Roman Jelen na MX3 e Leonardo Limberger na Intermediária faturam a Copa Brasil de Motocross 2015

Yamaha

NOTA DA REDAÇÃO: Pedimos desculpas pela demora na atualização do site. Tivemos muitos contratempos nos últimos dias e isso atrapalhou o funcionamento normal da equipe BRMX.

Resultados Intermediária
Largada da Intermediária – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A final da Copa Brasil de Motocross 2015 aconteceu na cidade de São José, Santa Catarina, nos dias 17 e 18 de outubro. No sábado, 17, a categoria Intermediaria entrou na pista para a primeira corrida da etapa, na qual o piloto gaúcho, Leonardo Limberger venceu e foi o campeão de 2015. Já a MX3 correu no domingo, 18, em prova única na competição, vencendo o esloveno Roman Jelen. Confira abaixo mais detalhes.

 

Esloveno fica com o troféu na categoria MX3

copabrasil_mauhaas-4
Roman Jelen em São José – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Roman Jelen recém desembarcou em terras tupiniquins e já faturou o título da Copa Brasil de Motocross 2015. Neste domingo, 18, o piloto da IMS Racing ganhou a corrida realizada em São José, Santa Catarina, e ficou com o troféu da categoria MX3, para atletas com 35 anos ou mais, na primeira edição da competição.

O estrangeiro assumiu a liderança da prova nas primeiras voltas e abriu vantagem para vencer dando espetáculo para as 15 mil pessoas que prestigiaram o evento. A briga pela segunda colocação ficou entre o gaúcho Douglas Parise, o catarinense Milton Becker e o paranaense Paulo Stédile, que voltou a competir motocross em uma prova de nível nacional depois de 11 anos.

– Gosto muito do Brasil, sou casado com uma brasileira, e estou muito feliz por estar aqui e ter a oportunidade de competir. A pista estava bastante técnica, com muitas canaletas e buracos, e isso tornou as coisas um pouco mais fáceis para mim, porque estou acostumado com pistas assim. No começo todos estavam andando muito forte, e eu não estava tão solto, acabei caindo, mas levantei rápido. Depois ainda bati meu dedo e corri com muita dor. Estou feliz por vencer e me divertir, por conhecer novas pessoas e trazer algum conhecimento aos pilotos mais novos. Gostaria de agradecer ao Wellington Valadares (chefe da equipe IMS Racing) e ao Mike (amigo e mecânico) e todos os meus patrocinadores – disse Jelen.

 

Resultados

copabrasil_mauhaas-5
Pódio da MX3 – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Resultado da etapa
saojose_prova_mx3d

 

Classificação final
1. Roman Jelen – 25 pontos
2. Douglas Parise – 22 pontos
3. Milton Becker – 20 pontos
4. Paulo Stedile – 18 pontos
5. Erivelto Nicoladelli – 16 pontos
6. Willian Guimarães – 15
7. Vagner Lachi – 14
8. Leandro Schwindt – 13
9. Mariana Balbi – 12
10. Anisio Clasen – 11
11. Amilton de Amorim Junior – 10
12. Lawrence Tasca – 9
13. Rene de Albuquerque – 8
14. Gustavo Visoto – 7
15. Alessandri Dias – 6
16. Markolf Berchtold – 5
17. Marcos Benetatti – 4
18. Maiara Basso – 3
19. Ricardo Franzini – 2
20. Fabiano Ribeiro -1

 

Categoria Intermediária é decidida no critério de desempate

copabrasil_mauhaas-2
Leonardo Limberger comemorando após vencer a etapa – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Leonardo Limberger saltou na frente logo na largada da categoria Intermediária, reservada a pilotos amadores, e foi abrindo vantagem volta a volta da prova realizada no sábado, 17. Ele havia terminado a primeira etapa, em Indaiatuba, na décima posição e a liderança na prova de São José lhe colocava na briga direta pelo título. Mas, havia um adversário forte a ser batido. O catarinense Jacson Keil conquistou o quinto lugar na abertura, e largou atrás na etapa catarinense e foi conquistando posições terminando em terceiro lugar. Na somatória das duas corridas, empate entre ambos com 36 pontos. O critério para definir o campeão, de acordo com o regulamento, é o melhor resultado na última corrida, e assim o título foi para o Rio Grande do Sul com a família Limberger.

 

Resultados

copabrasil_mauhaas-3
Pódio da categoria Intermediária – Foto: Mau Haas

 

Resultado da etapa
saojose_prova_intermediaria

 

Classificação final
1. Leonardo Limberger – 36 pontos
2. Jacson Keil – 36 pontos
3. DiegoTavares – 30 pontos
4. Mateus Kunz – 27 pontos
5. Rodrigo Marçal – 25 pontos
6. Rodrigo Guimarães – 25
7. Vinícius Macarini – 24
8. Marcos de Moraes – 22
9. Leonardo Dambrós – 22
10. Daniel Mendes – 18
11. Lucas Gadotti – 18
12. Leonardo Melchert – 17
13. Nicolas Oliveira – 16
14. Luís Felipe Fietz – 13
15. Tallys Brito – 13
16. Murilo Tomazelli – 12
17. Hugo Philippe – 12
18. Markolf Berchtold – 9
19. Lucas Marçal – 9
20. Francisco Salmito – 8
21. Matheus Emilio – 8
22. Matias Enemark – 6
23. Vinicius Rangel – 6
24. Rodrigo Galiotto – 5
25. Alex Cavalca – 5
26. Diego Heinig – 4
27. Diogo S. Malheiro – 4
28. Lawrence Tasca – 3
29. João Paulo de Camargo – 3
30. Renato Lehmkuhl – 2
31. João Vitor “Gardenal” Souza – 2
32. Osmair Cipriano – 1
33. Edson de Angelis – 1

Yamaha