Mariana Balbi comenta 11º lugar no GP da França do Mundial de Motocross Feminino 2016

maribalbi_mauhaas
Mariana reclamou das dores nos braços – Fotógrafo: Mau Haas / BRMX

 

No fim de semana passado aconteceu a quarta etapa do Mundial de Motocross Feminino, em Saint Jean D’Angely, na França, em paralelo à 10ª etapa da MXGP. A brasileira Mariana Balbi competiu mais uma vez – veja aqui como foi a primeira participação, na Alemanha – e terminou na 11ª colocação do GP (10-14 nas baterias) A holandesa Nancy Van de Ven foi a grande vencedora do fim de semana com 1-2 nas baterias. A francesa Livia Lancelot terminou em segundo com 4-1 nas baterias. A italiana Kiara Fontanesi completou o pódio com 3-3 nas baterias.

– Este final de semana na França não foi muito bom. Já sabia que não seria fácil pois durante os treinos nesse tipo de terreno com muitas pedras já enfrentava dificuldades! Mas persisti até o final! Durante o treino cronometrado acabei batendo meu pé direito no chão o que ficou incomodando bastante e não consegui fazer uma boa volta, consequentemente não conseguindo um bom lugar no gate para largar. Larguei muito mal na primeira bateria, saí em último e na primeira volta estava em 26ª e consegui fazer uma bela corrida de recuperação terminando em 10º lugar. Na segunda bateria, também larguei mal mas não consegui fazer tantas ultrapassagens. A bateria foi de manhã e fazia frio, me aqueci o máximo possível mas não foi o suficiente e meus braços e acabaram tendo “armpump” (travando)! – comenta Mariana Balbi.

– Mesmo com todas as dificuldades, ainda consegui um 11º no overall! Sei que não é o resultado sonhado, e eu mesma me cobro muito por ter resultados tão expressivos no passado! Porém, temos que ser realistas, com uma estrutura básica, sozinha, com um auxiliar de mecânico que não falava inglês, apenas francês, em um campeonato mundial onde todas as meninas que estão ali correm nestas pistas há anos e fizeram pré-temporada na Europa, e estão acostumadas com esse tipo de pista e terreno, já estão no meio da temporada… Eu vim para fazer minhas primeiras corridas do ano, foi um resultado muito bom! Recebi um convite para vir correr e mesmo sabendo que encontraria dificuldades aceitei o desafio e lutei até o fim! Feliz com esta oportunidade única que foi viver o MXGP e passar esses dois meses na Europa! Volto para o Brasil esta semana e estou ansiosa para correr a próxima etapa do Brasileiro de Motocross na categoria MX3! Com muita saudade da minha casa, família e da torcida brasileira, obrigado pelo apoio de todos! – completa Mariana.

O próximo desafio de Mariana Balbi é no dia 19, em Paty do Alferes, Rio de Janeiro, pela segunda etapa do Brasileiro de Motocross. Ela competirá na categoria MX3 ao lado de seu irmão, Balbi Junior.

 

Melhores momentos

MXF – 1ª bateria

 

MXF – 2ª bateria