Shaun Simpson e Mel Pocock fecham com KTM para temporada 2014

zOpt_SimpsonInterview_MxGp4Ben (1)
Shaun Simpson em 2009, quando fez o Mundial de MX2 com uma KTM – Foto: Youthstream

 

A equipe britânica HM Plant KTM UK anunciou nesta sexta-feira, 1º de novembro, o acordo com Shaun Simpson e Mel Pocock para a temporada 2014.

Aos 25 anos, Shaun Simpson volta à equipe para correr na categoria MXGP (antiga MX1) e Mel Pocock, 21 anos, será o principal representante do time na categoria MX2.

Simpson terminou o Mundial de 2013 na nona posição da MX1 após correr parte da temporada pela equipe de fábrica da TM e depois em um esquema privado, de Yamaha. Seu maior feito foi vencer a rodada final da competição.

– Podemos afirmar que estou voltando para casa. Roger (Magee – chefe da equipe) e eu sempre mantivemos contato. Ele foi o primeiro a vir me cumprimentar em Lierop (após a vitória no GP). Estou feliz também porque voltarei a correr o campeonato britânico de motocross – disse Simpson.

Pocock corria pela Yamaha de fábrica. Encerrou o Mundial de MX2 apenas na 14ª colocação. Seu melhor resultado da carreira até o momento foi a conquista do título europeu em 2012.

A equipe ainda contará com três pilotos no campeonato europeu de motocross, especificamente na categoria MX2. Ben Watson, James Cottrel e James Dunn foram os nomes escolhidos. Eles também devem participar de provas do Mundial ana MX2.

 

PocockPortrait_MxGp13GB012
Pocock sai de uma equipe de fábrica após ano apenas razoável – Foto: Youthstream

 

 

:: Acompanhe as mudanças no mercado do Mundial MX

Shaun Simpson (Inglaterra)
Passado: passou 2013 na TM e na Yamaha
Futuro: correrá de KTM por equipe privada
Categoria: MXGP (antiga MX1)

David Philippaerts (Itália)
Passado: sai da Honda Garboldi
Futuro: montará sua própria equipe, a DP Racing, com apoio da Yamaha
Categoria: MXGP (antiga MX1)

Joel Roelants (Bélgica)
Passado: sai da Yamaha de fábrica, por quem correu em 2013
Futuro: montará sua própria equipe, provavelmente com apoio da Honda
Categoria: MXGP (antiga MX1)

Dean Ferris (Austrália)
Passado: corria na MX2 pela Yamaha de fábrica
Futuro: segue na Yamaha de fábrica, mas muda para a MXGP (antiga MX1)
Categoria: MXGP

Steven Frossard (França)
Passado: estava na Yamaha de fábrica
Futuro: vai para a Kawasaki de fábrica. Será companheiro de time de Gautier Paulin
Categoria: MXGP

Jeremy van Horebeek (Bélgica)
Passado: sai da Kawasaki de fábrica, onde era ”piloto número dois”
Futuro: vai para a Yamaha de fábrica para ser o principal piloto
Categoria: MXGP (antiga MX1)

Tyla Rattray (África do Sul)
Passado: saiu da Pro Circuit Kawasaki, dos Estados Unidos
Futuro: vai correr o Mundial de MX pela Husqvarna de fábrica – Mundial MX
Categoria: MXGP (antiga MX1)

Todd Waters (Austrália)
Passado: saiu da KTM da Austrália
Futuro: vai correr o Mundial de MX pela Husqvarna de fábrica – Mundial MX
Categoria: MXGP (antiga MX1)

Alexander Tonkov (Rússia)
Passado: saiu de uma equipe privada Honda
Futuro: equipe de fábrica da Husqvarna – Mundial de MX
Categoria: MX2

Romain Febvre (França)
Passado: saiu de uma equipe privada KTM
Futuro: equipe de fábrica Husqvarna – Mundial de MX
Categoria: MX2

Glenn Coldenhoff (Holanda)
Passado: equipe privada KTM
Futuro: equipe de fábrica Suzuki – Mundial de MX
Categoria: MX2

Max Anstie (Inglaterra)
Passado: corria pela Suzuki de fábrica
Futuro: vai para a Yamaha de fábrica
Categoria: MX2

Mel Pocock (Inglaterra)
Passado: corria pela Yamaha de fábrica
Futuro: vai correr de KTM por equipe privada
Categoria: MX2