Caboclo: trocadalhos do carilho no estádio dos cavaleiros (do Zodíaco)

Yamaha

topoblogcaboclo

Buenas, Buenas, amigos leitores. (não sei por que, mas hoje quando escrevi os “buenas”, foi como se ouvisse o som de uma acelerada de motor 2 tempos a cada Buênas! Buênas! Mas não vem ao caso a sonoridade da palavra, certo?)

Antes da etapa fui ver as caras novas da 250 Leste no BRMX Tips, para saber em quem apostar no Bolão. Fiquei na dúvida. São tantos nomes legais, passíveis de trocadilhos e bobagens, que fiquei até meio eletrizado.

Pensei em Blake Baggett, mas achei meio devagar, Cebolinha brecado (manja? Cebolinha, R, L, brake, Blake haha) pra não falar que termina meio pãozinho o nome do cara…
Então, por que não Adam Cianciarulo? Esse nome me deixou com uma impressão muito de principiante, sabe… Adão… sei lá. Além de ser principiante, de fato. No mais, Cianciarulo tem muitas voltas. Parece que vai mas não vai. (mas FOI, não foi?).

Jeremy Martin? É… Nada mal, meio McGrath, meio Pearl Jam, meio Azeitona no Martini… Aí vi o tal Wharton. Gostei! É sonoro como aquele efeito dos sabres de luz de Star Wars. Whan, whon, whun… será que seria o win, winner? Entenda essa loucura!

Mas, no fim das contas, foi animal mesmo ter um Davalos para apostar. Afinal,  rima com cavalos, e aí tudo fica em casa, ou seria no estábulo, já que a prova é no Texas?

cianciarulo2014
CianciaRULES! – Foto: Kawasaki

 

Na 450, resolvi mudar o critério das  minhas apostas-pé-frio-zicadoras, e não fazer de acordo com a classificação do campeonato, já que o Cheese Reed iria correr no sacrifício, se corresse. Nem correu. Acertei em mudar o critério!

No fim, não sei por que, mas “chutei” Barcia, Bubba, Villo, Roczen e Weston Peick.

Você deve estar se perguntando “Weston Peick?”. Sim, como resistir à possibilidade de um trocadilho tão ruim quanto o Oeste Ligado (West On)? Não poderia. Então, Weston na quinta vaga do Bolão BRMX.

Estava torcendo para ele ir bem, apenas para poder dizer que na Costa Leste ligaram o Oeste. Não deu. West is the Best, canta Jim Morrison. Não na sétima etapa no AMA SX 2014.

Chega de falar do que pensei antes da corrida. Vamos à prova: como na música do Raul Seixas, Dá-lhe que dá, Bubba!

Talvez não tenha errado tanto em dizer que ele ressurgiria na sétima etapa. Como assim? Explico: ele venceu a etapa passada, mas como vem oscilando muito nas últimas temporadas, poderia ser apenas mais uma das vitórias esporádicas.

No entanto, vencendo a segunda consecutiva, já pode-se arriscar dizer que, sim, ele está de volta. E isso, de fato, ocorreu na sétima etapa. Teoria dentro da teoria? Haha… vai saber.
Fato é que James Stewart anda demais, é um piloto agressivo e quando não se desconcentra, quando não comete erros bobos, Bubba é um dos pilotos mais difíceis de superar. (Não resisti em colocar bobos e Bubba na sequência, só para ficar com este quase-trava-língua : bobo, bubba, bulbo, bobbo. Baita bobagem…).

E o Villopoto? Apostando na regularidade? Tá virando um Dungey?

Pensei que veria um duelo de 007 Bubba versus Pancho Villopoto. Mas ainda não foi desta vez. Não dentro da pista, mas o duelo promete vir na pontuação da tabela, pois com a classificação da prova, com Bubba em primeiro, Villo em quarto e Roczen em sexto, além de Dungey ali na regular segunda, foi muito legal pro campeonato, que não é de futebol mas está se EMBOLADO como nunca.

82655_Roczen-DallasSX2014-Cudby-026_1024
Tô di olho nu senhores! – Foto: KTM Images

 

Vamo que vamo! Na 250 quase quebro minha sina de dar azar ao cara que coloco na primeira posição, pois o meu palpite estava dando certo, mas só um pouco, e no começo, pois como dito acima, apostei no Davalos, mas ele caiu do cavalo e ficou pendurado pelo rabo do pódio, com a terceira posição.

Legal mesmo foi ver o Cianciarulo dominar a prova! Poderia mudar o nome para CianciaRULES, afinal ele manda!

Mas mais legal e impressionante que ver o estreante vencer, foi ver a cara do piá (menino, guri, moço, nêne, leia conforme a sua região) na entrevista. Piá, sim. 17 anos, mas parece ter menos. Se mantiver a força e evoluir, teremos aí um quebrador de recordes? Veremos.

Esta categoria está legal demais, tem Cavalos, Baguete, Vince Congelado, Justin Google, além de outros, como o Super Bonder Thompson e Kyle Cannígia. E o Oldenburg, será que está meio velho e por isso ficou só em décimo? Haha…

Amigos, me estendi demais nas minhas elucubrações e pensamentos avoados, mas o que importa é que o AMA SX 2014 está bom demais. E agora com caras novas da 250 (e principalmente, para mim, novos nomes trocadilhescos haha),  é mais um motivo para continuarmos ligados e torcendo.

Até a próxima.

Alô! Alô, euauê! Aqueeele abraço!

Caboclo.

Yamaha