Mundial de MX 2019: com fratura no tornozelo, Romain Febvre será submetido a cirurgia

Cirurgia para reparar fratura no tornozelo afastará Febvre das pistas por seis semanas – Foto: mxgp.com

 

Conforme antecipamos aqui no BRMX, o francês Romain Febvre, da equipe Monster Energy Yamaha, sofreu uma forte queda durante a segunda bateria da categoria MXGP no GP da Argentina, rodada de abertura do Mundial de Motocross 2019, realizada nos dias 2 e 3 de março.

Febvre foi levado para um hospital local e as primeiras informações davam conta de que ele havia sofrido lesões no tornozelo e no pé direito, mas que iria passar por uma nova avaliação assim que retornasse à Bélgica, para que uma segunda opinião médica fosse emitida (relembre aqui).

Pois bem, nesta quarta-feira, 6 de março, ele recebeu atendimento de um especialista ortopédico no Hospital Universitário da Antuérpia, onde novos exames constataram fraturas severas no tornozelo, em dois lugares distintos.

A lesão requer reparação cirúrgica, a qual Febvre será submetido na próxima terça-feira, 12.

O prazo de recuperação é de seis semanas e a Yamaha deve emitir uma nota nos próximos dias, anunciando uma possível data do seu retorno às pistas.

O francês havia começado com o pé direito a busca pelo bicampeonato mundial da MXGP, vencendo a corrida classificatória no sábado.

No domingo, finalizou a primeira bateria na terceira posição, e também estava em terceiro na segunda bateria, no momento em que sofreu o acidente que culminou em sua lesão.