Rally Piocerá 2021: Jomar Grecco é o grande campeão nas motos

Jomar Grecco – Foto: Gustavo Epifanio

 

O Rally Piocerá 2021 terminou no sábado, 30 de janeiro, com vitória e lugar mais alto do pódio para grandes nomes do motociclismo nacional. Foram quatro dias de disputas, com largada em Teresina, Piauí, e chegada em Aquiraz, Ceará, com cerca de 1.000 quilômetros percorridos, passando também por Piripiri, Piauí, Ubajara e Canindé, Ceará. A 34ª edição da tradicional prova do off-road nacional é válida pelo Brasileiro de Enduro de Regularidade 2021. Das 11 categorias das motos, nove consagrou pilotos campeões, alguns inéditos.

Foi o caso de Jomar Grecco (#2), da categoria Master. O capixaba é tricampeão brasileiro de enduro de regularidade e vencedor das principais provas nacionais da modalidade.

– Sem palavras para descrever esse momento. Venho buscando esse título há 15 anos. É o único que faltava na minha galeria e a conquista foi com muita garra e força. Quero agradecer a todos que torceram por mim e que o Cerapió 2022 seja ótimo tanto como esse foi – destacou.

A segunda colocação da categoria ficou com Guilherme Cascaes (#12), seguido de Emerson Loth (#1), campeão de 2020.

Na Sênior, o título de 2021 do Rally Piocerá ficou com Gabriel Soares (#26), o “Tomate”. Embora seja sua primeira conquista no enduro de regularidade, o piloto oficial da Honda Racing é também o atual campeão brasileiro de enduro FIM na categoria E2.

– Estou muito feliz com o meu desempenho na competição. A meta era a vitória e eu havia me preparado para isso. Estava confiante desde o início e deu tudo certo – comemorou.

O vice-campeonato ficou com Erasmo Schwanz (#21).

Gabriel Soares – Foto: Gustavo Epifanio

 

Dário Júlio (#30), também da equipe Honda, faturou o hexacampeonato do Rally Piocerá/Cerapió. Neste ano, ele subiu no lugar mais alto na Over 40.

– A prova é fantástica, muito técnica e longa. A edição deste ano foi diferente, com grande diversidade de terreno e de clima. Chegamos a pegar frio no Ceará, uma situação inédita para mim. Estou muito feliz em começar um ano com essa conquista – ressaltou.

Claudio Ribeiro (#38) terminou em segundo lugar na categoria.

Dário Júlio – Foto: Gustavo Epifanio

 

Outro que ganhou seu primeiro título da competição foi Thiago Veloso (#42), vencedor de grandes provas de regularidade e rally cross country. O piloto mineiro estreou no Rally Piocerá neste ano e levou a melhor na categoria Brasil, exclusiva para motos nacionais.

– Estou muito contente pelo título. A chegada com o visual das dunas de Aquiraz não tem preço. É para coroar os quatro dias e agradecer por ter dado tudo certo – declarou.

A segunda posição ficou com Tiago Wernersbach (#44), outro estreante na prova, tricampeão brasileiro de enduro FIM.

Na Over 45, Sandro Hoffmann (#122) alcança a marca de 13 títulos no Rally Piocerá nas motos. Ele é o maior vencedor da categoria.

– Muito feliz com essa conquista, no ano que completo 20 participações no Rally Piocerá/Cerapió. Tenho um imenso carinho por essa prova e já vou começar a preparação para 2022 – ressaltou.

Leildo Silva (#125) terminou em segundo lugar.

O campeão da Júnior de 2021 foi Matheus de Moura (#64), que já tinha no currículo outro título da competição.

– Ano passado vim pela primeira vez e fui campeão da Novatos. Neste ano, subi para a Júnior e novamente conquistei o título – contou.

O vice-campeonato ficou com Bárbara Neves (#72), única mulher inscrita na modalidade motos.

Péricles Dutra (#51), campeão da Over 50, é outro que coleciona títulos no Rally Piocerá/Cerapió.

