REVIRAVOLTA: Romagnolli muda estratégia e encerra temporada 2018 do Arena Cross com quatro etapas

Paulo Alberto, campeão do Arena Cross 2018 na categoria MX Pró

 

A Romagnolli Promoções e Eventos, empresa responsável pela organização do Arena Cross, mudou de estratégia após anunciar que a quinta e última etapa da temporada 2018 seria realizada no dia 6 de abril, na cidade de Botucatu, São Paulo (relembre aqui), e decidiu encerrar prematuramente a competição, com quatro etapas ao invés de cinco, como estava previsto no início do ano.

Com esta nova decisão, os campeões da temporada 2018 são o português Paulo Alberto (MX Pró) e os brasileiros Rafael Becker (65cc) e Francisco Emilio (50cc).

Rafael Becker, campeão do Arena Cross 2018 na categoria 65cc

 

Francisco Emilio, campeão do Arena Cross 2018 na categoria 50cc

 

De acordo com a direção de prova do evento, as equipes participantes informaram que por questões físicas ou contratuais, cerca de 80% dos pilotos da principal categoria do evento, a MX Pró, já não possuem mais condições para a disputa, sendo que apenas quatro de todos os pilotos poderia participar do evento, o que torna inviável a realização da etapa final, inicialmente programada para o dia 22 de dezembro.

O regulamento do evento não permite a substituição de pilotos na última etapa da temporada.

Confira a lista de pilotos impossibilitados de participar da última etapa:

Honda Racing: Léo Souza, Lucas Dunka (lesão) e Jetro Salazar (contrato)

Yamaha/Geração: Jean Ramos e Fábio Santos (lesão)

Kawasaki/EMG: Marcelo Lima e Dudu Lima (lesão)

Rota K Racing/Kawasaki: Humberto Martin (fora do país)

De acordo com a organização do evento, a única solução foi cancelar a etapa.

– Em uma situação inusitada como essa temos sempre que buscar o melhor para todos os envolvidos, por esse fato fomos obrigados a rever a ideia de deixarmos a final da competição para acontecer junto com a primeira etapa de 2019, já que um dos principais fatores foi a possível chegada e troca de pilotos nas equipes, fato que se ocorrer impediria os novos pilotos de participarem da abertura do campeonato devido ao regulamento da competição como citado acima não permite, também correríamos risco de não termos a participação de pilotos que estão na disputa do título – comentou Carlinhos Romagnolli, CEO da Romagnolli Promoções e Eventos.

Ainda de acordo com o responsável pela prova, a decisão é definitiva.

– Depois de muito estudo decidimos dar como finalizado o Arena Cross temporada 2018 com quatro etapas. Temos a certeza que tomamos a decisão mais correta, vale sempre lembrar que há 20 anos o Arena Cross tem ajudado no crescimento do esporte no Brasil sempre oferecendo a pilotos, equipes, veículos de comunicação e patrocinadores um evento de altíssimo nível, uma das maiores estruturas do motociclismo nacional, sendo o único campeonato noturno com transmissões ao vivo para todo Brasil e Exterior – finalizou.