Yamaha Racing Brasil apresenta equipes para a temporada 2020

Além de apresentar novos pilotos, o rally passa a contar com a coordenação do experiente Wellington Valadares, da IMS Racing – Foto: Vinicius Branca/Fotop

 

A Yamaha apresentou nesta quarta-feira, 22, os novos projetos e equipes para a temporada 2020. Devido a impossibilidade de se realizar um evento presencial por conta da Pandemia de Coronavírus, a revelação aconteceu em uma cerimônia online, com jornalistas, chefes de equipes, pilotos e convidados.

 

E são muitas novidades!

A Yamalube R3 Cup agora integra o Brasileiro de Motovelocidade, tem novo formato e novos integrantes. No motocross, novos pilotos chegam à equipe Yamaha Monster Energy Geração. E o time de rally passa a contar com a coordenação do experiente Wellington Valadares, da IMS Racing, além de apresentar novos pilotos.

Os investimentos seguem cruzando fronteiras com o piloto Ton Kawakami, que tem seu patrocínio renovado para competir no Mundial de Superbike, na categoria SuperSport300. Além dele, o Team Brasil AD78 conta com apoio da Yamaha para levar os pilotos Meikon Kawakami e Felipe Macan à mesma competição.

Por fim, o Programa bLU cRU aumenta a premiação e inclui novas categorias no motocross, além de aumentar o investimento na Yamalube R3 Cup e no Brasileiro de Enduro com suporte aos pilotos que competem de Yamaha.

– É com muita satisfação que anunciamos nossas equipes para esta temporada. São investimentos em diversas modalidades, do motocross ao rally, da Yamalube R3 Cup ao Mundial de Superbike, e com incremento no Programa bLU cRU, o que mostra nossos investimentos no desenvolvimento do esporte a motor no Brasil. Sabemos do potencial dos nossos atletas, das nossas equipes, e vamos entrar em todas as competições buscando a vitória. Este é o DNA da Yamaha – ressaltou Helio Ninomiya, gerente executivo de Marketing, Planejamento e Treinamento.

Ton Kawakami teve seu patrocínio renovado para competir no Mundial de Superbike, na categoria SuperSport300 – Foto: MS Racing

 

A nova Yamaha R3 Cup

A Yamalube R3 Cup apresenta muitas novidades nesta temporada. Com grid lotado – as inscrições se esgotaram em menos de 24 horas – a competição monomarca da Yamaha será realizada junto ao Brasileiro de Motovelocidade. O calendário está previsto para ser realizado em cinco rodadas no ano, sendo dez corridas, uma no sábado e outra no domingo de cada evento. Além disso, todos os 36 pilotos passam a fazer parte do time, recebendo moto, equipamento, assistência técnica, e muito mais.

– Pensamos em uma competição que é capaz de criar novos pilotos e também atender os mais experientes com um custo baixo para cada um deles. E temos tido sucesso aqui no Brasil, trazendo novos adeptos e exportando atletas como o Ton Kawakami, que já vai para a segunda temporada de Mundial de Superbike, oriundo da R3 Cup. Temos orgulho em dizer que as vagas deste ano na Yamalube R3 Cup se esgotaram em menos de 24 horas – contou Alan Douglas, gestor da competição.

A Yamalube R3 Cup agora integra o Brasileiro de Motovelocidade, tem novo formato e novos integrantes – Foto: LZ Photos

 

Reforços no motocross

A Yamaha Monster Energy Geração mantém os multicampeões Carlos Campano e Paulo Alberto na MX1, e o tricampeão da MX2, Fábio Santos, sobe para a categoria principal com sua YZ450F. Para a MX2, Tallys Nathan recebe a companhia de Pepê Bueno. A experiente Maiara Basso defende as cores da Yamaha na categoria MXF. E o jovem Vitor Hugo Borba é o novo piloto oficial na categoria MXJR.

– Estamos prestes a completar uma década da equipe Yamaha Monster Energy Geração, sempre melhorando e crescendo a cada ano, com conquistas em todos eles. Desta vez, bem estruturados, resolvemos aumentar o time para buscar títulos também na MXF e Júnior, além de seguir na luta pelos títulos na MX1 e MX2 e Elite MX. Agradeço a todos os parceiros que estão juntos neste ano. Vamos com tudo! – afirmou Sandro Garcia, gestor da equipe e diretor do Grupo Geração.

 

Reestruturação no rally

Uma reestruturação na equipe de Rally marca a nova jornada em busca do título do Sertões. O experiente Wellington Valadares, proprietário da IMS Racing, é o chefe da equipe, que conta com os pilotos Ricardo Martins e Túlio Malta. Os principais objetivos do time são a conquista do Sertões e do Brasileiro de Rally Cross Country.

– É um grande e prazeroso desafio estar à frente da equipe de rally da Yamaha. Ricardo e Túlio são grandes pilotos e têm totais condições de nos trazer os títulos desejados. Espero agregar minha experiência e conhecimento para contribuir com o time Yamaha. Apesar das dificuldades impostas pela Pandemia, esperamos ter uma grande temporada – disse Wellington Valadares, da Yamaha IMS Rally Team.

 

Programa bLU cRU ainda maior

Confirmando o título de maior programa de incentivo ao motociclismo no Brasil, o bLU cRU bate recorde de premiação em 2020 e aumenta a sua abrangência, incluindo novas categorias no motocross.

O valor total da premiação disponível no motocross é de R$ 869.600,00, distribuídos em oito categorias. Além da MX1, MX2, MX3, MX4, MXF e MX2JR, este ano o bLU cRU também premiará os pilotos das categorias 65cc e MXJR.

No Brasileiro de Motovelocidade/Yamalube R3 Cup, os pilotos terão suporte total da Yamaha. E no Brasileiro de Enduro FIM – assim como no Brasileiro de Motocross e na Yamalube R3 Cup – todos os pilotos com motocicletas Yamaha têm benefícios oferecidos pelo programa, como subsídio na compra de peças e equipamentos, apoio técnico e kits bLU cRU.

Além disso, com o bLU cRU Upgrade Program, pilotos privados das categorias MX2 e MX2JR do Brasileiro de Motocross poderão ser incluídos na equipe Yamaha Monster Energy Geração do ano seguinte.

 

Yamaha Monster Energy Geração

Coordenador: Sandro Garcia

 

Pilotos

Carlos Campano – MX1

Paulo Alberto – MX1

Fábio Santos – MX1

Tallys Nathan – MX2

Pepê Bueno – MX2

Vitor Borba – MXJR

Maiara Basso – MXF

 

Yamaha IMS Rally Team

Coordenador: Wellington Valadares

 

Pilotos

Ricardo Martins – Super Production

Túlio Malta – Production Aberta

 

Yamalube R3 Cup

Coordenador: Alan Douglas

 

Pilotos

Alex Schultz

Brayann Dos Santos Silva

Caique Lanna De Menezes

Cauã Rodrigues Pinheiro

Edinho Picoloko

Eduardo Burr

Enzo Maccapani

Fabio Florian

Flávio Brito

Guilherme Soares

Gustavo Manso

Henrique Franco

Humberto Cezar Turquinho

João Arratia

João Fascineli

José Altair Tico

Kaká Fumaça

Kevin Fontainha

Leo Manella

Lucca Augusto

Luis Henrique Tavares Kik

Marinho Salles

Matheus Machado

Michel Velludo

Miguel Henrique

Néstore Guarino

Pedro Balla

Pierre Balducci

Rafael Palmieri Rizada

Rafinha Fernandes

Renan Fui

Ricardo Castilho

Ronaldo Guimarães

Rubens Mesquita

Sarah Conessa