Tommy Searle está fora do GP Brasil após queda e polêmica na Tailândia

Yamaha
Searle_HPI_2014_RX_0178
Tommy Searle – Foto: Kawasaki

Vencedor da MX2 no GP Brasil 2012, o britânico Tommy Searle está fora das corridas do Beto Carrero em 2014. O atleta da CLS Kawasaki sofreu uma forte queda durante o GP da Tailândia e ficará pelo menos seis semanas afastado.

A lesão de Searle coloca mais tempero na principal polêmica do Grande Prêmio tailandês, válido pela segunda etapa do Mundial de Motocross 2014, realizado nos dias 8 e 9 de março. A equipe do inglês – CLS Kawasaki – culpou o combustível fornecido por uma empresa local pela falha no motor que teria provocado o acidente.

As autoridades tailandesas impediram que o combustível oficial das equipes entrasse no país, e por isso os times foram obrigados a competir com o combustível local, diferente e “não-regulamentado” pela FIM – Federação Internacional de Motociclismo.

A organização do Mundial se defendeu, alegando que esta foi a melhor opção para substituir o combustível oficial. Em nota, disseram que os problemas nas motos provavelmente foram causados pela combinação de calor, duração das provas e alguns componentes diferentes utilizados entre uma equipe e outra, já que nem todas reclamaram do combustível.

Searle fraturou o pulso e NÃO virá ao Brasil, aumentando a lista de desfalques, que já conta com Tyla Rattray e Christophe Charlier, ambos também por lesão. O substituto de Searle será Herjan Brakke, piloto holandês de 25 anos.

O GP Brasil acontece nos dias 29 e 30 de março, na pista do Parque Beto Carrero World, localizado em Penha, Santa Catarina. Para comprar ingressos, CLIQUE AQUI.

Yamaha