Novo calendário do Mundial de Motocross 2020 prevê 14 etapas em 4 meses

Mundial de Motocross 2020 deve recomeçar em agosto, na Letônia

 

O Mundial de Motocross 2020 voltará após um recesso de quase 4 meses devido ao surto de COVID-19. O novo calendário apresentado nesta quarta-feira, 3, tem novidades interessantes.

O campeonato recomeçará com um GP triplo em Kegums, na Letônia, respectivamente nos dias 9, 12 e 16 de agosto, ou seja, 3 etapas em uma semana, com corridas na quarta-feira também.

Em relação ao público, atualmente o governo da Letônia permite no máximo mil pessoas por evento, mas se a situação melhorar até lá, essa capacidade poderá ser aumentada.

Após a maratona na Letônia, o campeonato volta em 6 de setembro, na Turquia, em Afyonkarahisar.

Posteriormente, nova maratona, desta vez na Itália, com dois GPs a serem disputados no circuito de Faenza, o primeiro em 16 setembro (meio de semana) e o outro em 20 de setembro.

O mês de outubro será intenso e de muito motocross, com 5 rodadas, começando no dia 4, com o GP da Lombardia, em Mantova na Itália. Depois, GP da Espanha no dia 11, em Arroyomolinos e, na sequência, mais um GP triplo. Desta vez a maratona será em Lommel, na Bélgica, nos dias 17 e 18 (fim de semana), 20 e 21 (meio de semana) e 24 e 25 (fim de semana).

O campeonato terminará em novembro, com os GPs de Trentino (Itália) no dia 1º, e da Patagônia (Argentina), no dia 22.

O novo calendário da temporada ainda prevê a realização dos GPs da Rússia, em Orlyonok, e de Portugal, em Agueda, mas ambos ainda estão sem data definida.

Os GPs da República Tcheca, Suécia, Finlândia, Alemanha, Indonésia e Ásia foram adiados para 2021.

O Motocross das Nações em Ernée, na França, foi adiado para 2023, devido às altas restrições impostas pela COVID-19, que proíbe aglomerações no país.

A edição 2020 será realizada em Matterley Basin, na Grã Bretanha (que recebeu o evento em 2017), nos dias 26 e 27 de setembro, e valerá pontos para as categorias MXGP e MX2 no Mundial de Motocross.

A Infront Moto Racing anunciará em breve o regulamento e o formato das corridas, tentando manter o estilo do Motocross das Nações, que tem disputa entre países e mistura categorias.

Todos os GPs terão limite de público, conforme as regras impostas por cada país, situação que pode sofrer atualizações positivas, conforme cada nação avança no combate à pandemia.

A fim de proporcionar aos pilotos um melhor período de recuperação, já que muitos GPs irão ocorrer consecutivamente, um após o outro, a programação das categorias MX2 e MXGP irão ocorrer sempre num único dia, com treinos livres e cronometrados pela manhã e as baterias a partir do meio-dia

Muitos GPs recebem simultaneamente rodadas do Europeu e do Mundial Feminino de Motocross, então estas competições serão disputadas no sábado.

Confira na imagem a seguir o novo calendário do Mundial de Motocross 2020.