Análises e observações prévias para a segunda etapa do AMA Supercross 2016, em San Diego

Yamaha
amasx_simoncudby
Etapa de abertura reservou grandes emoções – Crédito: Simon Cudby

 

A segunda etapa do AMA Supercross acontece neste sábado, 16, em San Diego, Califórnia. James “Bubba” Stewart está confirmado após os testes desta sexta-feira, 15. A primeira etapa reservou grandes emoções e também deixou muitos pilotos descontentes com o próprio desempenho.

Justin Barcia, por exemplo, não teve um bom início de temporada. Estava em segundo no Main Event quando seus braços não aguentaram e ele ficou fora dos top 10 da etapa. O piloto ficou frustrado após a corrida porque não entendeu o que tinha acontecido com os seus braços. Em entrevista, comentou que a prova em Anaheim foi uma das mais estressantes que ele já correu.

Apesar de ficar em quarto lugar da 450, Eli Tomac também não estava satisfeito. O piloto, que ficou com a volta mais rápida, estava revoltado com sua pilotagem em algumas seções que o fizeram se sentir como um amador. Tomac chegou a vencer a segunda etapa em 2015. Vamos conferir o desempenho do piloto nesse sábado.

Trey Canard estava forte em Anaheim. Conseguiu se manter em segundo lugar durante boa parte do Main Event até cometer um erro e sair da pista. O piloto não conseguiu recuperar o posto e teve que se contentar com um sétimo lugar. A equipe de Canard comentou que ele estava no traçado errado e não soube corrigir seus erros a tempo.

Já na 250, desde já parece que o título vai correr para as mãos de Cooper Webb. Durante a semana, Jessy Nelson sofreu um forte acidente nos treinos e, de acordo com sua equipe, não teve nenhum ferimento grave, mas ainda é dúvida para sábado. De qualquer forma, isso aumenta a chance de Webb na 250.

Partindo para coisas boas, Jason Anderson foi fenomenal em Anaheim. Lutou desde o início, fez seis ultrapassagens que segundo ele, “o atrapalharam no ano passado”, e venceu com 4,24 segundos sobre o atual campeão, Ryan Dungey. Na abertura da temporada passada, Anderson conquistou o segundo lugar.

E por falar em campeão, temos uma curiosidade sobre o constante Ryan Dungey. Em suas 107 corridas na 450 SX, ele ficou fora de apenas 30 pódios! É algo impressionante que ele tentará manter em 2016. E já se saiu bem na abertura conquistando o segundo lugar depois de alguns problemas.

Com tantas informações da primeira etapa, é fácil analisar os resultados de Ken Roczen e pensar que não foram bons. O alemão ficou com o quinto lugar na geral, mas estava satisfeito por ter escapado de um acidente que poderia ser sério. O comentário do piloto sobre isso? “Preciso treinar mais as largadas para ficar longe de problemas”.

 

>>> Clique aqui para assistir a segunda etapa!

Yamaha