Resumão da rodada: 10 fatos importantes do fim de semana 25/junho

Fim de semana dos dias 24 e 25 de junho foi recheado de motocross no Brasil, Europa e Estados Unidos. Abaixo, confira 10 fatos importantes do Arena Cross, Mundial de Motocross e AMA MX.

 

1 :: Cairoli mitando

TC222 está na ponta dos cascos – Foto: MXGP

Aos 31 anos de idade, Tony Cairoli mostrou técnica e resistência na etapa deste fim de semana. Correndo em casa, TC222 segurou Jeffrey Herlings que tem 9 anos menos que ele e é considerado o “rei da areia” em uma pista bem arenosa e sob calor de 30 graus. Está muito forte e segue rumo a seu nono título mundial.

 

 

2 :: Gajser fora de ritmo

Gajser – Foto: HRC

Tim Gajser voltou a competir neste fim de semana depois semanas parado por causa de lesão no ombro. Fez 10-11 nas baterias e disse ter sentido o cansaço e a falta de ritmo. Até brigou pelas primeiras colocações na bateria 1 mostrando que a velocidade ainda está lá, mas cansou e ficou para trás.

 

 

3 :: O que acontece com Desalle?

Desalle – Foto: Kawasaki

Clement Desalle, vencedor dos últimos dois GPs antes da parada italiana, sucumbiu em Ottobiano.  Caiu feio no sábado e fez 8-7 nas baterias e caiu para a terceira colocação no campeonato, três pontos atrás de Gautier Paulin, que foi bem no fim de semana e subiu um degrau.

 

 

4 :: Anthony Rodriguez

Anthony Rodriguez – Foto: HRC

O venezuelano Anthony Rodriguez estreou no Mundial de MX neste fim de semana. No sábado, caiu um par de vezes na corrida classificatória e abandonou a prova para checar se não teria nenhuma lesão grave. No domingo, voltou à pista e fez 16-16 nas baterias. Em seus comentários, disse que esperava ficar no Top 10, mas que escolher o gate por último (por ter abandonado no sábado) prejudicou seus resultados. Também falou que gostou do grid de largada sobre a grade de metal.

 

 

5 :: Nos EUA, Tomac e Anderson

A etapa de Muddy Creek do AMA MX deu a vitória overall para Eli Tomac, mas ele e Jason Anderson fizeram exatamente o mesmo número de pontos (47), pois cada um ganhou uma bateria e ficou em segundo na outra. Melhor para Tomac que diminuiu um sua diferença na tabela de classificação em relação ao líder Blake Baggett, que acabou em terceiro nas duas corridas de sábado.

 

 

6 :: Campeonatos se ganham em dias ruins

A frase é clichê no mundo dos esportes, e talvez este tenha sido um sábado ruim/bom para Blake Baggett. Ele manteve a liderança após cair nas duas baterias da quinta etapa. Na segunda prova, caiu na largada e fez grande corrida de recuperação.

 

 

7 :: Plessinger mostra serviço

Muitos acreditam neste garoto de 20 anos como um dos grandes potenciais para o futuro do motocross. Neste sábado, ele ganhou pela segunda vez uma etapa de AMA MX fazendo 1-2 nas baterias (com dois holeshots). Perdeu a segunda para Zach Osborne, que segue na liderança do campeonato.

 

 

8 :: Matiss Karro machucado

Matiss – Foto: Tiago Lopes

O letão Mattis Karro machucou o joelho durante os treinos do Arena Cross Brasil em Criciúma, no sábado. Por isso o piloto da Honda Mobil ficou fora das baterias da noite e não pontuou na etapa. Ainda não se sabe a gravidade da lesão e quanto tempo ele ficará fora de combate.

 

 

9 :: Jean Ramos abre vantagem

Jean Ramos – Foto: Victor Silva

O paranaense Jean Ramos abriu 18 pontos de vantagem o Arena Cross 2017. Levando em consideração que no Arena as baterias valem 20 pontos, o piloto da Yamaha tem uma “gordura” interessante no campeonato. Restam 6 baterias em 3 etapas a serem disputadas. Se um entre Adam Chatfield e Hector Assunção, que estão empatados na vice-liderança, ganhar todas as baterias e Jean ficar em segundo em todas, eles chegariam empatados em pontos ao final do campeonato.

 

 

10 :: Paulo Alberto é dúvida no Mundial

Paulo Alberto – Foto: Victor Silva

O português Paulo Alberto estava muito bem na prova do Arena em Criciúma. Encaixou na pista, estava rápido, venceu a primeira bateria, mas foi para casa com uma pulga atrás da orelha. Durante o Duelo 1×1, Paulo caiu e bateu o joelho direito. Correu com dores e no fim estava mancando. Disse que vai tentar correr o Mundial de Motocross em Portugal no próximo fim de semana, mas somente se não estiver sentindo dor alguma.