Quarta etapa, em Oakland, revela novo líder na categoria 250 do AMA SX 2013

Yamaha

:: Volta na pista com Bubba

Mais 46 mil pessoas estiveram no Coliseu de Oakland, Califórnia, na noite deste sábado, 26, para acompanhar ao vivo a quarta etapa do AMA SX 2013.

Aos ESTRICNADOS que ficaram ligados no live timming do BRMX, nosso muito obrigado. No próximo sábado, 2 de fevereiro, tem mais. E para alegria de todos, com transmissão da televisão direto de Anaheim, onde acontecerá a quinta etapa.

Antes de esmiuçarmos os resultados, é importante informar que Jake Weimer ficou fora da corrida de Oakland por causa de uma forte gripe.

A noite foi interessante para o brasileiro Jean Ramos, que voltou a disputar o Main Event da 250 após conquistar o oitavo lugar na classificatória 1. O resultado é melhor do que o nono lugar alcançado na primeira etapa, em Anaheim, na outra oportunidade em que o curitibano chegou à final.

O mineiro Balbi Junior mais uma vez ficou fora do Main Event da 450. O brasileiro foi 12º na sua classificatória após largar em 17º e fazer uma corrida de recuperação. Na repescagem – LCQ –, Balbi foi bem, mas não o suficiente para ir adiante. Terminou em quarto, atrás de Broc Tickle, Jimmy Albertson e Kevin Tapia.

Jessy Nelson e Ken Roczen venceram as classificatórias da 250. Davi Millsaps e Ryan Villopoto faturaram as da 450. Eli Tomac na 250, e Chad Reed na 450, sofreram quedas em suas classificatórias e tiveram um pouco mais de trabalho para se classificarem à final.

 

Resumo do Main Event da 250

Ken Roczen venceu e assumiu a liderança da 250 – Foto: Annjahleena Marie TT @AnnJahLeena

 

Cole Seely largou na frente, seguido de Ken Roczen, Jason Anderson, Joey Savagty e Martin Davalos.

Eli Tomac, até então líder invícto da categoria, caiu na largada. Quando iniciava uma corrida de recuperação, tomou outro tombo, este ainda mais forte. A corrida estava na quinta volta. Tomac saiu caminhando da pista, deixando o caminho livre para o alemão Ken Roczen assumir a liderança do campeonato.

O piloto da Red Bull KTM aproveitou bem a chance. Faltando três voltas, Roczen deu o bote em Seelly e assumiu o primeiro lugar até a bandeirada final, colocando tempero no campeonato.

O brasileiro Jean Ramos teve uma largada ruim. Saiu em 18º e por ali ficou brigando por posições. Acabou em 15º, sendo que Killian Rusk, Jake Canada e Eli Tomac abandoram a corrida.

1) Ken Roczen
2) Cole Seely
3) Jason Anderson
4) Martin Davalos
5) Malcom Stewart
Completo

 

Resumo do Main Event da 450

Ryan Villopoto venceu a segunda seguida – Foto: Annjahleena Marie TT @AnnJahLeena

 

Na 450 tudo começou com uma excelente largada de Ryan Villopoto e um grande acidente na segunda curva.

Muitos pilotos de ponta se envolveram na confusão. Justin Barcia foi o primeiro a abandonar, seguido de James “Bubba” Stewart, que ainda tentou voltar, mas não obteve êxito. Chad Reed também se envolveu, mas conseguiu voltar para a peleja e acabou a corrida em 12º lugar.

Enquanto o público ainda tentava entender o que havia acontecido naquela confusão, Ryan Villopoto abria vantagem na liderança. Davi Millsaps era o segundo, com Justin Brayton em terceiro.

Ryan Dungey, comendo pelas beiradas, fez outra corrida consistente. Largou no TOP 10 e foi escalando degraus. Na metade da prova já era o terceiro. E ali se manteve pelo segundo pódio na temporada.

O ponto alto da bateria foi Trey Canard, que também se envolveu no acidente da segunda curva (mas não foi tão prejudicado), iniciou uma recuperação até “comprar terreno” na oitava volta, perder algumas posições e voltar com mais determinação ainda. Na 13ª volta já era quinto colocado. E logo em seguida alcançou e ultrapassou Mike Alessi pela quarta posição.

1) Ryan Villopoto
2) Davi Millsaps
3) Ryan Dungey
4) Trey Canard
5) Mike Alessi
Completo

Classificação do campeonato

250
1) Ken Roczen – 91 pontos
2) Cole Seely – 80
3) Eli Tomac – 76
4) Zach Osborne – 58
5) Jason Anderson – 52
Completo

450
1) Davi Millsaps – 85 pontos
2) Trey Canard – 78
3) Ryan Villopoto – 77
4) Ryan Dungey – 68
5) Chad Reed – 65
Completo

 

Yamaha