Ryan Dungey e Cooper Webb ampliam vantagem na liderança do campeonato após quinta etapa AMA Supercross 2015

quinta etapa do ama supercross
Ryan Dungey desfilou sua consistência em Anaheim – Foto: AMA Supercross

 

Noite dos líderes. Ryan Dungey e Cooper Webb honraram os numberplates vermelhos que carregam em suas motos e venceram a quinta etapa do AMA Supercross nas categorias 450SX e 250SX, respectivamente, na noite deste sábado, 31, em Anaheim, Califórnia.

Dungey conquistou seu primeiro triunfo na temporada e aumentou sua vantagem para 11 pontos na dianteira da tabela de classificação, deixando Ken Roczen em segundo e Eli Tomac e Trey Canard numa briga ferrenha pela terceira colocação. O campeonato está ON FIRE, my friend!

>>> Confira a classificação atualizada!

Na 250, a cada etapa fica mais evidente o favoritismo de Cooper Webb, que chegou a terceira vitória em cinco rodadas e abriu 18 pontos na liderança sobre Jessy Nelson, segundo colocado também nesta noite de sábado. A “terceira força” neste disputa, Tyler Bowers, sofreu uma queda espetacular e deixou os líderes se distanciarem um pouco, caindo para a quarta posição na tabela.

Detalhe interessante também desta etapa foi a largada “em descida” feita pelos organizadores. Ela trouxe um CHARME extra para aquele momento de tensão quando o gate cai.

Confira abaixo o todas as corridas, resumo e melhores momentos das finais e resultados da quinta etapa do ama supercross

 

:: Todas as corridas na íntegra

 

:: Próxima etapa
Será em San Diego, na Califórnia a sexta etapa do AMA Supercross 2015. A prova está marcada para o próximo sábado, dia 8. Vale lembrar que esta será a última etapa da 250 Costa Oeste antes da pausa de sete semanas (quando o campeonato vai para a Costa Leste). Fique ligado na transmissão ao vivo aqui no BRMX!

 

Resumo da 250SX

A 250 precisou de duas largadas para valer em Anaheim 3. Na primeira delas, Zach Osborne ficou preso no gate – que não caiu – e, depois de cinco voltas, a comissão de prova decidiu cancelar a largada dando bandeira vermelha para não prejudicar o piloto por uma falha da organização. Justiça seja feita!

Na segunda e definitiva largada, quem saltou na frente foi Jessy Nelson, trazendo Cooper Webb na sua cola. Tyler Bowers vinha logo atrás, por volta da quinta colocação, mas tomou um CAPOTE na terceira volta e precisou usar suas habilidades para escapar de uma lesão séria.

Aaron Plessinger e Zach Osborne travaram um belo duelo pela terceira colocação e tomaram os holofotes pra si na primeira parte da corrida, enquanto a segunda metade ficou por conta da briga pela liderança entre Webb e Nelson, as duas principais estrelas desta temporada na categoria.

 

:: Resultado da quinta etapa AMA Supercross – 250
250_a3

 

 

Resumo da 450SX – quinta etapa  ama supercross

A nostalgia bateu forte quando Blake Baggett – com o numeral #4, de Suzuki – saltou na frente e fez o holeshot do Main Event da 450. Mas não, não era Ricky Carmichael. O baixinho mais novo não aguentou a pressão de puxar a fila e acabou ultrapassado por Ryan Dungey já na segunda volta de prova.

O “senhor consistência” assumiu a dianteira e controlou a corrida enquanto Ken Roczen, o vice-líder do campeonato, brigava por posições mais atrás após uma largada MEDIANA, assim como Eli Tomac. Os dois, inclusive, fizeram outro belo duelo (desta vez pela terceira colocação) e mais uma vez Eli Tomac levou a melhor sobre o alemão, que parecia ainda um tanto atordoado pelo acidente da semana passada, não demonstrando o mesmo desempenho das três primeiras etapas.

Destaque da noite para a tocada de Cole Seely, que andou em segundo grande parte da corrida e alcançou seu melhor resultado da carreira na 450SX, dando outro visual nostálgico para os mais velhos ao carregar aquela Honda com numeral #14 para pódio, tal qual Kevin Windham fez tantas vezes.

 

:: Resultado da quinta etapa AMA Supercross – 450
450_a3