Kevin Strijbos fala sobre a vitória na MXGP, algo que não acontecia há nove anos

Yamaha
mxgp14kevin-strijbosr4
Kevin Strijbos – Crédito: Suzuki

 

Kevin Strijbos, piloto da equipe Suzuki, conquistou uma vitória surpreendente durante o último domingo, 31, na 14ª etapa do Mundial de Motocross, em Lommel, na Bélgica, ao fazer 3-3, somando sua sexta vitória em Grande Prêmios na carreira.

Mas Strijbos não vencia um GP desde 2007, e a vitória no domingo chegou um pouco mais fácil do que na última vez, quando precisou disputar a liderança com Marc de Reuver e Steve Ramon. Desta vez, o piloto foi consistente e fez corridas de recuperação após largadas ruins nas duas baterias.

Na classificação geral, Strijbos ocupa a 11ª posição com 224 pontos – tendo uma diferença de 352 pontos do líder, Tim Gajser. O site MX Large conversou com o piloto após a vitória em Lommel. Confira!

 

 

Kevin, faz tempo que você desistiu da vitória ou sempre acreditou que isso iria acontecer novamente?
Kevin Strijbos: Claro, a vitória sempre esteve em minha mente e eu sempre quis vencer, mas as coisas não estavam acontecendo conforme o planejado em todas as temporadas. Nesta semana eu não poderia correr, pois algumas bolhas estavam inflamadas. Eu não sabia o que esperar dessa corrida.

Foi um choque para muitas pessoas. Como foi isso para você?
Kevin Strijbos: Minha última vitória foi em 2007 e vários caras mais novos não corriam nos GPs. Eu não tive boas largadas, mas estava andando muito bem e acho que foi minha primeira vitória em casa. Foi realmente especial para toda a equipe, nós preparamos a moto inteira. Na segunda bateria, larguei um pouco melhor e começaram a escrever no pitboard que eu era o vencedor da etapa. Foi muito bom.

Obviamente, você não estava sendo muito pressionado. Isso ajudou?
Kevin Strijbos: Muitas vezes nós estávamos muito esperançosos para essa etapa e nunca acontecia nada. Neste ano, não esperamos nada e tivemos um ótimo resultado. Eu não lido muito bem com pressão e não sou bom em pressionar também, é por isso que andei bem neste fim de semana. Eu sofri uma lesão e não tive muito tempo para andar de moto, talvez isso tenha ajudado um pouco.

E sobre a nova geração. O que torna tão difícil superá-los?
Kevin Strijbos: Você pode analisar o estilo de pilotagem, todos eles são muito rápidos desde o início e isso é muito difícil para mim. Há nove anos, muitos pilotos não estavam nos gates.

 

mxgp14kevin-strijbosr2
No pódio, acima de Nagl e Cairoli – Crédito: Suzuki

 

Tem um filho chegando por aí. Será ainda mais emocionante as corridas? Você quer que ele perceba o quão divertido o motocross pode ser?
Kevin Strijbos: No momento eu não penso muito sobre isso, mas quando ele nascer, espero conseguir uma vitória.

 


 

Você é um dos caras mais antigos da MXGP. Cairoli também. Você pensa em encerrar sua carreira? Tem algum plano?
Kevin Strijbos: Eu quero correr o próximo ano e analisar como vou estar. Eu faço 31 neste ano e 32 no próximo. Chega um momento que você precisa decidir se vai parar ou não. Eu ainda me divirto andando, mas talvez em dois anos, vou ter que pensar sobre isso.

Podemos imaginar que Stefan Everts está tão feliz quanto você…
Kevin Strijbos: Acho que sim. Ele esteve por perto durante todo o ano, com muita expectativa. Passamos por vários problemas e deve ser bom para ele também, assim como para os patrocinadores e toda a equipe.

 

 

Fotos de Kevin Strijbos em Lommel

Crédito: Suzuki Racing

mxgp14kevin-strijbosr6 mxgp14kevin-strijbos23 mxgp14kevin-strijbosr15 mxgp14kevin-strijbos2 mxgp14kevin-strijbosr23 mxgp14kevin-strijbosr12

Yamaha