AMA SX 2019: o que esperar da 14ª etapa em Nashville

Pela primeira vez na história o gate do AMA Supercross vai cair em Nashville, no Tennessee – Foto: Rich Shepherd

 

Neste sábado, 13, o AMA Supercross desembarca pela primeira vez em sua história no Estado do Tennessee. A 14ª etapa da temporada 2019 será disputada no Nissan Stadium, em Nashville, capital e segunda cidade mais populosa do referido Estado.

Nashivlle é uma cidade que está crescendo rápido, famosa pela vida noturna e pela música country, sendo a terra de um dos ícones deste gênero musical, a cantora Dolly Parton.

Também no Estado do Tennessee é realizado anualmente o maior campeonato de motocross amador do mundo, o Loretta Lynn’s, que como o próprio nome sugere, acontece numa pista de motocross construída dentro do rancho particular de outro ícone da música country, a cantora Loretta Lynn.

Desde 2013 o Tennessee também recebe uma etapa do AMA Motocross, o Muddy Creek Motocross, disputado na pista da cidade de Blountville. Ou seja, o público local gosta de motocross, há anos está acostumado com grandes eventos, então se tudo correr bem, o Nashville deve se firmar de forma definitiva no calendário do AMA Supercross pelas próximas temporadas.

As corridas em Nashville estão previstas para começar a partir das 21h06 pelo Horário Oficial de Brasília (confira no final da postagem a programação completa da etapa).

 

Volta Virtual em Nashville

Perguntas que precisam ser respondidas

– Alguém pode parar o domínio de Austin Forkner na 250SX Costa Leste?

– Mesmo com 17 pontos de desvantagem, Marvin Musquin irá reagir contra Cooper Webb na disputa pelo título? Ou Webb já pode ser considerado o virtual campeão de 2019 na 450SX?

– O que está acontecendo com Eli Tomac (3º na classificação da 450SX, 26 pontos atrás do líder e cujo o desempenho nada lembra 2017 e 2018?). Já que o título é improvável, ao menos ele poderia vencer as últimas quatro etapas (no melhor estilo Tomac), ou isso também está fora de cogitação?

 

Austin Forkner – Foto: Rich Shepherd

 

Quem está quente

– Webb venceu a etapa Tríplice Coroa em Houston e abriu 17 pontos para Musquin, dando um importante passo rumo a conquista do seu primeiro título na 450SX.

– Cole Seely, que eu tanto elogiava e cobrava um bom resultado em 2019, melhorou muito nas últimas etapas.

– Ken Roczen machucou o dedo no segundo Main Event em Houston, mas venceu o primeiro com desempenho convincente e animador (para as últimas quatro etapas).

– Dean Wilson conquistou seu primeiro pódio de 2019 em Houston. Para quem começou com esquema privado Husqvarna, foi chamado para a equipe oficial de fábrica e evoluiu em todas as etapas, impressionante é o seu sobrenome no AMA Supercross 2019.

 

Cole Seely – Foto: Rich Shepherd

 

Quem precisa esquentar

– Tomac pode fazer uma ótima etapa neste sábado, e uma péssima etapa no sábado que vem. 2019 tem sido assim para o piloto da Monster Energy Kawasaki: quente numa etapa, frio na outra. E lembrando como foi o seu desempenho em 2017 e 2018, isso foge da minha compreensão.

– Justin Barcia e Josh Grant tiveram uma noite ruim em Houston: abandonaram o segundo Main Event e sequer largaram para o terceiro. Para quem começou vencendo a abertura em Anaheim, a temporada 2019 do AMA Supercross tem sido bem difícil para a equipe oficial Monster Energy Yamaha.

– Neste sábado volta o campeonato da categoria 250SX Costa Leste, mas vale destacar a queda de rendimento do líder da Costa Oeste, Adam Cianciarulo, nas duas últimas etapas. Duas vitórias em sequência do vice-líder, o francês Dylan Ferrandis, que reduziu para apenas cinco pontos sua desvantagem para o piloto da Monster Energy Pro Circuit Kawasaki.

 

Josh Grant – Foto: Rich Shepherd

 

Previsões corajosas

– Difícil ser corajoso nessa altura do campeonato. Vou pelo caminho mais fácil. Mais um sábado com domínio total de Forkner na 250SX Costa Leste (treinos, classificatórias e Main Event).

– Musquin e Webb protagonizarão uma batalha épica no Main Event da 450SX. No final, vitória do francês.

 

Programação da etapa

Horários de Brasília

14h – Início dos treinos livres
15h05 – Início dos treinos classificatórios
17h15 – Segunda parte dos treinos classificatórios

21h06 / 250SX Heat 1 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)
21h19 / 250SX Heat 2 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)

21h35 / 450SX Heat 1 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)
21h50 / 450SX Heat 2 – 6 minutos + 1 volta – 20 pilotos (1 – 9 vão para a final)

22h17 / 250SX Repescagem (LCQ) – 5 minutos + 1 volta – 22 pilotos (1 – 4 vão para a final).

22h31 / 450SX Repescagem (LCQ) – 5 minutos + 1 volta – 22 pilotos (1 – 4 vão para a final).

22h52 / Main Event 250SX – 15 minutos + 1 volta – 22 pilotos.
23h30 / Main Event 450SX – 20 minutos + 1 volta – 22 pilotos