Mundial de MX 2019: Dean Ferris irá substituir Romain Febvre em três GPs na Yamaha

Dean Ferris irá substituir Romain Febvre em três GPs do Mundial de Motocross 2019 na equipe Monster Energy Yamaha – Foto: mxgp.com

 

O tricampeão australiano de motocross, Dean Ferris, está de volta ao Mundial de Motocross.

Ferris vai substituir o francês Romain Febvre na equipe Monster Energy Yamaha na categoria MXGP, nas próximas três rodadas, os GPs da Inglaterra, em Matterley Basin, nos dias 23 e 24 de março, da Holanda, em Valkenswaard, nos dias 30 e 31 de março, e o de Trentino em Pietramurata, nos dias 6 e 7 de abril.

A notícia foi anunciada pela própria equipe nesta sexta-feira, 15.

Febvre fraturou o tornozelo na rodada de abertura, o GP de Argentina, e precisou passar por uma cirurgia.

Ele vai ficar seis semanas em recuperação, antes de voltar às pistas.

Já Ferris, que disputou o Mundial de Motocross entre 2012 e 2015, volta ao campeonato após quatro temporadas correndo em seu país natal, a Austrália.

Ele foi campeão invicto do Australiano de Motocross 2018, mas deixou de renovar com sua equipe, a CDR Yamaha, para competir nos Estados Unidos em 2019.

– Não é nenhum segredo que eu estou tentando voltar aos Estados Unidos agora, por um ano ou dois. Eu sempre tive a aspiração de voltar a competir internacionalmente e a hora chegou – disse Ferris.

Esta não será a primeira vez que Ferris tentará correr nos Estados Unidos.

Em 2014, Ferris assinou com a Red Bull KTM e terminou em 14º no campeonato da Costa Oeste do AMA Supercross na categoria 250SX, mas sua temporada foi interrompida por causa de uma lesão e ele finalmente retornou ao Mundial de Motocross.

Ferris voltou aos Estados Unidos em 2017, para disputar a etapa de High Point do AMA Motocross na categoria 450, terminando em segundo na primeira bateria e em sétimo na soma geral.

Sua intenção é disputar o AMA Motocross 2019, mas por enquanto ele segue sem assinar com nenhuma equipe.