Roczen e Dungey disputam o título da 450 na última etapa do AMA Motocross 2014 neste sábado, em Utah

A temporada do AMA Motocross 2014 tem sido um verão cheio de emoções no hemisfério norte, e terá, neste sábado, 23, a sua dramática etapa final em Utah. A finalíssima – 12ª etapa do calendário – ocorrerá no Miller Motorsports Park, na cidade de Tooele, arredores de Salt Lake City, onde os companheiros de equipe Ken Roczen e Ryan Dungey, da Red Bull KTM, farão o último confronto de uma batalha que já se estende por toda a temporada, e que vai consagrar o campeão AMA Motocross 2014 categoria 450.

Se a luta pelo título da 450 está acirrada, já o recém-coroado campeão da categoria 250, Jeremy Martin, da Yamalube/Star Racing Yamaha, vai apenas correr a volta da vitória, enquanto a batalha pelo segundo lugar segue ao longo das duas corridas finais.

 

ken_roczen_450_moto_1_indiana_schaaf-2287_600
Roczen está a uma etapa do seu primeiro título na 450 – Foto: Amy Schaaf

 

>>> Acompanhe as provas aqui
>>> Veja a classificação completa do campeonato

Ken Roczen deu um passo importante rumo ao título na última semana, em Indiana. O piloto fez 1-2 com muita chuva e faturou a 11ª etapa do campeonato, abrindo 20 pontos na liderança na frente de Dungey, na categoria 450. O alemão não vencia uma única corrida desde do dia 4 de julho, quando venceu as duas baterias na pista de Redbud, no estado de Michigan. No último fim de semana o piloto se recuperou do que parecia ser um final de temporada tempestuoso e retomou o controle do campeonato. Enquanto Roczen resistiu bravamente às condições traiçoeiras da pista enlameada em Indiana, demonstrando experiência a caminho da liderança, Dungey vacilou e teve seu pior desempenho na temporada 2014.

Dungey quase caiu no gate durante a largada da primeira bateria, mas foi capaz de se recuperar a tempo e lutou para terminar em segundo lugar na primeira corrida. Com tudo na certo para a segunda bateria, Dungey teve outro mau começo e ficou até fora dos top 10 no início. Apesar de seus esforços para fazer uma corrida de recuperação, com a pista bastante enlameada, Dungey conseguiu apenas um nono lugar e ainda ficou em terceiro no pódio geral.

Dungey chega em Utah para encarar um déficit de 20 pontos, e embora muita coisa possa acontecer em duas corridas, é certo que as abordagens de Dungey e Roczen para o final da temporada são provavelmente bastante antagônicas. Para Dungey trata-se de uma perseguição, significa que ele deve entrar em Miller Motorsports Park com uma mentalidade vencedora. Tentar fazer 1-1 pela segunda vez na temporada é tudo Dungey pode fazer para tentar apagar a liderança de Roczen, enquanto o alemão simplesmente precisa manter sua KTM em duas rodas e manter a média que vem fazendo na temporada. Em 22 baterias, Roczen terminou abaixo do quarto lugar apenas duas vezes. Se ele pacientemente correr na sua média e fazer um 4-4 na tarde de sábado, ele ainda garante o título, não importa o que seu companheiro de equipe faça, fato o que certamente lhe trás confiança para entrar na pista em Utah.

 

trey_canard_450_moto_2_indiana_rice_9242_600
Canard, em terceiro, pode atrapalhar a briga dos dois primeiros – Foto: Matt Rice

 

Enquanto as atenções estarão voltadas, sem dúvida, para Roczen e Dungey na tarde de sábado, dois pilotos Honda podem jogar ainda mais lenha na fogueira na etapa derradeira do campeonato. Trey Canard, da equipe Honda Muscle Milk, e Eli Tomac da GEICO Honda, têm intensificado a briga na ponta da tabela das 450cc ultimamente. Enquanto Tomac tem uma vitória overall na sua conta (1-1 na oitava etapa), Canard venceu duas das últimas três corridas e parece estar acertando o passo nessa reta final. São pilotos de elite, e qualquer um deles pode sair vitorioso do Miller Motorsport Park, o que representa uma real preocupação no caminho do primeiro título da carreira de Roczen e aumenta a expectativa em torno do campeonato e do nível de concorrência da categoria principal.

