YAMAHA: Expectativas para a final do Brasileiro de Motocross 2019

Carlos Campano pode igualar Moronguinho com seis títulos – Foto: Danyllo Proto

 

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, Minas Gerais, será palco da última etapa do Brasileiro de Motocross 2019, no próximo fim de semana, 26 e 27 de outubro.

As provas serão transmitidas ao vivo no canal oficial da Yamaha Racing Brasil – clique aqui para assistir.

Os pilotos da Yamaha Monster Energy Geração estão prontos para acelerar na grande final e empolgados para brigar pelos principais títulos da temporada.

Detalhe é que esta etapa terá três baterias decisivas, colocando 75 pontos em jogo, o que torna o título ainda mais disputado para todos que estão envolvidos na briga pela taça.

Confira os detalhes:

 

Campano rumo ao Hexa

Carlos Campano participou da primeira temporada completa de Motocross no Brasil em 2012, ano em que conquistou o primeiro título da principal categoria, a MX1.

Depois venceu os campeonatos de 2014, 2015, 2017, 2018, além de ter assegurado o vice-campeonato em 2013 e 2016.

Agora ele quer o Hexa. E se alcançar o objetivo, se iguala a Pedro Bernardo Raymundo, o Moronguinho, que nas décadas de 1970 e 1980 se tornou o maior vencedor da categoria principal do motocross brasileiro com seis conquistas (1976, 1979, 1980, 1981, 1982, 1985).

 

Fabinho e o Tri

A Yamaha também é líder na categoria MX2, com o piloto Fabio Santos, que é o atual campeão da categoria. A vantagem de Fabinho é maior, 29 pontos, mas ele ainda precisa confirmar o favoritismo para conquistar o Tricampeonato – também foi campeão em 2016 e 2018.

 

Paulo Alberto quer a taça

O português Paulo Alberto está apenas a um ponto do companheiro de equipe, Carlos Campano, na categoria MX1, e a um ponto da vitória na categoria Promocional Elite MX. Paulo jamais foi campeão brasileiro na categoria MX1 e sonha com o título nesta etapa.

 

Promocional Elite MX

Na etapa passada, realizada em Jarinu, São Paulo, a bateria da categoria Promocional Elite MX foi adiada por causa das condições da pista, visando a segurança dos pilotos. Por isso, todos correm três baterias em Belo Horizonte, sendo uma no sábado – referente a 6ª etapa – e outras duas no domingo, para concluir o campeonato.

 

Tallys Nathan na arquibancada

Piloto da Yamaha Monster Energy Geração, Tallys Nathan se lesionou na terceira etapa do campeonato, em Três Lagoas-MS. O piloto está recuperado, mas ainda fora da melhor forma para disputar o Brasileiro de Motocross. Ele estará presente em Belo Horizonte para dar apoio aos companheiros de time.

 

Previsão do Tempo

Um pouco de chuva não faz mal a ninguém, não é? A previsão do tempo mostra 8mm de chuva para sábado e mais 6mm para domingo. As temperaturas no sábado variam de 21ºC a 31ºC, e no domingo a mínima será de 21º e a máxima de 33ºC.

 

Como está o campeonato?

MX1 – Top5
1. Carlos Campano / 195 pontos – Yamaha
2. Paulo Alberto / 194 pontos – Yamaha
3. Jetro Salazar / 188 pontos
4. Hector Assunção / 176 pontos
5. Jean Ramos / 150 pontos – bLU cRU
 
MX2 – Top5
1. Fabio Santos / 222 pontos – Yamaha
2. Fredy Spagnol / 193 pontos
3. Leonardo Souza / 168 pontos
4. Reginaldo Tayt-Sohn / 131 pontos
5. Lucas Dunka / 125 pontos

Promocional Elite MX
1. Hector Assunção / 86 pontos
2. Paulo Alberto / 85 pontos – Yamaha
3. Jetro Salazar / 82 pontos
4. Carlos Campano / 82 pontos – Yamaha  
5. Fabio Santos / 64 pontos – Yamaha

 

 

EXPECTATIVAS DA EQUIPE 

 

Carlos Campano #1

Categoria MX1
Moto YZ450F

– Vai ser uma corrida muito boa, com três baterias. A final do campeonato, estou liderando desde a segunda etapa, só perdi em Faxinal, mas consegui voltar à liderança na etapa de Jarinu, apenas um ponto a frente do Paulo Alberto. A última etapa vai ser muito emocionante, vai ser bem puxado, mas estou confiante. Machuquei na corrida do MX das Nações, mas estou trabalhando muito com o médico e acho que vou chegar perto dos 100%, e vai dar para brigar com todo mundo. A expectativa é boa, estou bastante empolgado. Sou Pentacampeão, tenho uma chance de ganhar pela sexta vez. Só o Moronguinho fez isso antes de mim,então vamos tentar igualar a ele. Vamos com tudo!

 

Paulo Alberto #211

Categoria MX1
Moto YZ450F

– Não tem como esperar outra coisa a não ser a vitória. Estamos a um ponto do Campano na MX1, e a um ponto da liderança na Elite. O objetivo é ganhar as duas baterias para sermos campeões das duas categorias em Belo Horizonte. É para isso que estamos trabalhando.

 

Fabio Santos #1

Categoria MX2
Moto YZ250F

– As expectativas são boas, como sempre. Vou fazer de tudo para sair com mais uma vitória neste ano, e também terminar um ano de muitas lesões com chave de ouro. Se Deus quiser, o Tricampeonato virá. Já vi algumas fotos e vídeos do local do evento e parece ser bacana. Estou ansioso para que este dia chegue logo. Conto com a presença e a torcida de todos.

 

Programação da 7ª etapa

 

Brasileiro de Motocross 2019                                                                                        Belo Horizonte, MG                                                                                                    26 e 27 de outubro

Sábado, 26
Treinos Livres e Cronometrados
8h às 8h40 – MX2 / MX2JR
8h45 às 9h25 – MX1

Prova adiada da 6ª etapa
13h – Promocional Elite MX, MX1 e MX2 – 30 min + 2 voltas

Domingo, 27
Treino de aquecimento – Warm-Up
8h10 às 8h18 – MX2 / MX2JR
8h25 às 8h43 – MX1

Corridas
12h05 – MX2 / MX2JR – 30 min. + 2 voltas
13h05 – MX1 – 30 min. + 2 voltas
15h30 – Elite MX, MX1 e MX2 – 30 min + 2 voltas
16h20 – Pódio das classes: Elite MX, MX1 e MX2