Prévia: Red Bull Straight Rhythm 2018

Quem vence o Red Bull Straight Rhythm 2018?!

 

Sucesso consolidado há quarto anos, a edição 2018 do Red Bull Straight Rhythm acontece neste sábado, 20, em Pomona na Califórnia, e mais uma vez irá confrontar grandes nomes do motocross, numa longa reta com várias sessões rítmicas de supercross, ou, como costumamos dizer, sessões de encaixes, com saltos e obstáculos de todos os tipos e tamanhos.

Entre os nomes confirmados estão Ryan Dungey, Ryan Villopoto, Gared Steinke, Shane McElrath, Jordon Smith, Ronnie Mac, Ryan Sipes, Christophe Pourcel, Josh Grant, Tyler Bowers, Vince Friese, Mike Alessi, Ryan Morais, Cedric Soubeyras, Darryn Durham, Johnny Jelderda, Mike Brown, Cameron McAdoo e Kyle Partridge na categoria 250.

Na categoria 150 os nomes confirmados são: Gared Steinke, Colton Aeck, AJ Catanzaro, Christophe Pourcel, Carson Brown, Ryan Surratt, Luke Renzland, Chance Fullerton e Chase Marquier.

O legal das duas categorias é que todos estarão pilotando motos 2 tempos.

Na 250, Darryn Durham estará pilotando uma moto elétrica da Alta Motorsports.

 

Construção da pista do Red Bull Straight Rhythm 2018

 

Como assistir ao vivo

Você pode assistir ao vivo, neste link, as emoções do Red Bull Straight Rhythm 2018, conforme a programação abaixo.

 

Programação

Horário Oficial de Brasília

18h – Classificatórias 150

18h20 – Classificatórias 250

21h40 – Quartas-de-final

22h – Semifinais

22h30 – Disputa pelo 3º lugar e finais

23h – Premiação

23h30 – Encerramento

 

Motivos para assistir o Red Bull Straight Rhythm 2018

É claro que bons motivos para assistir essa divertidíssima competição não faltam, separamos os principais para vocês.

 

Motos retrôs

Um dos destaques do Red Bull Straight 2018 é o grande número de homenagens “retrôs” que vários pilotos irão prestar aos anos 90.

E claro, tudo está sendo guardado à sete chaves, para não estragar as surpresas.

Os grafismos da moto AJ Catanzaro serão uma homenagem retrô a uma das motos de James Stewart.

O mesmo irá fazer Luke Renzland, usando os grafismos da Honda Pro Circuit que Jeremy Mcgrath pilotou na temporada de 1991.

Renzland também usará um capacete retrô com os grafismos de 2001, quando Mcgrath era patrocinado pela Bud Light (cerveja sem álcool).

E os rumores dizem que Ryan Villopoto também está preparando uma surpresa neste sentido.

 

Retorno de Dungey

Não vemos Ryan Dungey competir desde que anunciou sua aposentadoria, em 2017, após o tetracampeonato no AMA Supercross.

Dungey já participou de eventos e algumas corridas.

A Red Bull divulgou nesta semana um vídeo dele (confira abaixo) dando algumas voltas de 2 tempos.

Como será o desempenho dele?

 

Confronto de aposentados

Ryan Dungey, Ryan Villopoto, Christophe Pourcel, Mike Alessi e Mike Brown.

O que todos esses pilotos têm em comum?

Eles já se aposentaram e hoje aparecem apenas esporadicamente em competições, quando são convidados, correndo apenas por diversão.

Quem será que leva a melhor?

 

Pourcel está de volta

Assim como Dungey, Christophe Pourcel não aparece em competições desde que se aposentou, em dezembro do ano passado.

Para quem é fã do ex-campeão do AMA Supercross na categoria 250SX Costa Leste, vale a pena conferir o desempenho do francês.

 

Durham de moto elétrica

Apesar da Alta Motors ter encerrado temporariamente suas operações (leia a notícia completa aqui) a marca vai estar presente no Red Bull Straight Rhythm 2018, com o piloto Darryn Durham.

Como será o desempenho dele pilotando uma moto elétrica?

Só assistindo para sabermos!

 

Ronnie Mac em ação

Nunca sabemos qual vai ser a próxima travessura de Ronnie Mac, mas sua presença já é garantia de muita diversão e risadas.

O que será que ele vai aprontar desta vez?