Jean Ramos embarca nesta segunda-feira, 10, para a ‘Missão SX’ nos Estados Unidos

Yamaha


Jean Ramos e seu irmão, Juliano (ao fundo), formarão a Escuderia X nos EUA – Foto: Elton Souza / BRMX

O paranaense Jean Ramos pega o voo da American Airlines às 23h desta segunda-feira, 10, rumo a “Missão SX” nos Estados Unidos.

Depois de uma escala em Nova York e cerca de 12 horas de voo, ele e seu irmão Juliano chegam à Califórnia. Sem fazer adaptação de fuso horário, vão buscar as duas Kawasakis 250F que Jean utilizará na temporada de seis etapas no AMA Supercross (Confira o calendário no fim da página).

Antes de embarcar nessa jornada, o piloto de 23 anos conversou com o BRMX para falar dos planos e das metas que pretende cumprir antes de voltar para casa, no dia 25 de fevereiro de 2013. Confira!

BRMX: Por ser o segundo ano de AMA SX, você está mais confiante? No início deste ano, quando você participou pela primeira vez da competição, a meta era classificar para as finais (Main Events). Agora isso já virou uma obrigação?
Jean Ramos:
Com certeza minha confiança é maior agora do que era no início do ano, pois eu nunca havia participado ou sequer assistido um AMA Supercross. Na primeira vez, eu não sabia nem como seria a programação e tudo mais. Isso me deixava nervoso e me atrapalhava um pouco. O foco continua sendo os Main Events. Não levo como uma obrigação, mas sim como objetivo. Não é fácil, nem chega perto de ser fácil, pois o nível é muitíssimo alto. Ano passado vimos nomes como Ryan Sipes, que ganhou uma etapa, ficar de fora do Main Event e eu entrar. Levo como obrigação evoluir, e tirar o maior proveito possível disso, e voltar para o Brasil com uma boa bagagem.

BRMX: Terminar bem a temporada do Arena Cross no Brasil ajuda em algo? Você considera que chega em um ritmo mais próximo do supercross, ou lá no AMA tudo é bem diferente, não dá nem pra comparar com o Arena?
Jean Ramos: Não posso falar que não dá para comparar, pois é um circuito pequeno com vários saltos, e isso lembra muito o supercross. Porém, lá as coisas são realmente diferentes, e realmente técnicas, o que assusta muito no começo. Mas, se eu viesse de um fim de campeonato de motocross, estaria bem menos preparado em relação ao que estou por causa do Arena Cross.

BRMX: É muito provável que você e o Balbi Junior estarão em plena forma em Anaheim 1, na primeira etapa do campeonato. Você acha que ter mais um brasileiro em alto nível será uma ajuda ou um concorrente a mais por uma vaga na final?
Jean Ramos:
Com certeza será mais um concorrente de altíssimo nível, pois ele já provou várias vezes do que é capaz e não tenho dúvidas que será um grande concorrente dentro da pista por causa de sua vasta experiência no AMA Supercross. Com certeza a bandeira brasileira estará bem representada comigo e com o Balbi.

BRMX: Qual será a diferença de estrutura de 2013 para o início de 2012, quando você foi pela primeira vez?
Jean Ramos:
Ano passado eu não conhecia nada na Califórnia, cada dia era uma vitória. Conseguir equipamentos, peças, locais para treinar. Esse ano eu já sei onde preciso ir e o que precisa ser feito. Consegui abrir muitas portas lá com a temporada 2012, e com certeza esse ano terei um equipamento superior ao do ano passado.

Em termos de estrutura, como casa, carro e essas coisas, manterei igual, pois não influenciam muito no resultado final. Lá, muitos pilotos privados têm a mesma estrutura do que a minha. Utilizarei motos Kawasaki, terei duas motocicletas com preparação da TBT Racing e Pro Circuit.

BRMX: Explique um pouco como será a sua rotina na chegada. Vai direto para os treinos ou vai passear uns dias. Natal, como será? Quem vai contigo?
Jean Ramos:
Embarco nesta segunda-feira, 10, junto com o meu irmão (Juliano). Chegarei terça-feira, dia 11, na parte da manhã (11h do horário local, 16h de Brasília), e na parte da tarde já vou buscar as motocicletas para começar a rotina de treinos e preparação final. Férias? Isso é uma coisa que não irei encontrar tão cedo, pois a primeira corrida será dia 5 de janeiro. Então, já estou chegando em cima da hora. Terei, no máximo, dois ou três dias de descanso, contando com Natal e ano novo. Natal será entre eu e meu irmão e alguns amigos brasileiros que fiz durante o ano passado


BRMX: Mudou alguma coisa ou serão as seis etapas iniciais mesmo?
Jean Ramos:
Serão as seis etapas inicias mesmo. A única coisa que mudou é que a terceira etapa, que seria em Los Angeles, foi transferida para Anaheim pois o estádio de LA estará em reforma.

BRMX: Lá você vai andar de 250cc outra vez. Já estava treinando aqui no Brasil de 250 ou vai recomeçar tudo lá. Qual a dificuldade desta mudança?
Jean Ramos:
Vou começar o treinamento de 250 lá, pois não possuo uma 250 aqui no Brasil. Farei de dois a três treinos no motocross para me habituar com a moto, e depois vou com 100% do foco no supercross. A diferença não é muita, mas como não piloto uma 250 quase a um ano, o ritmo é um pouco diferente.

BRMX: Algo mais que queira dizer?
Jean Ramos:
Queria agradecer a todos os meus patrocinadores neste projeto: a X-Motos do Brasil, Escuderia X-Motos, Jmr Escola de Motocross, Trato Graphics, Adrenalinamx.com e a todos os brasileiros que me mandaram menssagens de incentivo e tudo mais.

:: Calendário

Costa Oeste
1ª etapa – Anaheim 1, Califórnia – dia 5 de janeiro
2ª etapa – Phoenix, Arizona – 12 de janeiro
3ª etapa – Anaheim 2, Califórnia – 19 de janeiro
4ª etapa – Oakland, Califórnia – 26 de janeiro
5ª etapa – Anaheim 3, Califórnia – 2 de fevereiro
6ª etapa – San Diego, Califórnia – 9 de fevereiro

Costa Leste
7ª etapa – Arlington, Texas – 16 de fevereiro
8ª etapa – Atlanta, Geórgia – 23 de fevereiro
9ª etapa – Saint Louis, Missouri – 2 de março
10ª etapa – Daytona, Flórida – 9 de março
11ª etapa – Indianápolis, Indiana – 16 de março
12ª etapa – Toronto, Ontário – 23 de março
13ª etapa – Houston, Texas – 8 de abril
14ª etapa – Minneapolis, Minnesota – 13 de abril

Volta a Costa Oeste

15ª etapa – Seattle, Washington – 20 de abril
16ª etapa – Salt Lake City, Utah – 27 de abril

Final – Las Vegas, Nevada – 4 de maio

Yamaha