Coldenhoff quer retornar ao Mundial de Motocross 2014 na etapa do Brasil, em Goiás

mundial de motocross 2014 coldenhoff
Glenn Coldenhoff – Foto: Mau Haas / BRMX

 

O piloto da Rockstar Energy Suzuki, Gelnn Coldenhoff, está determinado a não deixar que a lesão no joelho comprometa sua carreira na MX2. O holandês que tem contrato com a Suzuki para entrar na MXGP em 2015 (ele é obrigado a trocar de categoria por causa da idade), está se recuperando de uma ruptura de um ligamento e uma fratura no joelho esquerdo.

Coldenhoff foi inicialmente designado a um período de doze semanas de recuperação até ser capaz de voltar a treinar, período que o permite ainda voltar a correr na 250cc antes de pensar na 450. Ele planeja voltar a competir justamente no segundo Grande Prêmio a ser realizado no Brasil este ano, dia 7 de setembro, em Trindade, Goiás.

– Parei de tomar analgésicos há dois dias e agora estou apenas esperando por alguns resultados de testes antes que eu possa começar a trabalhar plenamente com meu médico aqui na Holanda. Eu fiz a cirurgia em Stuttgart, Alemanha, mas não é fácil viajar o tempo todo para lá para fazer os check-ups, por isso estou enviando relatórios para o médico de lá – conta Coldenhoff ao jornalista Adam Wheeler, da OnTrack Magazine.

>>> Gautier Paulin deve retornar no GP da França
>>> Confira a classificação completa do Mundial de Motocross 2014

– Estou apenas esperando a chegada de um equipamento para fazer exercícios e, assim, definitivamente entrar num bom ritmo de recuperação. Disseram que em torno de doze semanas o osso e o ligamento estariam bem. Vou poder correr, pedalar e fazer tudo normalmente em meados de julho, se tudo correr como o planejado – acrescenta o piloto.

Com troféus na Tailândia, Brasil e Itália, Coldenhoff deu a sua equipe os primeiros pódios desde Ken Roczen, o último atleta da Suzuki a figurar entre os três primeiros, em 2011. Hoff sofreu a lesão no joelho enquanto treinava na Bélgica para correr na Holanda há duas semanas.

– Estou de olho nos últimos GPs, no Brasil e México, em setembro. Quero estar de volta e ir direto para o pódio. Espero também estar bem para o Motocross das Nações. É nisso que estou trabalhando – encerra o holandês, Glenn Coldenhoff.