AMA SX 2019: o que esperar da 9ª etapa em Atlanta

Partiu Atlanta!

 

Seguimos com o AMA Supercross, que no sábado, 2 de março, desembarca em Atlanta, capital do Estado da Geórgia, para a 9ª etapa da temporada 2019, e com uma novidade.

Até então disputado apenas na final em Las Vegas, o “Showdown”, confronto que reúne os pilotos das costas leste e oeste na categoria 250SX, também será disputado em Atlanta, uma das etapas mais tradicionais na história do AMA Supercross.

As duas regiões irão se enfrentar dentro da pista, na LCQ (repescagem) e no Main Event, mas cada uma terá a sua própria Heat Race (classificatória) e a pontuação será individual, dentro da região que cada piloto disputa (confira os horários e a programação no final desta reportagem).

É a chance de matarmos a saudades do brasileiro Enzo Lopes (que disputa a costa oeste), e torcermos para que ele conquiste o primeiro grande resultado de sua carreira no AMA Supercross.

Também teremos a presença do brasileiro Ramyller Alves, que disputa a costa leste.

A programação noturna do AMA Supercross em Atlanta está prevista para começar a partir das 21h05 no Horário Oficial de Brasília.

As disputas serão dentro do Mercedes-Benz Stadium, outro estádio moderno, onde o inverno rigoroso do lado de fora em nada interfere na qualidade das corridas do lado de dentro.

 

Volta Virtual em Atlanta

 

Perguntas que precisam ser respondidas

– Atlanta sempre foi uma etapa muito boa para Marvin Musquin. Será que bons ventos poderão trazer a primeira vitória do francês em 2019?

– Quem será o “rei” da categoria 250SX em Atlanta?

– Ainda falando da categoria 250SX, Adam Cianciarulo lidera o campeonato da costa oeste, enquanto que Austin Forkner é o líder na classificação da costa leste. Ambos são companheiros de equipe na Monster Energy Pro Circuit Kawasaki. Com ou sem vitória, qual dos dois terminará na frente em Atlanta?

– E entre os brasileiros, quem leva a melhor, Enzo ou Ramyller?

– Poderá Martin Davalos replicar o pódio que conquistou em 2006 em Atlanta?

 

Marvin Musquin

 

Quem está quente

– Austin Forkner segue invicto na 250SX Costa Leste, e conforme previsão desta coluna na semana passada, ele venceu os três Main Events da etapa Tríplice Coroa em Detroit.

– Eli Tomac se recuperou dos problemas que teve em Arlington e venceu a 450SX em Detroit. Conforme comentado aqui na semana passada, ele e o líder do campeonato, Cooper Webb, são os dois pilotos da categoria com o estilo mais arrojado e agressivo. Desde Ricky Carmichael e James Stewart em 2006, essa é a primeira vez que temos dois pilotos capazes de protagonizar disputas de encher os olhos dos fãs do AMA Supercross. Vem coisa boa por aí nas próximas etapas!

– Webb foi o segundo colocado em Detroit, ampliando um pouco mais a sua vantagem sobre Ken Roczen na classificação. O líder do campeonato está mais forte do que nunca!

– Felizmente Jordon Smith contrariou nossas expectativas, e mesmo com as dores no pulso machucado em Arlington, foi bem em Detroit e segue vivo entre os pretendentes ao título da 250SX Costa Leste.

– Chad Reed foi o terceiro colocado em Detroit, seu primeiro pódio desde a etapa de Glendale em 2017. Mesmo que os tempos de glória tenham ficado no passado, no auge de seus 36 anos (e prestes a completar 37) o “vovô” do AMA Supercross segue na ativa por puro amor ao esporte, sempre nos surpreendendo e silenciando as críticas mais duvidosas. Até onde sua audácia pode levá-lo na temporada 2019? Somente as próximas etapas é que irão responder essa pergunta.

 

Chad Reed

 

Quem precisa esquentar

– Em sua temporada de estreia na categoria 450SX, Justin Hill segue sem conseguir ser o mesmo piloto que foi na 250SX. Eventualmente ele é rápido, mas ainda está buscando um resultado que esteja de acordo com seu talento e velocidade.

– Outro cujo os resultados estão em desacordo com sua capacidade é Cole Seely. Esperamos muito mais do piloto da HRC Honda nas próximas etapas.

 

Justin Hill

 

Previsões corajosas

– No Main Event que confrontará as regiões leste e oeste da 250SX, teremos uma disputa épica entre as super estrelas da Monster Energy Pro Circuit Kawasaki, Adam Cianciarulo e Austin Forkner. Uma disputa daquelas de fazer o vídeo com os melhores momentos bater recorde de visualizações nas redes sociais no domingo. E como é de praxe nas grandes batalhas do AMA Supercross, o contato entre ambos será frequente e um dos dois irá terminar no chão.

– Chad Reed irá surpreender de novo.

– Idem Justin Hill (pela primeira vez em 2019, seu melhor resultado na temporada).

– Teremos um confronto direto entre Eli Tomac e Cooper Webb no Main Event da 450SX (isso só é considerado uma previsão corajosa porque espero que ambos colaborem, fazendo uma boa largada).

 

Programação da etapa

Horários de Brasília

14h – Início dos treinos livres
15h05 – Início dos treinos classificatórios
17h20 – Segunda parte dos treinos classificatórios

21h05 / 250SX Costa Leste Heat Race – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)
21h19 / 250SX Costa Oeste Heat Race – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)

21h33 / 450SX Heat 1 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)
21h47 / 450SX Heat 2 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)

22h15 / 250SX Leste e Oeste Repescagem (LCQ) – 5 minutos + 1 volta – 22 pilotos (1 – 4 vão para a final).
22h26 / 450SX Repescagem (LCQ) – 5 minutos + 1 volta – 22 pilotos (1 – 4 vão para a final).

22h50 / Main Event 250SX Costas Leste e Oeste (Showdown) – 15 minutos + 1 volta – 22 pilotos.
23h25 / Main Event 450SX – 20 minutos + 1 volta – 22 pilotos.