Pepê Bueno passa bem após acidente grave no Arena Cross em Ilhabela

arenacross2016_ilhabela_mauhaas_-60
Pepê Bueno havia feito o segundo melhor tempo do treino da MX2 A – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX

 

O paranaense Pepê Bueno deu um susto nos fãs ao sair da pista deitado numa maca durante a terceira etapa do Arena Cross 2016, no sábado, 21, em Ilhabela, São Paulo. No começo da bateria da MX2, enquanto se recuperava de uma largada ruim, o piloto caiu na sequência de saltos rítmicos e precisou de atendimento médico.

– Larguei em décimo, e fui recuperando. Assim que passei o João (Ribeiro), peguei uma pedra na entrada da canaleta. Estava muito escuro, difícil de enxergar as canaletas. Virei pra frente, dei com a cara no guidão, a moto bateu nas minhas costas e eu apaguei. Ficou tudo preto. Só escutava o barulho das motos. Acordei já no ambulatório e fiquei um pouco apavorado porque tentava abrir o olho e não conseguia. Achei que tinha lesionado o olho, não conseguia enxergar. Mas aos pouco foi voltando, era só um corte. Também sentia muita dor no braço, então fui para o hospital tirar raio-x, mas graças a Deus não tinha quebrado nada. Foi só a pancada. Inchou o braço e atrofiou os músculos. Ainda está difícil abrir e fechar a mão – conta Pepê.

Em oito dias, o atleta vai ao médico para retirada dos pontos. Depois voltará a treinar para a segunda etapa do Brasileiro de Motocross, que acontece em Paty do Alferes, Rio de Janeiro, nos dias 18 e 19 de junho. Ele ocupa a quinta posição na tabela da MX2 no Arena Cross e a quarta colocação no Brasileiro MX.

 

pepebueno
Piloto deve voltar a treinar em dez dia