Rômulo Bottrel vence primeira etapa da Copa EFX de Enduro 2015

zanolteam_mauhaas-2-2
Depois de pré-temporada em Portugal, Bottrel voltou vencendo – Foto: Mau Haas

 

A primeira etapa da Copa EFX Brasil de Enduro 2015, realizada no fim de semana dos dias 21 e 22, deu o pontapé inicial na temporada para as grandes competições de enduro FIM no Brasil. O evento foi realizado ao lado do Shopping Serrazul, em Itupeva, São Paulo, às margens da rodovia dos Bandeirantes. A prova foi considerada um sucesso de público e participação de pilotos (mais de 200 inscritos), provando que a Copa EFX é atualmente um dos mais importantes campeonatos de Enduro FIM no Brasil.

A categoria Elite foi vencida por Rômulo Bottrel, piloto do Zanol Team Rinaldi ASW, que desbancou os estrangeiros Ian Blythe, norte-americano que corre pela equipe Orange KTM BH, e Adrien Metge, francês da Honda Mobil. Depois de treinar em Portugal no início do ano, o piloto do Zanol Team totalizou o percurso cronometrado em 35min42s10, apenas 18 segundos à frente de Blythe.

– Foi um bom final de semana para mim. Cheguei há pouco de Portugal e tive pouco tempo para treinar aqui no Brasil, com minha própria moto. De qualquer maneira, a passagem pela Europa foi de grande valia e pude aprender muito sobre ritmo de corrida e preparação. Foi o que consegui aplicar hoje (domingo). Fiz um bom reconhecimento das especiais no sábado e estava muito focado durante todo o final de semana. Fiz um dia limpo, sem cometer nenhum erro, e no final estava apenas me perguntando se teria sido o suficiente para vencer. Felizmente foi. Sei que a diferença de ritmo entre as duas voltas válidas tem que ser menor e aí há espaço para melhorar, como em vários outros detalhes. No Brasileiro será diferente, já que são dois dias de prova e vamos focar em uma preparação especial até a estreia – comenta Bottrel.

 

metge_mauricioarruda_publix
Adrien Metge, da Honda Mobil – Foto: Mauricio Arruda / Publix

 

O francês Metge sentiu o forte calor do fim de semana:

– A disputa estava bem apertada. Não consegui achar um ritmo bom na terceira especial. Eu cheguei domingo da França. Aqui está muito quente e essa diferença é importante. Tenho que me acostumar. O ‘Onça’ e o Ian andaram muito bem. Mas essa foi só a primeira corrida. Agora vamos seguir treinando. Vou treinar para rali também que é meu principal objetivo agora. O circuito estava bem legal. Eu gostei das duas primeiras especiais, a terceira um pouco menos, porque estava seca e com muitos pedaços de terra dura. Estava difícil de andar lá dentro – disse.

A estreia do norte-americano na Copa EFX Brasil foi das melhores possíveis, já que na disputa com os principais concorrentes tinha desvantagem por não conhecer nada do circuito.

– Eu me diverti muito pilotando. Esta é minha primeira vez no Brasil, então foi um pouco diferente para mim. Acho que a corrida foi muito boa, com bons testes. Metge e Bottrel foram muito rápidos. Fico feliz por ter ficado próximo a eles, mas gostaria de ter vencido – afirmou, animado.

 

bhytle_mauricioarruda_publix
Ian Bhytle, da Orange KTM BH – Foto: Mauricio Arruda / Publix

 

Além da categoria Elite, que conta com os principais pilotos do país, houve disputas nas classes Júnior, E1, E2, E3, E4, E5, E6, E7, E8, Over 35, Over 45 e Feminina. Interessante também é o campeonato de equipes, que contabiliza a participação dos pilotos e premia o melhor time ao final da competição.

Fábio Simões, diretor do Adrenatrilha Trail Club – organizadora do campeonato -, salienta que a competição já tem 14 anos e agora quer se consolidar também fora do estado de São Paulo.

– Quando começamos, era uma prova mais local, em São Paulo, mas fomos crescendo. Em 2013 já realizamos uma etapa em Poços de Caldas, Minas Gerais. Ano passado voltamos a Minas e fizemos uma no Rio de Janeiro. Este ano queremos fazer uma no Paraná também – adianta.

A Copa EFX Brasil é realizada pelo Adrenatrilha Trail Club e conta com o patrocínio da Honda, co-patrocínio da Rinaldi e ASW e apoio Shopping Serra Azul, Motofield, Dust Off Road, Sacramento, Sig Visual, Dahna Comércio de Areia e Pedra, MR Pró Racing, Nova Minas Express e Stocovich.

