Arena Cross: Paulo Alberto vence MX2 e Enzo Lopes fatura

Yamaha
pauloalbertot arena cross
Paulo Alberto comemora mais uma vitória – Foto: Mau Haas

 

largadamx2 arena cross
Largada MX2 – Foto: Mau Haas / BRMX

Atual campeão e líder da MX2, Paulo Alberto, da Honda Mobil, venceu neste sábado, 24, mais uma corrida do Arena Cross. Desta vez, foi o público da cidade de Uberlândia, Minas Gerais, sede da segunda etapa da temporada 2014, que viu o português, que agora acumula 40 pontos no campeonato, dar mais um show de pilotagem.

Paulo Alberto iniciou muito bem a corrida e chegou à ponta ainda na primeira volta. Recebeu um pouco de pressão de Anderson Cidade, da Yamaha Grupo Geração, mas conseguiu administrar durante toda a bateria para vencer a sétima corrida das sete que disputou do Arena Cross desde o ano passado.

– Foi uma corrida muito traiçoeira, pois a pista tinha vários pontos escorregadios. Por isso, não podia perder o foco nem por um segundo. Estou muito feliz com mais essa vitória, fruto de um trabalho bastante intenso que começou em 2013 – destaca o português.

 

cidade arena cross
Anderson Cidade fez uma corrida consciente – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Anderson Cidade, além da segunda colocação na prova, assumiu a vice-liderança do campeonato com 25 pontos. Em seu calcanhar, estão Dudu Lima e Thales Vilardi, empatados com 24 pontos.

– Fiz uma largada mediana, acho que por volta da quinta colocação. Consegui recuperar bem e encostar no Paulo Alberto. Tentei a ultrapassagem algumas vezes, mas não foi possível. Depois ele abriu e eu decidi controlar a situação para garantir o segundo lugar. Foi um bom resultado. Recuperei pontos perdidos na primeira etapa e ainda assumi a vice-liderança do campeonato. Ainda mais que corri de luto. Dedico este resultado ao meu melhor amigo, Lucas Pirath, e ao Argeu – diz Anderson Cidade.

>>> Acesse a classificação do campeonato!
>>> Confira como foi a categoria Pró

A surpresa do pódio foi o gaúcho João Ribeiro. O piloto teve um ótimo desempenho depois de largar mal e recuperar diversas posições ao longo da corrida.

 

:: Resultados da segunda etapa
1. Paulo Alberto
2. Anderson Cidade
3. João Ribeiro
4. Dudu Lima
5. Thales Vilardi

 

:: Classificação após duas etapas
1. Paulo Alberto – 40 pontos
2. Anderson Cidade – 25 pontos
3. Dudu Lima – 24 pontos
4. Thales Vilardi – 24 pontos
5. Marçal Müller – 22 pontos

 

podiomx2
Festa do pódio da MX2 – Foto: Mau Haas / BRMX

 

 

Enzo Lopes fatura categoria Júnior

enzolopes
Enzo Lopes – Foto: Mau Haas / BRMX

 

leoalmeida arena cross
Leo Almeida fez o holeshot – Foto: Mau Haas / BRMX

Foi Leonardo Almeida que saiu na frente da bateria única da categoria Júnior, seguido de Vinícius Abreu, que perdeu a posição para o paulista Djalma Brito ainda na primeira volta. Porém, Djalma sofreu queda na quarta volta e cedeu posições.

Após início irregular, Enzo Lopes precisou ser recuperar e foi ultrapassando um a um até chegar à ponta da corrida na sexta volta.

– Não fiz uma boa largada, mas mantive a calma até conseguir fazer as ultrapassagens. O Djalma caiu e acabei aumentando minha vantagem no campeonato – conta Enzo, que agora tem 40 pontos e duas vitórias no campeonato.

Djalma também se recuperou e assumiu a segunda posição. Mas, uma nova queda o tirou da disputa das três primeiras posições, terminando em quarto lugar. A segunda colocação ficou com o mineiro Vinícius, seguido de Leonardo.

 

65cc nas mãos de Dadalzinho

arena cross dadalzinho
Dadalzinho – Mauro Marques / Divulgação

 

Com uma pilotagem segura, o mineiro Carlos Eduardo, o Dadalzinho, natural de Cristiano Ottoni, empolgou o público ao levar a etapa. No início, Keven Willian até tentou surpreender o piloto da casa, porém sem sucesso. E pior, ele perdeu a segunda posição para o mineiro Joaquim Neto na quarta volta, que seguiu na posição até o final. Apesar disso, completou em terceiro. “Consegui fazer uma boa prova e melhorar meus pontos em relação ao Joaquim”, coloca Dadalzinho.

 

 

50tinha fica com Dioguinho

dioguinho arena cross
Digo Moreira – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Garmichel Giehl fez o holeshot, no entanto ainda na primeira volta Diogo Moreira assumiu a liderança da categoria. Quem também passou Garmichel para ficar na segunda colocação foi Marcello Leodorico. Com caminho livre, Diouinho acelerou forte para abrir mais de 11 segundos em relação ao segundo colocado e venceu pela segunda vez consecutiva. Rodolfo Bicallho completou o pódio em terceiro.

 

>>> Acesse os resultados completos!

.

Yamaha