MUNDO: Gas Gas anuncia equipes para o motocross, rally e enduro

Laia Sanz será a piloto oficial da Gas Gas no Mundial de Rally 2020, começando pelo Rally Dakar, em janeiro

 

A renomada marca espanhol de motos off-road Gas Gas decidiu expandir radicalmente seu programa de competições mundiais para a temporada 2020, anunciando equipes oficiais para os campeonatos mundiais de motocross, rally e enduro.

O histórico passo a ser dado no Mundial de Motocross ocorrerá graças a uma aliança com a equipe Standing Construct, que passará a utilizar as motos da Gas a Gas, além de expandir suas operações com equipes no Mundial de Rally, com a piloto feminina Laia Sanz, e nas mais prestigiadas provas de extreme enduro do mundo, com o multicampeão polonês Taddy Blazusiak.

No Mundial de Motocross, a equipe será representada pelo holandês Glenn Coldenhoff e pelo italiano Ivo Monticelli, ambos na categoria MXGP. Os dois disputaram esta mesma categoria na temporada deste ano. Coldenhoff finalizou em 3º lugar, enquanto que Monticelli foi o 11º.

– Meu chefe de equipe me ligou e me contou sobre a oportunidade de andar com a Gas Gas e imediatamente fiquei muito honrado. Atingir o status de uma equipe de fábrica é uma recompensa por todo seu trabalho duro e profissionalismo. É realmente um grande passo para a equipe; ter uma fábrica atrás de você com todo o apoio e recursos. Estou realmente ansioso para continuar trabalhando com esse grande grupo de pessoas da Standing Construct e estou super honrado e motivado para representar esta nova marca na classe MXGP – disse Coldenhoff.

– Quando o anúncio foi feito sobre o futuro da Gas Gas, as coisas aconteceram muito rapidamente e, portanto, tivemos o desafio de nos preparar muito rapidamente para o Dakar 2020. Estamos otimistas; a moto está ótima e estamos em plena preparação para o Dakar, em janeiro. Meu objetivo é fazer o melhor trabalho possível, trazendo minha paixão e experiência para a empresa à medida que iniciamos uma nova jornada juntos – explicou Laia Sanz.

– Estou muito feliz por fazer parte desta nova aventura. Eu estive na KTM desde sempre e eles são bem conhecidos por seu trabalho e competitividade. Portanto, essa é uma nova direção para mim e é um privilégio ser o primeiro piloto de extreme enduro nesta nova era da Gas Gas. Mal posso esperar para começar a trabalhar e competir com a nova equipe da fábrica – disse Blazusiak.