Paulo Alberto vence as duas baterias em Aracaju e abre vantagem na categoria MX2 do Brasileiro de Motocross 2013

Paulo Alberto faz a festa no pódio – Foto: Mau Haas / BRMX

Desempatou. O português Paulo Alberto venceu as duas baterias da MX2 na quarta etapa do Brasileiro de Motocross 2013 e assumiu a liderança isolada do campeonato, deixando o brasileiro Thales Vilardi seis pontos atrás.

– Consegui fazer um bom trabalho. Com certeza essa prova irá marcar para mim. Estou me adaptando bem neste país. Na primeira bateria o Thales estava forte, mas consegui vencer – resume Paulo Alberto.

>>> Confira a classificação atualizada

O companheiro de equipe também fez uma boa prova. Thales ficou em segundo nas duas baterias. Mesmo Paulo abrindo um pouco a diferença, mostra que ainda dá para lutar pelo título.

– A pista estava um pouco difícil para mim. E o Paulo não abriu muito a diferença, vou continuar fazendo meu trabalho – ressaltou Thales ao final.

Os dois seguem com uma tocada superior aos demais pilotos da categoria. O gaúcho Marçal Müller também teve bom desempenho na etapa, terminando em terceiro na geral (4-4). Dudu Lima (3-8) acabou em quarto e Sean Lipanovich (6-5) fechou o TOP5 da rodada.

:: Resultados – baterias somadas
1) Paulo Alberto – 1-1
2) Thales Vilardi – 2-2
3) Marçal Müller – 4-4
4) Dudu Lima – 3-8
5) Sean Lipanovich – 6-5
6) Anderson Cidade – 11-3
7) Anderson Amaral – 7-6
8) Rafael Faria – 9-7
9) Rodrigo Lama – 8-9
10) Hector Assunção – 5-14

A quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross ocorrerá no próximo dia 28 em Salvador, Bahia.

:: Veja a largada da segunda bateria

:: Chega de Paulo, Rodrigo Lama (piloto local) e Thales na segunda bateria

:: Resumo das provas

1ª Bateria
Thales Vilardi largou na frente e administrou a liderança quase a prova inteira. Mas faltando três voltas para terminar a disputa, o português Paulo Alberto apertou e ultrapassou Thales. O pega foi emocionante, já que os dois são companheiros de equipe e estão disputando o campeonato ponto a ponto. No entanto, Thales logo deu o troco, mas não durou muito. A 30 segundos da bandeira de duas voltas, Paulo passou de novo. Thales ainda caiu da última volta. Levantou rápido e conseguiu terminar em segundo.

A disputa pelas demais posições também foi interessante. Anderson Cidade largou em terceiro, mas aos 15 minutos de prova sofreu uma queda e acabou em 11º. Anderson Amaral saiu em quarto, mas acabou finalizando em sétimo.

Quem acabou ficando com as posições foram Dudu Lima, Marçal Müller e Hector Assunção, em terceiro, quarto e quinto, respectivamente.

2ª Bateria
Paulo Alberto saiu na frente e conseguiu boa distância dos adversários durante a prova, até receber a bandeira quadriculada. Já Thales não largou bem, saiu entre os dez primeiros, mas fez uma boa prova de recuperação e aos poucos foi passando os demais pilotos. Quando já estava na quinta colocação, sofreu outra queda e foi para oitavo. Persistente, conseguiu recuperar as posições e terminou em segundo, para mais uma dobradinha da Honda, que venceu todas as etapas na categoria.

Anderson Amaral largou bem, em segundo, mas acabou em sexto. Para alegria dos sergipanos, o piloto da casa Rodrigo Lama fez uma boa prova e animou o público. Largou em terceiro, e durante a prova chegou até a ficar em segundo. Mas acabou sendo ultrapassado por Hector Assunção faltando sete minutos de prova. Lama ainda perdeu mais posições, terminando em nono. No final da prova, Hector, que estava em segundo, caiu e terminou em 14º.

Quem acabou passando a linha de chegada na terceira colocação foi Anderson Cidade. Na sequência apareceram Marçal Müller e Sean Lipanovich.

Paulo tomou a liderança de Thales na bateria 1 a três voltas do fim – Foto: Mau Haas / BRMX