James Stewart: “conquistei muitas coisas que dinheiro nenhum pode pagar”

James Stewart em novembro do ano passado, com uma CRF450R, durante um evento em sua pista particular na Flórida. Será que algum dia veremos ele em ação nas corridas novamente?

 

A entrevista a seguir foi postada no YouTube no dia 6 de setembro deste ano (logo abaixo você encontra a tradução na íntegra).

Embora não tenha falado se volta ao motocross e quando volta, sempre é bom ver uma entrevista atualizada com James “Bubba” Stewart.

Ainda mais no caso dele, que possui uma legião de fãs no mundo inteiro (especialmente no Brasil) e está há tanto tempo afastado das competições profissionais.

Neste breve bate-papo, Bubba falou sobre os momentos marcantes da sua carreira, o legado que deixou para o motocross, a sua marca pessoal de roupas e equipamentos, a Seven, além do atual momento de sua vida, ao lado da esposa e dos filhos.

Confira o vídeo e, logo na sequência, a tradução.

 

James Stewart, como você está?

Estou bem.

 

Cara, você foi uma sensação no motocross, quebrando recordes e fazendo muitas outras coisas. Quando você começou no esporte?

Bem, eu comecei no motocross quando eu tinha três anos de idade.

 

Três anos de idade?! E eu li que o seu pai já estava no esporte e começou a treinar você…

Sim, ele era piloto, um bom piloto dá para dizer (risos) e então ele começou a me treinar e me levar nas corridas.

 

Qual foi o melhor momento da sua carreira? Pode ser uma corrida inesquecível, um sentimento…

Posso citar minha temporada perfeita no AMA Motocross 2008, quando fui campeão vencendo cada uma das 24 baterias do campeonato, e a temporada do AMA Supercross no ano seguinte, em 2009, quando não pontuei na primeira etapa e, depois, me sagrei campeão na última etapa. Posso dizer que esses foram os dois momentos de maior orgulho na minha carreira. Mas era uma época muito estressante também.

 

Você fez do motocross um estilo de vida. Sei que você é casado, tem filhos e inspira muitas pessoas (fãs) ao redor do mundo…

Sim, no início foi difícil, minha família não tinha muito dinheiro. Mas sonhamos grande e nunca fiz nada pensando no dinheiro, conquistei muitas coisas no motocross e na minha vida que dinheiro nenhum pode pagar. Minha família é um exemplo disso. Sou abençoado pela esposa e filhos que tenho.

 

Se tem uma coisa que aprendi com você é que sonhos podem se tornar realidade. Sei que você inspirou muitos outros atletas e atualmente também tem sua própria marca de roupas…

Sim, eu criei minha própria marca de roupas casuais e de equipamentos para motocross, a Seven. Mas o principal disso tudo é que eu consegui criar algo único e estamos sempre tentando inovar. Você sempre deve lutar pelos seus sonhos. Acho que sou um exemplo disso. Não existem muitos afrodescendentes no motocross e eu consegui ser um dos melhores. Falo disso com muito orgulho para os meus filhos.

 

Você foi o pioneiro nisso tudo. Esse é o cara, James Stewart!

Obrigado!