Ken Roczen e Jessy Nelson vencem primeira etapa do AMA Supercross 2015

kenroczen_a1_amasx
Ken Roczen mostrou todo seu potencial em A1 – Foto: Divulgação AMA SX

 

Quem teve paciência, força de vontade e INSÔNIA, acompanhou na madrugada deste domingo, 4, a abertura do AMA Supercross 2015 direto de Anaheim, Califórnia, Estados Unidos. O BRMX apresentou a transmissão oficial do evento ao vivo em duas plataformas (no site e na fanpage do Facebook), dando opções diversas para o fã de esporte acompanhar o campeonato mais badalado do mundo. E milhares de pessoas ficaram grudadas em frente a seus computadores, tablets, smartphones e televisores para assistirem as vitórias de Jessy Nelson na 250 e Ken Roczen na 450.

A mudança de moto – da Honda para a KTM – fez bem para a equipe Troy Lee Desings e para Jessy Nelson. O garoto do número #28 conquistou sua primeira vitória (e seu primeiro pódio) da carreira com certa tranquilidade, enquanto nomes como Cooper Webb e Josh Hansen tiverem estreias mais POBRES.

Já na 450, a marca da moto mudou, mas o piloto no topo do pódio é o mesmo do ano passado. Ken Roczen, que havia vencido Anaheim 1 em 2014 com uma KTM, ganhou em 2015 com uma Suzuki. O jovem alemão se coloca assim como o primeiro “homem a ser batido” na Era pós-Villopoto, tomando pra si o favoritismo para a segunda etapa, que acontece já no próximo sábado, 10, em Phoenix, Arizona.

 

A estreia de Jean Ramos

jeanramos_tbt
Jean Ramos e sua moto – Foto: Divulgação WK Pool / TBT Racing

 

A estreia de Jean Ramos levou emoção aos fãs brasileiros que ficaram acordados na madrugada. Carregando o numeral 789 em sua Yamaha, Jean chegou perto da classificação para a final.

Nos treinos da tarde, o brasileiro cravou o melhor tempo do Grupo C (a 20ª melhor volta entre todos os inscritos). Depois, na primeira classificatória (Heat 1), largou no pelotão intermediário, chegou à décima posição e caiu na parte de areia da pista (se tivesse ficado entre os 9 primeiros, classificava direto pra final).

Então Jean foi para a repescagem (LCQ). Largou por volta da oitava posição, fez ultrapassagens importantes e chegou à quarta colocação, atrás apenas de Zach Osborne, Malcolm Stewart e Darryn Durham, todos pilotos de equipes de fábrica. Nesta colocação, Jean garantiria sua vaga na final, mas o paranaense caiu na última volta ao saltar “curto” em um triplo e disse adeus ao Main Event de A1.

– Faltou pouco. Tinha velocidade e estava me sentindo muito bem na pista. Dois erros meus me tiraram da final! Vamos pra próxima ‪#‎gobigorgohome‬ – declarou Jean após a corrida em seu perfil de Instagram.

>>> Clique aqui para ver o resultado do treino
>>> Clique aqui para ver o resultado da Heat 1
>>> Clique aqui para ver o resultado da LCQ

 

Próxima etapa

A segunda etapa do AMA SX acontece no próximo sábado, 10, em Arizona, Phoenix, com transmissão ao vivo aqui no BRMX!

 

 

250 Main Event

jessynelson_a1_amasx
Jessy Nelson surpreendeu na estreia com uma pilotagem muito segura – Foto: Divulgação AMA SX

 

Jessy Nelson largou na frente e nunca mais olhou para trás, vencendo a corrida de ponta a ponta. Atrás dele, Zach Osborne e Josh Hansen foram os primeiros a brigar pelo pódio. Tyler Bowers e Justin Hill, que venceram as classificatórias, largaram por volta da quinta colocação e logo se juntaram aos ponteiros, com certa vantagem para Hill, que se recuperou bem e acabou ultrapassando Bowers e Hansen perto da metade da corrida.

Na décima volta, porém, Bowers deu o troco em Hill e recuperou a terceira colocação, enquanto Josh Hansen perdeu terreno volta a volta e acabou em nono. Osborne se manteve confortável em segundo, mesmo com o dedo machucado após acidente na sua classificatória.

A nota negativa na 250 fica por conta dos acidentes. Primeiro Cooper Webb, Malcolm Stewart e Austin Politelli se envolveram em uma queda ainda no início da prova, o que prejudicou demais o resultado dos três. Mais tarde, Darryn Durham e Cole Martinez também caíram e abandonaram.

 

Resultado – 250
resultado_amasx_a1_250

 

 

450 – Main Event

:: Final da 450 na íntegra – corrida começa aos 7 minutos de vídeo

 

O que todos esperam é que a segunda rodada tenha mais emoção do que a primeira, principalmente na 450. Roczen foi absoluto ao tomar a liderança de Andrew Short ainda na primeira volta e sumir na frente para sua vitória. Talvez a maior surpresa tenha sido a segunda colocação de Jason Anderson, que estreava na categoria 450 e com a Husqvarna no AMA SX. Mais atrás, uma briga interessante pela terceira colocação entre Short, Trey Canard e Ryan Dungey colocou um pouco de tempero à corrida. Canard levou a melhor e acabou no pódio.

Tomac, Baggett, Barcia, Reed, Wilson tiveram inícios ruins. Tomac estava em sexto quando caiu e foi parar na última posição. Depois caiu de novo e teve seu resultado muito prejudicado. Algo semelhante aconteceu com Davi Millsaps, que também caiu quando brigava pelo top 5 e acabou apenas em 19º.

 

Resultado 450
resultado_amasx_a1

 

 

 

Outros destaques da rodada

tylerbowers_a1
Tyler Bowers mostrou todo seu estilo arrojado na classificatória da 250, quando em um blockpass ousado tirou Zach Osborne da pista para vencer a bateria – Foto: Divulgação AMA SX

 

jasonanderson_a1
Jason Anderson foi uma das estreias positivas. Honrou a tradição da Husqvarna com o segundo lugar em sua primeira corrida de 450 no AMA SX – Foto: Divulgação AMA SX

 

wilhahn
A nota mais triste da estreia leva o nome de Wil Hahn, que caiu durante os treinos e fraturou o braço – Foto: Divulgação AMA SX

 

tomac_a1
Eli Tomac venceu a sua classificatória, mas caiu duas vezes na final e teve um péssimo resultado para quem deseja brigar pelo troféu do campeonato – Foto: AMA SX Divulgação