BRMX Tips apresenta sétima etapa do AMA SX 2014, a primeira na Costa Leste

Yamaha
baggett
Blake Baggett – Foto: Divulgação Kawasaki

 

Ryan Villopoto e Balbi Junior alertaram: muita coisa muda quando o “acampamento” do Supercross viaja para a Costa Leste.

Estádios cobertos sobre campos de futebol americano mudam o desenho da pista de uma maneira geral, a tornando mais longelínea, de terreno mais macio e úmido, e a classe 250 passa a contar com pilotos diferentes do que foi visto até então.

Na hora de fazer sua aposta no Bolão BRMX, esqueça (por sete semanas) Jason Anderson, Cole Seely, Dean Wilson, Cooper Webb e passe a pensar em Blake Baggett, Adam Cianciarulo, Blake Wharton, Justin Bogle e Jeremy Martin.

>>> Faça sua aposta e concorra a prêmios!

Podemos dizer que estas são as principais mudanças em relação ao período “californiano” do AMA SX, deixado para trás no sábado passado, em San Diego.

O que NÃO muda é a cobertura do BRMX, que segue acompanhando as provas e trazendo os links de transmissão ao vivo a cada sábado, além desta prévia que faz uma atualização semanal para você chegar (virtualmente) ao evento por dentro do que vai rolar.

As corridas serão no Cowboys Stadium, na cidade de Arlington, que fica localizada na região metropolitana de Dallas, no estado do Texas, neste sábado, 15.

 

Ao vivo

Com a mudança para a Costa Leste e menos horas de diferença no fuso horário em relação ao Brasil, tudo começará mais cedo neste sábado. A transmissão ao vivo dos treinos começa às 18h do horário de Brasília, e as corridas iniciam as 23h30. Bem melhor, não é?

>>> Acompanhe tudo clicando aqui!

 

jeremymartin
Jeremy Martin – Foto: Divulgação

 

Quem são os caras da 250?

Três pilotos da Pro Circuit Kawasaki terão os holofotes sobre seus capacetes. Blake Baggett, que volta de lesão, Adam Cianciarulo, 17 anos, por ser a promessa do esporte, e Martin Davalos, por ser da equipe Pro Circuit.

Além deles, Justin Bogle (Geico Honda), que também volta a competir após sofrer uma grave lesão na coluna vertebral em dezembro passado, e Blake Wharton, que voltou para a equipe Geico Honda após dois anos de Rockstar Energy Suzuki, devem brigar por vitória.

Outro talento para ser observado é Jeremy Martin, 21 anos, piloto da Yamaha. Desde 2008, quando ganhou com Jason Lawrence, a equipe azul não conquista o título da classe 250. Com a nova YZ 250F 2014, a marca voltou a alimentar esperanças de vitória. Será que vai?

 

Confira a lista de inscritos!

4 – Blake Baggett
19 – Jeremy Martin
25 – Marvin Musquin
30 – Kyle Cunningham
31 – Martin Davalos
32 – Justin Bogle
36 – Blake Wharton
42 – Vince Friese
46 – Adam Cianciarulo
47 – Kyle Peters
49 – Gavin Faith
52 – Cole Thompson
55 – Alex Martin
57 – A J Catanzaro
60 – Jackson Richardson
62 – Mitchell Oldenburg
69 – Levi Kilbarger
70 – Brady Kiesel
72 – Daniel Herrlein
78 – Matthew Lemoine
79 – Ryan Zimmer
80 – Fredrik Noren
88 – Jesse Wentland
91 – Jacob Baumert
93 – Adam Gulley
96 – Matthew Bisceglia
99 – Justin Starling
120 – Todd Bannister
131 – Noah McConahy
155 – Drayke Sizemore
173 – Travis Johnson
178 – Ronnie Ford
203 – Chad Ward
212 – Auston Albers
236 – Mike Bottolfson
251 – Kyle Gills
254 – Gregory Gehrer
267 – Anthony Rodriguez
271 – Nick Peterson
276 – Taylor Painter Bailey
282 – Theodore Pauli
283 – Nicolas Gonzales
313 – Kyle Swanson
318 – Jason Johnson
326 – Trevor Ezell
339 – Michael Joe
364 – Kyle Tigert
394 – Tanner Moore
395 – Taylor Potter
410 – Jace Owen
414 – Mason Morris
421 – Vann Martin
452 – Sean Hackley
455 – Justin Ashburn
500 – Colton Hildreth
533 – Gannon Audette
581 – Kyle Evoy
588 – Jerry Lumsden
599 – Ronnie Hapner
620 – Brad Nauditt
655 – John Pauk
659 – Justin Freund
678 – Nicholas Myers
723 – H Lee
761 – Cade Clason
792 – Bracken Hall
794 – Cole Felland
795 – Aaron Leininger
812 – Luke Vonlinger
815 – Jake Scarbrough
828 – Justin Craft
854 – Landen Powell
862 – Ozzy Barbaree
874 – Zack Williams
879 – Augie Lieber
915 – Adrien Lopes
975 – Jake Loberg

