Rodrigo Lama viaja para o MX Internacional da Itália

senadorcanedo-mauhaasBRMX-176
Rodrigo Lama – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Considerado um “mundialito” de pré-temporada, o Motocross Internacional da Itália de 2014 terá a presença de um brasileiro. O sergipano Rodrigo Lama, 20 anos, vai correr a primeira etapa pela TM Racing na MX2.

– Andei de TM durante o ano de 2013 e minhas melhores corridas foram com esta moto. Então, no final do ano passado pensamos nesta possibilidade e acabou dando certo – conta Rodrigo Lama, que teve ajuda de dois amigos para custear sua viagem à Europa e o impulso de Luca Proietti, representante da TM no Brasil.

O Motocross Internacional da Itália reunirá os melhores atletas do circuito em três etapas que acontecem respectivamente nos dias 2, 9 e 16 de fevereiro.

Além dos atletas da TM  Racing – Davide Guarnieri e Tanel Leok –, os pilotos da Red Bull KTM – Antonio Cairolli e Jordi Tixier – estão confirmados, assim como os pilotos da Monster Energy Yamaha – Jeremy Van Horebeek e Christophe Charlier – e os da Honda – Max Nagl e Evgeny Bobryshev.

As atrações são ainda maiores quando se fala que Tyla Rattray e Todd Waters devem fazer sua estreia oficial pela Red Bull Ice One Husqvarna.

– Será uma grande experiência para mim. Chego na sexta (dia 17) e no sábado e domingo vamos passear. Na segunda vamos visitar a fábrica da TM. Depois pegamos o navio para Sardenha (ilha onde acontece a primeira etapa e onde as equipes do Mundial fazem suas pré-temporadas) – acrescenta Lama.

senadorcanedo-mauhaasBRMX-195
Lama – Foto: Mau Haas / BRMX

Esta é a primeira vez que o piloto brasileiro correrá na Europa. Sua maior experiência fora do Brasil foi um Latinoamericano no Equador.  Ele sonha fazer uma boa apresentação.

– Tenho que mostrar um bom trabalho. A TM não tem ainda piloto na MX2 no Mundial de Motocross… quem sabe o futuro? – indaga o sergipano.

Na volta para o Brasil, após a primeira etapa do “mundialito”, Rodrigo Lama terá as motos da TM à disposição para fazer a temporada do Brasileiro de Motocross.

– Tenho duas motos já e uma virá quando acontecer a etapa brasileira do Mundial de Motocross, em março. Agora preciso arrumar patrocínio para custear minhas viagens. Como tiraram a etapa de Sergipe do Brasileiro de Motocross, ficou tudo muito longe para nós – diz.

Luca Proietti, responsável pela importação da TM no Brasil, complementa a ideia da participação do brasileiro na competição.

– Rodrigo vai passar cerca de 15 dias treinando com os melhores pilotos do Mundial. Nesta época, TODAS as equipes estão treinando na Sardenha, onde o clima é mais ameno, tem 12 pistas profissionais, e o terreno é de areia na maioria delas. A TM nos oferece toda estrutura e temos que apenas arcar com hospedagem e alimentação. Vai ser uma grande oportunidade para Rodrigo poder conviver com estes pilotos e aprender não só dentro das pistas, mas também a questão de preparação física e tudo mais – finaliza.

 

:: Calendário do MX Internacional da Itália

2/fev – Riola Sardo
9/fev – Noto
16/fev – Montevarchi