 

eli_tomac_450_moto_1_indiana_schaaf-2339_600
Vencedor inaugural em Utal no ano passado na categoria 250, Tomac espera encerrar 2014 com sua segunda vitória da carreira na 450 – Foto: Amy Schaaf

 

Com a melhor campanha na temporada 2014, indiscutivelmente, Jeremy Martin conquistou o título antecipado, na semana passada em Indiana e se consagrou campeão do AMA Motocross 2014 na categoria 250. A vitória foi apenas mais um episódio de impressionante esforço que Martin vem fazendo durante toda a temporada neste verão. O piloto reinou absoluto, apesar de ter sido considerado azarão no início do campeonato, depois da campanha bastante irregular que teve no AMA Supercross. No entanto, depois da abertura em Glen Helen, ele foi sempre o piloto a ser batido a cada fim de semana, e possui a rara distinção de liderar o campeonato ao longo de toda a temporada, feito que o coloca no hall da elite do esporte junto com nomes como Ricky Carmichael, James Stewart e, mais recentemente, Blake Baggett.

 

jeremy_martin_250_moto_2_indiana_rice_9411_600
Com uma campanha impecável, Jeremy Martin corre em Utah para comemorar – Foto: Matt Rice

 

Jeremy teve algumas vitórias espetaculares na temporada, e até a segunda bateria na semana passada ele terminou todas as corridas sempre entre os 10 primeiros, um feito que ninguém mais na categoria pode compartilhar. Tem sido uma temporada dos sonhos para o Martin em seu segundo ano competindo na 250, incluindo a sua primeira vitória no Spring Creek MX Park, da propriedade da família Martin, e o surgimento de seu companheiro de equipe, Cooper Webb, como o seu maior rival, que só aumentou a emoção na 250.

Enquanto Martin poderá saborear seu dia de campeão em Utah, a sua equipe, Yamalube/Star Racing Yamaha, ainda estará trabalhando duro para tentar fechar o ano com a dobradinha Martin e Webb. Atualmente, Webb está em terceiro no campeonato, apenas dois pontos atrás de Blake Baggett que é o segundo. No ano passado, em Miller Motorsports Park, Baggett fez 2-2, e está claro que ele está mais do que ponto bater ambos os pilotos da Yamaha, se necessário, para segurar o segundo lugar no campeonato. Marvin Musquin também está à espreita, em quarto lugar, apenas cinco pontos atrás de Webb.

 

cooper_webb_250_moto_2_indiana_schaaf-2843_600
Webb quer completar a dobrdinha para a Star Racing Yamaha em 2014 – Foto: Amy Schaaf

 

A pista de Miller Motorsports Park foi renovada, enormes quantidades de areia foram trazidos para complementar o novo layout, muitos dos obstáculos da pista foram redesenhados para melhorar a ação na pista e ao mesmo tempo tornar a experiência geral dos pilotos e do público mais agradável. Recentemente, o piloto Landed Powell, que é nativo do estado de Utah, experimentou a pista atualizada e compartilhou um vídeo com as suas impressões. (https://www.youtube.com/watch?v=FB-PqwOhzVM)

A atmosfera de final de campeonato em Utah teve início no ano passado, quando o estado estreou no calendário do campeonato, e na ocasião Ryan Villopoto e Eli Tomac não só se tornaram os primeiros vencedores no Miller Motorsports Park, mas também conquistaram os respectivos títulos nas categorias 450 e 25, respectivamente. Dessa vez Roczen ou Dungey darão continuidade a esse legado no próximo sábado.