 

Musquin fora

73900_Musquin-HoustonSX2013-008_1024
Marvin Musquin – Foto: KTM Images

 

Uma das principais estrelas da 250SX – Costa Leste está fora de combate. Marvin Musquin ainda se recupera da lesão sofrida na pré-temporada – torção de joelho. O francês passou por cirurgia na Europa e já está de volta aos Estados Unidos para uma “nova pré-temporada”, mas ainda não está pronto para corridas.

 

E na 450?

AMASX2014-SanDiego-ok-32
Bubba – Foto: Suzuki Racing

 

Por causa do terreno mais aderente, pilotos mais agressivos costumam se sobressair na Costa Leste. Ryan Villopoto e James Stewart são os principais nomes com características de pilotagem agressiva, mas o terreno também deve favorecer Justin Barcia, outro piloto que ataca bastante e, além disso, é natural da Costa Leste, o que quer dizer que estará mais perto de casa, mais confortável, mais relaxado, com mais torcida a seu favor (o mesmo vale para Bubba, natural da Flórida).

 

:: Mapa virtual da pista

 

Análise da tabela

Ryan Villopoto vai para o Leste com nove pontos de vantagem sobre Ken Roczen, o vice-líder, e 15 a mais que Chad Reed, terceiro colocado. Com Reed correndo machucado, é bom Villopoto olhar uma posição adiante, onde está James Stewart, 21 pontos a menos, mas com confiança e vontade de roubar esta taça.

Das seis rodadas já realizadas, Villopoto e Chad Reed venceram duas vezes, e Ken Roczen e Bubba ganharam uma vez. Ninguém ganhou duas corridas consecutivas ainda neste ano.

 

Australiano guerreiro

motomagaust
Chad de Esparta – Montagem: Moto Magazine

 

A decisão de Chad Reed pelo menos tentar correr neste sábado com a clavícula, uma vértebra e omoplata fraturados gerou espanto e admiração entre os fãs de supercross. Tanto que a Moto Magazine, revista australiana, publicou esta semana uma foto-montagem fazendo referência a Chad Reed como um guerreiro espartano, tal qual tivesse vencido uma batalha épica igual do filme 300.

 

Um pouco de história e estatística

AMASX2014-SanDiego-ok-59
Será que RV quebra a estatística? – Foto: Feld Motorsports

 

A primeira corrida de AMA SX realizada em Dallas foi no ano de 1975. A vitória foi de Jimmy Ellis a bordo de uma moto Can-Am. A corrida deste sábado será a 34a da classe principal, atualmente chamada de 450SX.

Nos dois últimos anos, Ryan Villopoto ganhou a corrida de Arlington, Texas. Jamais um piloto ganhou três anos seguidos a etapa texana.

A Honda é moto com maior número de vitórias em Arlington, com 13 conquistas. Depois vem Yamaha (10), Kawasaki (8), Can-Am (2) e Suzuki (1). A KTM, como se vê, nunca ganhou lá.

Chad Reed, com quatro conquistas, e Ricky Johnson, com três, são os pilotos que mais vezes venceram a etapa de Dallas.

Yamaha