Jean Ramos AMA 2012 – promete ‘seis voltas de sua vida’ nas classificatórias em Phoenix

Yamaha
Honda do brasileiro pronta para sua estreia no campeonato norte-americano – Foto: Arquivo Pessoal
Passado o nervosismo e todos os sentimentos que vêm de carona quando se trata da “primeira vez”, Jean Ramos tem traçada a estrategia para melhorar a 27ª posição conquistada em Anaheim na madrugada de domingo, 8 de janeiro, horário brasileiro de verão.
A abertura do AMA Supercross 2012 também marcou a estreia do piloto brasileiro na competição, e ele agora pretende alcançar degraus mais altos em Phoenix, no próximo fim de semana, durante a segunda rodada do campeonato.
– Sei o que preciso em Phoenix: tenho que fazer uma boa largada e correr as seis voltas da minha vida durante a classificatória da noite – resume Jean.
E depois?
– Se eu conseguir me classificar, daí é só desfrutar a participação no Main Event – diz.
Mas, o curitibano reconhece que o nível dos pilotos que disputam a Lites – Costa Oeste está alto na temporada. Jean comenta que há pilotos de equipes oficiais suficientes para praticamente completar o gate do Main Event. Assim, sobram poucas vagas para serem disputadas pelos atletas privados.
– A pegada tá seca nesse ano. Tem muita gente de fora, principalmente da Europa, e, se você analisar, há 18 pilotos oficiais. Se você não avançar nas classificatórias, se torna praticamente impossível tentar qualquer coisa na repescagem – avalia.
A experiência bem-sucedida em A1 trouxe a confiança que Jean procurava para agregar motivação e conhecimento aos treinos durante a semana.
– Depois da primeira etapa, muita coisa mudou. Ganhei confiança e a cada dia estou melhorando meus treinos. Minha segurança tem aumentado e com isso, por exemplo, sei pedir exatamente o que quero que seja mudado no set de suspensão – revela.
Angel Stadium lotado

Jean assistiu à largada do Main Event entre as 45 mil pessoas que lotaram o Angel Stadium – Foto: Arquivo Pessoal
Terminada sua participação na abertura do AMA Supercross, Jean Ramos se acomodou nas arquibancadas do Angel Stadium entre os 45 mil espectadores para acompanhar os duelos na Lites e na Supercross Class.
– Só fui ver a quantidade de pessoas no estádio depois que terminei as classificatórias e aquilo é algo de outro mundo. Os pilotos parecem formiguinhas na pista quando você está naquele mundaréu de pessoas – descreve.
Leia o que o Eduardo Erbs, colunista do BRMX, achou da participação de Jean Ramos na abertura do AMA Supercross 2012.
Jean Ramos AMA 2012
Yamaha