Mundial de MX 2019: recuperado de lesão, Febvre volta no GP de Portugal

Recuperado de fratura no tornozelo, Romain Febvre volta ao Mundial de Motocross 2019 neste fim de semana, no GP de Portugal – Foto: mxgp.com

 

O francês Romain Febvre, da equipe Monster Energy Yamaha, sofreu uma fratura no tornozelo na rodada de abertura do Mundial de Motocross 2019 na Argentina e, posteriormente, perdeu quatro rodadas do campeonato. A equipe anunciou nesta semana que ele agora está em condições de regressar às corridas no GP de Portugal, neste fim de semana, 18 e 19 de maio.

Febvre venceu a primeira corrida classificatória da temporada e estava em sua melhor forma, pronto para disputar o cobiçado título da categoria MXGP. Infelizmente, o ex-campeão mundial caiu na segunda corrida do GP da Argentina e sofreu duas fraturas no talus (tornozelo). A lesão foi reparada cirurgicamente na Bélgica, no dia 13 de março.

Passaram-se dois meses e o francês de 26 anos concluiu agora um programa de reabilitação intensiva e foi medicamente autorizado a correr. Ele retomou os treinos com moto há duas semanas e vai alinhar sua YZ450FM em Águeda, Portugal, na sexta rodada da temporada 2019.

Como um dos únicos três pilotos a vencer uma corrida classificatória nesta temporada, seu retorno é muito aguardado.

– Estou animado para começar a correr novamente. Meu tornozelo ainda não está 100%, já que se espera mais algumas semanas para que a mobilidade melhore. Eu ainda tenho dor às vezes, mas não é tão ruim. Acho que já se passaram 9 semanas desde a operação e percebo que preciso de um ponto de partida para voltar às corridas, mesmo que não seja 100%, porque não há prazo para eu estar 100%. Eu não posso mais esperar, porque vou perder muito tempo. Estou ansioso para voltar em Portugal. Eu gosto da pista lá, então estou ansioso para redescobrir minha velocidade e começar a reconstruir minha condição de corrida – disse Febvre.