BRMXnaEstrada – Superliga Brasil 2011 em Poços de Caldas, Minas Gerais

Cheguei nesta sexta-feira em Poços de Caldas, Minas Gerais, pra acompanhar a etapa de abertura da Superliga Brasil 2011, que rola neste sábado, 16, e domingo, 18. É a primeira vez que piso na terra do pão-de-queijo e da cachaça, mas confesso que não passei nem perto destas maravilhas nas primeiras horas da minha estadia por estas bandas.

Fui direto pra pista. Estava ansioso para ver a estrutura e o traçado. E é disso que vou tratar nesta primeira postagem do BRMXnaEstrada.

No total são três arquibancadas móveis, todas quase do mesmo tamanho, sendo uma coberta, e mais um quarto espaço que compõe a área VIP. O público, aliás, entrará no motódromo doando 2kg de alimento, e atravessará catracas na entrada, estilo no mundial. Quanto a área de boxes, toda asfaltada, só ouvi elogios por parte de pilotos e mecânicos.

O que eles não gostaram muito é que a pista tem o piso tão duro e liso quanto os boxes. Eu mesmo caminhei por ela e constatei que o solo é realmente duro e liso, e não vi ninguém gradeando o terreno para soltá-lo. Havia apenas vestígios de uma gradeação leve, que serviria no máximo pra esconder umas sementes de milho.

Em geral, os pilotos comentaram que a pista é fácil, e que a largada é curta demais. No “olhômetro”, eu seria capaz de afirmar que não tem 40 metros de reta. E mais, somente o público que sentará na arquibancada montada atrás da largada poderá vê-la, os outros só enxergarão quem saiu na frente depois da primeira curva, que contorna uma construção redonda localizada no meio da pista, escondendo a reta do gate.

No mais, tenho a dizer que os principais pilotos chegaram ao longo da sexta-feira. A maioria aproveitou para fazer a vistoria e conhecer a pista caminhando, além de ficar circulando pelos boxes trocando ideias com outros pilotos e mecânicos.

Nos bastidores só se pergunta quem será capaz de competir com Jorge Balbi Jr, que mostrou grande desempenho há duas semanas, em Foz do Iguaçu, Paraná, na abertura do Brasileiro. E no ar respira-se uma grande rivalidade entre as equipes Honda e Pro Tork. Vamos ver na pista quem terá melhor desempenho.

Quanto a cidade de Poços de Caldas, pouco vi. Mas como era de se esperar, tem muitos prédios antigos bem conservados, e um centro movimentado, com bastantes botecos e lojas bem iluminadas.

Até a vitória, sempre!

Maurício Haas

**

:: Breaking news

Chapecó voltou ao calendário da Superliga. Após idas e vindas, a maior cidade do oeste catarinense está ratificada oficialmente como a terceira etapa da competição. A prova acontece dia 5 de junho.

Confira como ficou o calendário completo:

17 de abril – Primeira etapa | Local: Poços de Caldas, Minas Gerais

1º de maio – Segunda etapa | Local: Paulínia, São Paulo

5 de junho – Terceira etapa | Local: Chapecó, Santa Catarina

26 de junho – Quarta etapa | Local: Penha, Santa Catarina

10 de julho – Quinta etapa | Local: Indaiatuba, São Paulo

 

Post atualizado às 8h45 de sábado.

 

Galeria de imagens:

Superliga Brasil 2011
Visão a partir de uma das arquibancadas – Crédito: BRMX

Superliga Brasil 2011
Área de boxes asfaltada agrada – Crédito: BRMX

Reta de largada é muito curta – Crédito: BRMX

Chumbinho chegou na quinta-feira à noite – Crédito: BRMX

Anderson Cidade recebe visita no box – Crédito: BRMX

Bela camiseta, Max Balbi! – Crédito: BRMX