Após operação em Minas Gerais, chega a 157 o número de motos apreendidas em fevereiro

receitafederal_motosapreendidas
Polícia Rodoviária Federal participa com os caminhões guincho – Crédito: Divulgação

 

As apreensões de motos off-road por falta de pagamento de impostos na importação seguem acontecendo. Nesta quarta-feira, 24, a Receita Federal em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais realizou a Operação Trilhas de Minas na região de Belo Horizonte, onde foram recolhidas 80 motos.

A operação começou ainda pela manhã, em lojas e oficinas, com o objetivo de fiscalizar a regularidade da importação de motocicletas importadas para a prática de esportes off-road, além de verificar casos de furto, receptação e adulteração das identificações dos veículos.

>>> Saiba como foi a apreensão em São Paulo

Foram fiscalizados quatro estabelecimentos em Sabará, Macacos e Olhos d’Água: das 226 motocicletas fiscalizadas, 80 foram apreendidas com indícios de irregularidades e encaminhadas ao depósito de mercadorias apreendidas da Receita Federal.

>>> Saiba mais sobre a lei de isenção de impostos

Seus proprietários serão intimados a apresentar a documentação comprobatória da sua regularidade fiscal. No caso de não comprovação, a Receita Federal aplicará a penalidade de “perdimento” para as motocicletas e os seus proprietários serão representados junto ao Ministério Público para fins penais, segundo informações da Receita Federal.

Somadas às 77 motos apreendidas em São Paulo no início da semana, o número chega a 157 motos.