AMA SX’14: Bubba vence a segunda consecutiva e Cianciarulo brilha na estreia

Yamaha
cianciarulo
Cianciarulo estreou com vitória na 250 – Foto: Divulgação

 

Definitivamente, James “Bubba” Stewart está de volta à briga por um título de AMA Supercross. Neste sábado, 15, o piloto da Suzuki venceu a sétima etapa da temporada 214 e subiu para a terceira colocação do campeonato, 14 pontos atrás do ainda líder Ryan Villopoto.

A rodada aconteceu em Arlington, no Texas, dentro da AT&T Arena lotada. Bubba foi soberano e tranquilo para vencer a segunda etapa consecutiva neste ano, enquanto Villopoto cometeu erros e acabou fora do pódio, que teve Ryan Dungey e Justin Barcia ao lado do bicampeão.

>>> Vídeos das corridas na íntegra!

Na 250, parece que a Pro Circit Kawasaki vai mandar no campeonato. O pódio da rodada de abertura da Costa Leste foi montado somente com pilotos da equipe verde. O estreante Adam Cianciarulo ganhou a corrida com muita categoria contra pilotos mais experientes e mais acostumados a pressão que ele. O garoto promete!

reedmachucado
Reed machucado – Foto: Instagram

Chad Reed acabou ficando fora das provas. Ele tentou, até treinou, mas não resistiu as dores no ombro fraturado na queda em San Diego, uma semana antes. Agora deve ficar seis semanas ausente das provas, fazendo tratamento.

De Arlington, o AMA SX vai para Atlanta, Geórgia, onde no próximo sábado, 22, acontece a oitava etapa da competição.

 

Inicio interessante

A noite começou com as estreias na 250. O jovem Adam Cianciarulo ganhou a primeira classificatória, mas Blake Baggett estava lá para “assustar” o companheiro de equipe com uma leve pressão durante toda bateria. Outro destaque foi o venezuelano Anthony Rodriguez, que terminou na terceira posição.

Na segunda classificatória, vitória absoluta de Martin Davalos, outro piloto Pro Circuit Kawasaki, assim como Cianciarulo e Baggett. Blake Wharton e Gavin Feith, ambos Geico Honda, completaram o TOP 3. Justin Bogle largou muito mal e ficou fora do TOP 9 que leva direto para a final, mas chegou ao Main Event com vitória na repescagem (LCQ).

Quando começaram as classificatórias da 450, vimos James Stewart ganhar a primeira, seguido de Justin Barcia, Weston Peick e Ryan Dungey, os quatro que passam direto para a final. Eli Tomac chegou a andar em segundo, disputando posição com Barcia, mas terminou em quinto, tendo que correr a Semi para ir à final.

Villopoto largou na frente e dominou a primeira parte da segunda classificatória, mas caiu e abriu espaço para Josh Hill liderar algumas voltas, até que o piloto da Suzuki perdeu a liderança para Ken Roczen. RV2 conseguiu se recuperar rapidamente e terminou a prova em segundo. Hill e Mike Alessi também passaram direto para a final. Nas semis, Justin Brayton levou uma e Wil Hahn ganhou a outra.

 

Final da 250

 

Adam Cianciarulo largou na frente, mas logo foi ultrapassado por Martin Davalos que, aparentemente, era o piloto mais rápido da noite. Blake Baggett era o terceiro, e o venezuelano Anthony Rodriguez estava em quarto.

Na quarta volta, Davalos errou e caiu após saltar um triplo seguido de curva. Assim, Cianciarulo assumiu a liderança e passou a conter os ataques de Blake Baggett.

Na oitava volta, Baggett chegou a ultrapassar Cianciarulo, mas foi incapaz de se manter na ponta até o fim, e assim o estreante ganhou pela primeira vez como profissional uma corrida de AMA Supercross.

Davalos se recuperou bem (apesar de ter caído mais uma vez) e terminou em terceiro. Anthony Rodriguez teve que abandonar a prova.

 

:: Resultado

1. Adam Cianciarulo
2. Blake Baggett
3. Martin Davalos
4. Vince Friese
5. Justin Bogle
6. Cole Thompson
7. Blake Wharton
8. Kyle Cunningham
9. Alex Martin
10. Mitchell Oldenburg

 

:: Classificação

1. Adam Cianciarulo – 25 pontos
2. Blake Baggett – 22 pontos
3. Martin Davalos – 20 pontos
4. Vince Friese – 18 pontos
5. Justin Bogle – 16 pontos
6. Cole Thompson – 15 pontos
7. Blake Wharton – 14 pontos
8. Kyle Cunningham – 13 pontos
9. Alex Martin – 12 pontos
10. Mitchell Oldenburg – 11 pontos

 

Final da 450

 

Ryan Dungey fez o holeshot da 450, seguido de James Stewart, Justin Barcia, Justin Brayton, Ken Roczen e Ryan Villopoto.

Na quarta volta, Bubba atacou Dungey e assumiu a liderança. Dungey tentou o troco, seguiu no encalço de Stewart, mas logo ficou para trás e jamais conseguiu pressionar Bubba outra vez.

Duas voltas depois, foi a vez de Roczen ir pra cima de Justin Barcia na briga pela quarta posição. Famoso por “jogar pesado”, Barcia foi ultrapassado com um blockpass, mas deu o troco com uma bela entortada NAS FUÇAS do alemão e logo em seguida ultrapassou Brayton para assumir a terceira colocação.

Enquanto isso, Villopoto tentava ultrapassar Roczen, que já pressionava Brayton. E a corrida ia esquentando. E a ultrapassagem de Villopoto sobre Roczen aconteceu na décima volta, exatamente na metade da bateria.

Na 13a volta, Brayton errou e cedeu sua posição para Villopoto e Roczen, que passaram para quarto e quinto, respectivamente. Mas a pista escorregadia fez muitos errarem, inclusive RV2 e Kenny, e Brayton se meteu entre eles outra vez..

Confira o resultado final da rodada!

1. James Stewart
2. Ryan Dungey
3. Justin Barcia
4. Ryan Villopoto
5. Justin Brayton
6. Ken Roczen
7. Broc Tickle
8. Wil Hahn
9. Josh Hill
10. Andrew Short

 

:: Classificação após sete etapas

1. Ryan Villopoto – 144 pontos
2. Ken Roczen – 132 pontos
3. James Stewart – 130 pontos
4. Ryan Dungey – 116 pontos
5. Justin Brayton – 114 pontos
6. Chad Reed – 111 pontos
7. Justin Barcia – 109 pontos
8. Andrew Short – 83 pontos
9. Wil Hahn – 65 pontos
10. Broc Tickle – 63 pontos

 

Yamaha