Marcos Moraes renova com equipe IMS Racing e afirma que vai competir na Superliga Brasil de Motocross


Campeão brasileiro na 230cc em 2009 e 2011, Moraes sonha um dia andar entre os ponteiros na MX2 – Foto: Maurício Arruda / Divulgação

Atual campeão brasileiro de motocross da categoria Nacional 230, o paulista Marcos Moraes concedeu entrevista exclusiva ao BRMX nesta quinta-feira, 12, e revelou detalhes importantes sobre seus planos para a temporada 2012. 
– Bati o martelo (da renovação de contrato) com a IMS ontem (quarta-feira, 11). Vou continuar na 230, mas agora focado na Superliga, já que o Brasileiro mudou – revela.
O novo regulamento do Brasileiro de Motocross, divulgado pela Confederação Brasileira de Motociclismo – CBM – em 14 de dezembro, prevê que a categoria 230cc será disputada apenas regionalmente, com os pilotos competindo em campeonatos estaduais para, no encerramento do calendário, disputarem uma espécie de final, chamada previamente de Campeonato Brasileiro de Motocross Amador.
– Ainda nem sabemos como vai ser o Brasileiro exatamente, mas em princípio achei errada essa mudança. Talvez ajude a fortalecer MX1 e MX2, mas vai enfraquecer as outras categorias como a 230, ainda mais tendo (230) na Superliga. Vamos esperar a definição sobre isso, conversar com a equipe e ver a possibilidade de participar dessa final – analisa.
A indefinição no pensamento de Moraes é compreensível, já que o único campeonato de nível estadual em seu estado é a Copa São Paulo de Motocross, uma competição independente, não reconhecida pela Federação Paulista de Motociclismo (FPM). 
– Ano passado fui campeão da Copa SP e devo participar dela este ano novamente. É o principal campeonato paulista. Principal e único, já que a federação não organiza nenhuma competição. Teria que ver se a CBM reconheceria a Copa SP como uma classificatória para esta final do Amador, ou se teria outra maneira de participar. Seria legal estar lá – diz. 
Antes de encerrar o papo, Moraes ainda respondeu porque, mesmo bicampeão do Brasileiro da 230cc, seguirá na mesma categoria.
– Ainda não me sinto preparado para brigar pelos primeiros lugares da MX2. Se bem que com esse limite de idade para 23 anos, a coisa ficou mais competitiva. Mas meu plano é andar este ano na 230 e tentar a MX2 no ano que vem 
– prevê o piloto de 22 anos. 
– Tenho vontade de andar entre os cinco primeiros da MX2, mas teria que me dedicar ainda mais, abrir mão de mais coisas. Eu já treino de 250cc. Ando de 230 apenas nas corridas. Em 2010 andei só na MX2, mas me machuquei e não consegui terminar nenhum campeonato, por isso ano passado optei em me dedicar à 230. E deu certo. Acabei campeão, assim como em 2009 
– completa.
Ficha técnica:
Nome: Marcos Moraes
Moto: Honda CRF 230
Número: 913
Equipe: IMS Racing
Categoria: CRF 230
Cidade: Indaiatuba 
–  SP
Cidade Natal: São Carlos – SP
Idade: 22 anos
Início no motocross: 2001
Títulos:
Bicampeão Brasileiro categoria Nacional 230cc – 2009 e 2011
Campeão da Copa São Paulo de MX 230cc – 2011 
Campeão paulista na 230cc – 2009
Campeão paulista 80cc amador – 2004