Primeiras impressões da penúltima etapa do BRMX 2013

foz2013
Pista plana e com poeira levantando – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A sétima etapa do Brasileiro de Motocross 2013 começou com dia ensolarado em Foz do Iguaçu, Paraná. Equipes e pilotos estão todos instalados no motódromo da praia artificial de Três Lagoas, ao lado de um belo visual e de uma pista em terreno plano.

Na manhã deste sábado aconteceram os treinos livres. À tarde rolam os treinos cronometrados de todas as categorias e provas da MX4, 65cc e Nacional 230cc. No domingo, 20, serão as provas das categorias MXF, 50cc, Júnior, MX3, MX2 e MX1.

Estão inscritos nesta etapa 220 pilotos de todo o Brasil e também do exterior. Além do espanhol Carlos Campano, do inglês Adam Chatfield, dos portugueses Joaquim Rodrigues e Paulo Alberto, do venezuelano Humberto Martin, que já fazem o campeonato, seis pilotos do Paraguai confirmaram a participação. Daniel Fretes Portiolli, que é de Pedro Juan Caballero, é um deles. O piloto corre no Campeonato Paraguaio na MX2, e decidiu mais uma vez participar do Brasileiro.

– Vou correr também na MX2. Vim aqui porque para mim é mais próximo, estou mais ou menos a 650km daqui. Gosto de muito de correr, e decidi pegar mais experiência – revela Daniel.

>>> Confira a galeria de imagens de sábado

Só do estado do Paraná são 43 pilotos que participam desta etapa. Desses, quatro são de Foz do Iguaçu. Junior Oliveira e Maicon Moreira, ambos de 16 anos, são dois deles. Eles entrarão nas disputas da MX2 e contam com a vantagem de correr em casa para conseguirem um bom resultado.

– Conhecer a pista ajuda bastante. A gente já sabe alguns atalhos e a torcida provavelmente vai dar um empurrão para que a gente consiga dar o nosso melhor – conta o piloto Junior Oliveira. Maicon disputa pela segunda vez uma etapa do Brasileiro de Motocross. Em 2012 terminou em 12º na categoria Junior, mas agora pensa em um lugar mais alto.

– Minha intenção é conseguir uma boa colocação. Quando a gente entrar para correr quer buscar o primeiro lugar, mas se alcançar o pódio já é uma vitória – ressalta o piloto.

A briga pelo campeonato na categoria MX2 está entre os pilotos Honda, Paulo Alberto e Thales Vilardi. Na MX1, Balbi Junior (Pro Tork 2B Kawasaki) e Adam Chatfield (IMS Honda) lideram a categoria, enquanto Carlos Campano (Yamaha Grupo Geração) corre por fora em busca do bicampeonato.

>>> Acesse a classificação completa

Milton “Chumbinho” Becker pode ser campeão antecipado da categoria MX3 neste domingo. Se alcançar o feito, o catarinense chegará a seu 19º título nacional (contando títulos do Brasileiro de Motocross, Supercross, Arena Cross e Superliga Brasil de Motocross).