Resultados da 16ª etapa do Mundial de Motocross 2019: GP da Suécia

Se no fim de semana passado conhecemos os campeões de 2019 da categoria 450 no AMA Motocross e Mundial de Motocross (nesta última competição conhecida pelo nome de MXGP), neste fim de semana foi a vez de conhecer os campeões da categoria 250 nas duas competições (No Mundial de Motocross, a 250 chama-se MX2).

No sábado, 24, Adam Cianciarulo faturou o título no AMA Motocross. No domingo, 25, durante o GP da Suécia em Uddevalla, válido pela 16ª rodada do Mundial de Motocross, foi a vez do espanhol Jorge Prado, da equipe Red Bull KTM, faturar o bicampeonato da MX2.

 

Jorge Prado, bicampeão mundial de motocross na categoria MX2

 

Prado foi apenas o 3º colocado na soma geral das baterias. A vitória ficou com o francês Tom Vialle, da KTM, seguido pelo holandês Calvin Vlaanderen, da Honda, em 2º.

 

Tom Vialle

 

No campeonato, restam duas rodadas e 100 pontos em disputa. A vantagem de Prado para o dinamarquês Thomas Kjer Olsen, da Rockstar Energy Husqvarna, é de 145 pontos, ou seja, é impossível alcançá-lo na liderança.

O brasileiro Gustavo Pessoa foi o 31º colocado na soma geral da MX2, sem conseguir pontuar nas duas baterias. No campeonato, Gustavo é o 30º colocado com 24 pontos somados.

Na categoria MXGP, pela segunda rodada consecutiva a vitória na soma geral das baterias ficou com o holandês Glenn Coldenhoff, da Red Bull KTM. Recém coroado bicampeão e correndo de sangue doce, o esloveno Tim Gajser, da HRC Honda, foi o 2º colocado.

 

Glenn Coldenhoff

 

O letão Pauls Jonass, da Rockstar Energy Husqvarna, completou o pódio em 3º. Com seus campeões definidos, a temporada 2019 do Mundial de Motocross agora dá um intervalo de uma semana e volta no dia 8 de setembro, com GP da Turquia, a ser disputado em Afyonkarahisar.

 

Melhores Momentos

 

Soma das baterias MXGP

 

Soma das baterias MX2

 

Classificação MXGP

 

Classificação MX2