Piocerá 2021: serras, dunas de areia, muita pedra e mata fechada fazem a 34ª edição

Piocerá 2021 começa nesta quarta-feira, 27 – Foto: divulgação

 

Em poucas horas o Rally Piocerá – ou Cerapió – irá levantar poeira em Teresina, Piauí, onde ocorre a largada promocional da 34ª edição. Os pilotos do enduro de regularidade, que correm em busca dos primeiros pontos da temporada 2021, terão um caminho difícil pela frente, com trechos mistos lotados de pedras, areia e muitas subidas e descidas – consequência da cadeia de montanhas presente na região. A chegada está prevista para o sábado, 30 de janeiro, em Aquiraz, 37 quilômetros distantes da capital do Ceará.

Todos os anos o grau de dificuldade das provas surpreende desde os novatos até os mais experientes. De acordo com o diretor de prova das motos, Edimilson Campos, a organização altera os percursos independente do local de início da prova. Tradicionalmente a largada é revezada entre as duas capitais: Teresina e Fortaleza.

– Sempre mudamos o percurso, inclusive as cidades que estão no roteiro, para que não fique repetitivo e os pilotos tenham novos desafios.

– Além disso, os trechos que exigem menos técnica dos navegantes ganham espécies de “balaios”, para “cobrar” dos pilotos uma navegação mais precisa e uma pilotagem mais focada – explica Campos.

 

Roteiro

 

Quarta-feira – 27/01

A cronometragem oficial começa na quarta-feira, dia em que as motos saem de Teresina, Piauí, e vão até Piriri, passando pelas cidades de Altos, Campo Maior e Cocal da Telha, todas no Piauí. O trecho de 276 quilômetros oferece um alto grau de dificuldade, que exigirá dos pilotos muita técnica e preparo físico. O roteiro começa travado, com muitas pedras e passagem pelo meio das carnaúbas: tudo isso em um terreno de características montanhosas. Algumas horas depois a areia predomina no caminho, com retorno para as serras cheias de cascalho apenas no fim do dia.

 

Quinta-feira – 28/01

No segundo dia, os competidores saem de Piriri e atravessam o Estado rumo a Ubajara, no Ceará. É o trecho mais curto e mais rápido: 187 quilômetros em cinco horas e vinte minutos. No início os pilotos passarão por estradas abandonadas, com trechos de pedras e trilha no meio de vegetação nativa. A situação muda na divisa dos Estados, onde predomina um trecho longo de areia fofa, que deve exigir uma alta performance das motos – além dos laços para apimentar a navegação. Ao final do percurso, as pedras voltam a aparecer.

 

Sexta-feira – 29/01

A manhã seguinte dará início ao dia mais longo e cansativo da competição. Serão 321 quilômetros e mais de nove horas de prova. O roteiro vai de Ubajara até Canindé, passando pelas cidades de Guaraciaba do Norte, Santa Quitéria e Itatira, todas no Ceará. O começo deve ser mais fácil, com estradas de terreno plano próximas a plantações, no alto da Serra da Ibiapaba. Em seguida, os pilotos entram no sertão, onde é possível utilizar a técnica de pilotagem rápida. No fim do dia, trechos de serra, mais pedras e passagem por uma região mais seca.

 

Sábado – 30/01

No sábado o percurso terá uma grande variedade de terrenos. Serão 194 quilômetros finais que levarão os navegadores até Aquiraz, Ceará, para encerrar a prova. Após 15 quilômetros de estrada eles chegam na serra, com uma grande sequência de subidas, descidas e pedras em meio a mata atlântica. A subida possui 700 metros de altitude. Depois de descer a serra, a prova entra em uma parte plana, no sentido a Fortaleza, com menor grau de dificuldade. Para encerrar, dunas e areias, já na região de Aquiraz.

A prova é válida como 1ª etapa do Brasileiro de Enduro de Regularidade 2021. O calendário completo da modalidade pode ser conferido aqui.

 

Programação Rally Piocerá 2021

 26/1 – terça-feira – Teresina, Piauí.

Vistoria técnica, briefing virtual e largada promocional.

 

27/1 – quarta-feira – 1º dia

Motos – Teresina a Piripiri, Piauí – 257 km – 7h05min de prova

 

28/1 – quinta-feira – 2º dia

Motos – Piripiri, Piauí, a Ubajara, Ceará – 187 km – 5h20min de prova

 

29/1 – sexta-feira – 3º dia

Motos – Ubajara a Canindé, Ceará – 320 km – 9h10min de prova

 

30/1 – sábado – 4º dia

Motos – Canindé a Aquiraz, Ceará – 194 km – 5h45min de prova