Para brasileiros, Yamaha é marca que mais investe no motociclismo off-road

É fato que a Yamaha do Brasil investiu bastante no esporte brasileiro nos últimos anos. Equipes, profissionais engajados, pilotos, o Programa bLU cRU, a importação das motos do ano seguinte com antecedência, as transmissões ao vivo no Brasileiro de Motocross, vídeos, canal no YouTube, perfil de Instagram exclusivo para competições, embaixadores, e por aí vai.

E estes investimentos no esporte são reconhecidos pelo público. Na Pesquisa de Mercado do BRMX, 33% das pessoas responderam ESPONTANEAMENTE – escreveram YAMAHA – que esta é a marca que mais investe no motociclismo off-road brasileiro. E também que é a segunda que mais investe no mundo!

Chama atenção porque a Yamaha tem “apenas” 14% do market share brasileiro enquanto a Honda tem 79% (dados da Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). A marca azul, porém, consegue cativar melhor o público que acompanha motociclismo off-road com investimentos que se mostram cada vez mais “no alvo”.

Em outra pergunta da Pesquisa BRMX, o Programa bLU cRU aparece como a “iniciativa que mais impulsionou o esporte em 2019” com 45% dos votos. Em segundo lugar, outra iniciativa da Yamaha – Transmissão ao vivo do Brasileiro de Motocross – com 26%. E em quarto lugar, a importação antecipada das motos 2020. Ou seja, somando, a Yamaha conseguiu agradar muito a 78% do seu público alvo.

 

A Honda permanece na mesma faixa perante a percepção do público em relação ao ano anterior, com 13% (mesmo que a Pesquisa deste ano tenha o dobro de respostas). A marca foi quem faturou a maioria dos títulos importantes no motociclismo off-road na temporada 2019, além disso é a detentora de 79% do mercado de motocicletas, e ainda tem muito campo para crescer neste quesito.

Outra gigante, a Pro Tork, deu um salto da Pesquisa anterior para a atual, saindo do 5º para o 2º lugar nesta corrida pelo reconhecimento do público. A fábrica de motopeças também voltou a focar mais no esporte em 2019 e 2020, o que provavelmente justifica este avanço.

Vale ainda as menções à Monster Energy, dona do nomes dos maiores campeonatos do mundo – AMA SX e Mundial MX -, e à KTM, que têm méritos por estarem à frente de grandes projetos e iniciativas. A KTM, ainda por cima, fez um grande investimento no motocross brasileiro com a nova equipe aliada ao nome Balbi, o que provavelmente a ajudou a conquistar o coração dos fãs de motociclismo off-road.

 

bLU cRU, transmissão e importação antecipada entre as preferidas do público

 

Investimentos de empresas fazem a roda girar e isso empurra o desenvolvimento até a ponta, até as empresas menores. Aqui mesmo, no BRMX, os parceiros comerciais são fundamentais para que nossos colaboradores sigam trabalhando, para que possamos manter todos os nossos canais de comunicação funcionando, para que a Pesquisa aconteça, para que matérias como a do Chad Reed, do Ernesto Fonseca (ficando nas mais recentes), entre outras, sigam sendo publicadas.

É o valor do investimento no esporte. O público reconhece.