– Já ganhei sete vezes. É muito especial participar aqui, com gente de vários estados e de alto nível. É sempre uma prova bem difícil e dura – destacou.

Cleber Sacramento (#55) foi o segundo colocado.

Entre os Novatos, José Airton Cunha Junior (#90) foi o grande vencedor da categoria.

– Era meu sonho competir e estar aqui. Estou muito feliz e não quero deixar de participar mais – revelou. Quem ficou com a segunda posição foi Rieli Coelho (#76).

Thiago Franco (204A) e Wenderson Duarte, o “Nenel” (204B), venceram nas Duplas Graduadas. É o bicampeonato para Nenel, que levou mais uma vez o título para o Rio de Janeiro.

– É uma honra ganhar novamente e poder representar toda a nossa galera, principalmente o Saul (Zakkour), que ficou fora neste ano.

Marino Alves (203A) e José de Padua (203B) completaram a prova em segundo lugar.

Victor (210A) e José Alfredo Wanderley (210B) faturaram a Dupla Novatos.

– Foi uma surpresa esse título. É a realização de um sonho participar ao lado do meu pai, em um evento de grande prestígio como o Rally Piocerá – destacou Victor.

O vice-campeonato ficou com Alexandre Vaz (211A) e José Ferreira (211B).

Na Moto Rally, categoria na qual os participantes fazem o percurso dos carros, quadriciclos e UTVs, Rogério Almeida (#116), venceu pelo segundo ano a disputa.

– Ano passado comemorei meus 30 anos de off-road. Comecei no Piocerá e foi muito prazeroso. Esta é a minha sexta vitória na competição e estou muito feliz – contou.

Bruno dos Santos (#101) ficou em segundo.

 

Master

1º Jomar Grecco #2 – Domingos Martins, Espírito Santo – 79 pontos

2º Guilherme Cascaes #12 – Tubarão, Santa Catarina – 78 pontos

3º Emerson Bomba #1 – Curitiba, Paraná – 74 pontos

4º Helâindo Onofre #6 – Santa Quitéria, Ceará – 72 pontos

5º Pedro Henrique Castro Lage #5 – Timóteo, Minas Gerais – 72 pontos

 

Sênior

1º Gabriel Soares #26 – Divinópolis, Minas Gerais – 84 pontos

2º Erasmo Schwanz #21 – Marechal Floriano, Espírito Santo – 74 pontos

3º Gustavo Ferraz #28 – Poços de Caldas, Minas Gerais– 70 pontos

4º Gabriel Carneiro Calcado #24 – Ubá, Minas Gerais – 68 pontos

5º Wellington Ortega #22 – Ji-Paraná, Rondônia – 64 pontos

 

Over 40

1º Dário Júlio #30 – Lavras, Minas Gerais – 97 pontos

2º Cláudio Roberto Ribeiro #38 – Ubá, Minas Gerais – 78 pontos

3º João Caçador #19 – Além Paraíba, Minas Gerais – 76 pontos

4º Jony Jachtchechen #32 – Curitiba, Paraná – 74 pontos

5º Sandro Osmar Conci #16 – Fortaleza, Ceará – 64 pontos

 

Brasil

1º Thiago Veloso #42 – Três Pontas, Minas Gerais – 97 pontos

2º Tiago Wernersbach #44 – Marechal Floriano, Espírito Santo – 87 pontos

3º Pedro Paulo Viana #41 – Ji-Paraná, Rondônia – 82 pontos

4º Cleverson de Oliveira #40 – Ji-Paraná, Rondônia – 74 pontos

5º Elton Pereira #43 – Ji-Paraná, Rondônia – 64 pontos

 

Over 45

1º Sandro Hoffmann #122 – Venda Nova do Imigrante, Espírito Santo – 100 pontos

2º Leildo Silva #125 – São José dos Campos, São Paulo – 86 pontos

3º Fábio Mourão #119 – Poços de Caldas, Minas Gerais – 78 pontos

4º Carlos Roberto Santana #120 – São José dos Campos, São Paulo – 72 pontos

5º Alexei Morastoni #123 – São Miguel do Iguaçu, Paraná – 68 pontos

 

