Marcello Leodorico: “a princípio o Loretta Lynn 2020 está confirmado para agosto”

Goiano Marcello Leodorico compete desde 2016 nas principais competições amadoras de motocross dos Estados Unidos

 

Desde 2016, quando se mudou com sua família para os Estados Unidos, o jovem goiano Marcello Leodorico, de apenas 16 anos, tem se notabilizado pelos bons resultados conquistados em alguns dos principais campeonatos amadores de motocross daquele país.

 

2020 poderia estar sendo o auge de sua carreira como amador na Terra do Tio Sam, já que Marcellinho iria correr pela equipe oficial de fábrica da Suzuki, mas a pandemia do coronavírus e a consequente paralisação das competições acabou atrapalhando seus planos.

 

De volta ao Brasil, ele segue nos treinos físicos e com moto e, nesta entrevista exclusiva ao BRMX, falou um pouco das suas expectativas para esta complicada temporada.

 

Marcellinho, antes de mais nada muito obrigado por conceder essa entrevista ao BRMX. O que você tem feito durante a quarentena? Tem treinado? Onde?

 

A final do Loretta Lynn segue confirmada para agosto? Te pergunto isso porque a pandemia alterou todo o cronograma das competições.

 

Quando tudo voltar ao normal, além do Loretta Lynn, que outras competições amadoras você pretende disputar nos Estados Unidos em 2020?

 

E quais categorias você vai disputar nestas competições?

 

Você conseguiu disputar algum campeonato antes da pandemia?

 

Sabemos que você é piloto oficial de fábrica da Suzuki lá nos Estados Unidos. Conte-nos mais detalhes sobre a moto que você treina e compete lá.

 

E desde que voltou ao Brasil, com que moto você está treinando por aqui? Tem sentido muitas diferenças?

 

Você vai focar toda a temporada 2020 nos Estados Unidos ou pretende disputar alguma corrida no Brasil?