osborne – 40 pontos
4. Dean Wilson – 36 pontos
5. Cooper Web – 31 pontos
6. Malcolm Stewart – 29 pontos
7. Justin Hill – 28 pontos
8. Jessy Nelson – 24 pontos
9. Darryn Durhan – 21 pontos
10. Dean Ferris – 21 pontos

——————————————————————————————————

 

450 – Classificatórias

Jake Weimer largou na frente e abriu vantagem para vencer a primeira bateria classificatória da 450. Justin Barcia fez uma bela apresentação, e Chad Reed e Broc Tickle foram consistentes para chegar em terceiro e quarto, respectivamente. Roczen largou muito mal e conseguiu chegar apenas em quinto, o que lhe obrigou a disputar a Semi 2 para garantir vaga no Main Event.

Ryan Dungey saiu na frente e teve vida tranquila para classificar para o Main Event na Heat 2. Ryan Villopoto teve que trabalhar para ultrapassar Justin Brayton pela segunda posição, e Bubba foi quem fez a melhor performance após largar em oitavo e chegar em quarto.

Na Semi 1, formada por um esquadrão de pilotos “lado B”, Weston Peick, Matt Moss, Mike Alessi, Kyle Chisholm e Partridge garantiram vaga na final. Já a Semi 2, nomes como Josh Hill e Nick Wey ficaram fora do TOP 5 (zona de classificação), enquanto Andrew Short, Ken Roczen, Matt Goerke, Wil Hahn e Ivan Tedesco garantiram suas vagas.

 

Final da 450

:: Melhores momentos da 450

 

Justin Brayton surpreendeu a todos ao liderar as 12 voltas iniciais da principal corrida da noite. Nas voltas iniciais Villopoto e Bubba brigaram pela sexta posição, enquanto Dungey, Barcia e Roczen andavam no pelotão de frente.

Na sexta volta, Barcia tentou a ultrapassagem em Brayton, que se defendeu e Barcia quase caiu. Dungey se aproveitou e ganhou a segunda colocação. Mas pouco depois Barcia tentou o contragolpe, e uma batalha interessante se instaurou entre os três.

Roczen, que chegou como líder no campeonato, caiu pouco antes da metade da prova (aparentemente ao tocar sua roda dianteira com a roda traseira de Barcia) e precisou fazer uma corrida de recuperação para chegar em sexto.

Na volta de número 9 (pouco antes da metade da corrida), Villopoto ultrapassou Dungey para ser segundo e, sem delongas, ultrapassou Justin Brayton para ficar com a primeira colocação. No fim, Brayton ainda forçou para cima de Villopoto. Porém, sem êxito.

 

:: Resultado da etapa

1. Ryan Villopoto
2. Justin Brayton
3. Ryan Dungey
4. James “Bubba” Stewart
5. Justin Barcia
6. Ken Roczen
7. Andrew Short
8. Broc Tickle
9. Chad Reed
10. Wil Hahn

 

:: Classificação após duas etapas

1. Ryan Villopoto – 43 pontos
2. Ryan Dungey – 42 pontos
3. Ken Roczen – 37 pontos
4. Justin Brayton – 37 pontos
5. Chad Reed – 32 pontos
6. Justin Barcia – 32 pontos
7. Andrew Short – 26 pontos
8. Broc Tickle – 26 pontos
9. James “Bubba” Stewart – 22
10. Wil Hahn – 21 pontos

Yamaha