 

Resultados

Elite
1. 2 Rômulo Bottrel, 0:35:42.10
2. 6 Ian Blythe, 0:36:00.16
3. 1 Adrien Metge, 0:36:00.18
4. 3 Julio César Ferreira Eliziário, 0:37:00.71
5. 5 Michel Cechet, 0:38:23.47

Junior
1. 5 Ronald Santi, 0:37:35.12
2. 13 Vinicius Calafati Ribeiro, 0:37:55.50
3. 14 Vinicius Luis Lopes da Silva, 0:38:40.68
4. 12 Tunico Maciel, 0:39:22.39
5. 11 Lucas Yoshio Ohara, 0:41:48.01

Enduro 2
1. 31 Humberto Cadori Filho, 0:39:32.04
2. 24 Ruan Marra Pires, 0:40:27.83
3. 26 Ramon Sacilotti, 0:41:23.18
4. 30 Heinz Dollinger Chrispim, 0:41:31.85
5. 28 Bruno Marafão, 0:42:22.49

Enduro 3
1. 41 Otavio Augusto Carradori, 0:40:35.31
2. 45 Felipe Augusto Pacheco Limonta, 0:43:18.00
3. 39 Douglas Kawabe, 0:44:23.94
4. 38 Tiago Filippo, 0:45:24.38
5. 40 Clodoaldo Shoji Uemura, 0:46:12.89

Enduro 4
1. 46 Bruno Batista Martins, 0:38:53.41
2. 48 Homero Bittencourt E Silva, 0:41:58.77
3. 53 Luis Eduardo Daltoso, 0:42:52.69
4. 47 Guilherme Ambrosio Medeiros, 0:43:11.87
5. 54 Vitor Severino Soave, 0:45:52.41

Over 35
1. 77 Cassiano Marcos Tebaldi, 0:40:57.61
2. 67 Dario Julio, 0:40:59.38
3. 57 Rodolfo Ripamonti, 0:41:28.07
4. 70 Marcio Rogerio do Nascimento, 0:41:44.20
5. 74 Marcio Leandro Spaca de Paolo, 0:42:40.08

Over 45
1. 83 Washington Caipira, 0:42:47.19
2. 90 José Roberto Polaz, 0:42:49.73
3. 85 Jose Alexandre Tommaso, 0:44:08.08
4. 93 Alencar Krefta, 0:44:14.97
5. 88 Julio Cesar Pereira, 0:44:16.87

Enduro 5
1. 117 Frederico de Oliveira, 0:41:29.33
2. 130 Ricardo Carneiro, 0:41:38.28
3. 113 João Paulo Ferreira, 0:42:21.49
4. 120 Thyago Silva Correa da Rocha, 0:42:58.77
5. 119 Gabriel Moreira Faria Alves, 0:44:48.35

Enduro 6
1. 132 Luiz Fernando Cler Pinheio, 0:42:21.69
2. 147 Joao Paulo Fornazari, 0:42:40.85
3. 161 Vitor Hugo Lage G Souza, 0:43:02.78
4. 148 Herico Ribeiro, 0:43:24.22
5. 153 Felipe Anzoli, 0:44:21.62

Enduro 7
1. 124 Victor Hugo Kokol de Oliveira, 0:42:56.30
2. 166 Bernardo Lage G Souza, 0:46:51.14
3. 165 Leonardo Matuno Malagutti, 0:47:24.62
4. 167 Celso Alexandre da Silva, 0:59:40.90
5. 170 Carlos Eduardo F Roma, 1:30:58.95

Enduro 8
1. 181 Guilherme da Silva Bittencourt, 0:43:42.77
2. 177 David Roberto Carrilho, 0:45:07.20
3. 179 Edmilson Junior, 0:45:09.31
4. 185 Gilson Fernandes, 0:45:42.03
5. 172 Marcos Adriano Ferreira, 0:45:58.71

Feminina
1. 196 Janaina Souza, 0:49:55.55
2. 198 Tainá Aguiar, 0:50:02.32
3. 197 Lilian Chagas, 0:59:25.68
4. 194 Lucianna Timm, 1:07:28.15
5. 193 Daniela Romano, 1:18:30.19

Equipes
1. Zanol Team; 1:51:06.28
Rômulo Bottrel, Júlio C. F. Elizário, Michel Cechet
2. Sacramento KTM; 1:57:21.83
Vinicius Calafati Ribeiro, Cauê Aguiar, Otávio A. Carradori
3. Os Aloprados, 2:08:31.83
Bruno Marafrão, João Paulo Formazari, Dimas E. Silva
4. Galera do Cross, 2:10:44.65
Rodolfo Ripamonti, Lucas Ohara, Henry Horita
5. KR/Internacional
Victor Oliveira, Felipe Anzoli, Manuel Simas

* Com informações da assessoria de imprensa da competição