“Sabia que precisava ganhar as duas para brigar pelo título”, diz Jetro Salazar após vitória em Trindade

jetro_mauhaas
Jetro Salazar tem dois pontos de vantagem sobre Campano – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX

 

Jetro Salazar viveu um fim de semana perfeito em Trindade, Goiás, cidade que sediou a quinta e penúltima etapa do Brasileiro de Motocross 2016. O equatoriano da Escuderia X venceu as duas corridas de domingo e pulou da quarta colocação para a liderança do campeonato.

O atleta da Escuderia X dominou desde os treinos de sábado, quando assegurou o melhor tempo da pista. No domingo, confirmou que estava bem adaptado ao terreno úmido, largou entre os primeiros nas duas baterias, cravou as melhores voltas e dominou até receber a bandeira quadriculada nas duas baterias.

Agora, Jetro tem 194 pontos contra 192 de Carlos Campano, da Yamaha Grupo Geração, que teve problemas nas duas baterias e caiu para a vice-liderança após terminar a rodada com o quinto lugar do pódio. Jean Ramos, também da Yamaha, foi o quarto na rodada caiu para a terceira posição no campeonato, 8 pontos atrás do líder.

Após a etapa, o BRMX conversou com Jetro, que explicou alguns detalhes.

 

BRMX: Que fim de semana! Melhor tempo nos dois treinos, melhor tempo nas corridas, primeiro lugar…
Jetro Salazar: Me senti muito bem no fim de semana. Sabia que minha única chance para brigar pelo título era ganhar as duas baterias aqui, e depois ganhar as duas da final. Com objetivo claro, é mais fácil fazer as coisas. Tudo deu certo.

BRMX: Agora você é líder com dois pontos de vantagem. É teu primeiro título brasileiro chegando?
JS: O objetivo é ganhar. Estou acreditando muito em mim. Sei o quanto trabalho durante a semana. Sei que posso ganhar. Vou treinar muito forte nas próximas semanas para chegar na final uma máquina.

BRMX: Pelo jeito você gostou bastante da pista de Trindade.
JS: Não é uma das minhas pistas preferidas. Em 2014, andei aqui no Mundial, e andei muito mal. Mas tinha na minha cabeça que eu era obrigado a vencer. Sei lá, colocando isso na minha cabeça, acabei até gostando mais da pista no fim.

BRMX: O que você fez antes da etapa para chegar tão bem preparado?
JS: Uma coisa importante é que comecei a trabalhar com o José Moiano (preparador físico) há um mês. Ele me ajudou muito na parte física e mental, lembrando a cada momento que sou capaz de fazer o que quiser em cima da moto. A cabeça mudou muito. E o treino físico também.

BRMX: Na final, a briga direta é com o Carlos Campano. Mas, tem o Jean Ramos na disputa também. Acha que eles podem se ajudar por serem da mesma equipe?
JS: Acho que a ordem vai ser para a Yamaha ficar campeã, seja qualquer um dos pilotos deles. Mas, eu vou com a mesma estratégia que tracei há um mês, que determinei lá em Morrinhos, que era de ganhar as quatro baterias. Metade está feito.

BRMX: Agora, o que fazer para não perder o foco até na final? Ainda tem uma etapa do Arena no meio.
JS: Vou trabalhar normalmente. O foco é ganhar. Treinar para ganhar. Treinar para andar forte, mesmo que cansado, até o fim. Quando você coloca um medo de lesão ou algo assim, daí que as coisas ruins acontecem. Então, é melhor seguir treinando forte, normalmente.

 

Final será no Paraná

A CBM anunciou neste domingo, 6, que a final do Brasileiro de Motocross 2016 será em Cornélio Procópio, no norte do Paraná, nos dias 3 e 4 de dezembro.

A cidade paranaense fica a cerca de 400 Km da capital Curitiba, e a aproximadamente 470 Km da capital de São Paulo.

 

Resultado da 5ª etapa, em Trindade

soma_mx1_trindade

>>> Clique aqui para ver todos os resultados

>>> Clique para conferir a classificação do campeonato