Júnior

1º Mateus Bernardes de Moura #64 – Palmas, Tocantins – 84 pontos

2º Bárbara Neves #72 – Aparecida De Goiânia, Goiânia – 77 pontos

3º Lucas Silveira Mendes #70 – Conceição dos Ouros, Minas Gerais – 74 pontos

4º Henilton Pinheiro #74 – Palmas, Tocantins – 65 pontos

5º Antônio Marcos Lopes Júnior #75 – Marabá, Pará – 63 pontos

 

Over 50

1º Péricles Dutra #51 – Londrina, Paraná – 94 pontos

2º Cléber Esteves Sacramento #55 – Belo Horizonte, Minas Gerais – 81 pontos

3º Eduardo Gladimir Dranka #127 – Rio Negrinho, Santa Catarina – 80 pontos

4º Juvenal Alves dos Santos #49 – Aracaju, Sergipe – 71 pontos

5º Franklin Antonio Marques #45 – Goiânia, Goiânia – 66 pontos

 

Novatos

1º José Airton da Cunha Junior #90 – Aracaju, Sergipe – 81 pontos

2º Rieli Meneses #76 – Piripiri, Piauí – 75 pontos

3º Daniel Ferreira de Paiva #80 – Guaraciaba do Norte, Ceará – 74 pontos

4º Rafael Rodrigues Moreira Neto #124 – Palmas, Tocantins – 66 pontos

5º Tarcísio Augusto Gomes De Oliveira #78 – Belém, Pará – 66 pontos

 

Duplas Graduados

1º Thiago Caldas Franco #204A – Petrópolis, Rio de Janeiro – 93 pontos

Wenderson de S. Duarte #204B – Petrópolis, Rio de Janeiro – 93 pontos

 

2º Marino Botta Alves #203A – São Sebastião do Pará, Minas Gerais – 88 pontos

José Carlos de Padua#203B – São Sebastião do Pará, Minas Gerais – 88 pontos

 

3º Paulo Picacio Barroso Cabral #206A – Fortaleza, Ceará – 81 pontos

Rodrigo Gondim de Oliveira #206B – Fortaleza, Ceará – 81 pontos

 

4º Luis Marinho da Cruz #202A – Eusébio, Ceará – 74 pontos

Antônio Fagner Cyrino Viana #202B – Eusébio, Ceará – 74 pontos

 

5º Francisco Ney Queiroz de Araújo #214A – Capanema, Pará – 68 pontos

Heverton Rodrigo Ramos de Sousa # 214B – Capanema, Pará – 68 pontos

 

Duplas Novatos

1º Victor José Wanderley #210A – União Dos Palmares, Alagoas –  94 pontos

José Aparecido Ferreira #211B – São Paulo, São Paulo – 94 pontos

 

2º Alexandre Vaz #211A – São Paulo, São Paulo – 92 pontos

José Aparecido Ferreira #211B – São Paulo, São Paulo – 92 pontos

 

3º Herbert Gomes Hardman #209A – Aracaju, Sergipe – 80 pontos

José Carlos De Jesus #209B – Barra dos Coqueiros, Sergipe – 80 pontos

 

4º Nilson Cruci #207A – Osasco, São Paulo – 74 pontos

Marcos Augusto Costa #207B – São Paulo, São Paulo – 74 pontos

 

Motos Rally

1º Rogério Almeida #116 – Fortaleza, Ceará – 231 pontos

2º Bruno Nepomuceno Rocha Dos Santos # 101 – Fortaleza, Ceará – 211 pontos

3º Laércio Bezerra Filho #113 – São Luís, Maranhão – 198 pontos

4º Gustavo Aguillar Teixeira #126 – Teresina, Piauí – 166 pontos

5º Eudes Barbosa Júnior #104 – Teresina, Piauí – 165 pontos