Debate: Jovens versus veteranos no Mundial de Motocross

107993_Cairoli_MXGP_2015_R04_RX_5052_1024
Octacampeão Antonio Cairoli – Crédito: KTM

 

Os novinhos estão tomando conta das corridas, não é verdade? Por isso, todos ao redor do mundo começam a fazer reflexões sobre até quando Cairoli, Desalle, Strijbos, Nagl, brigarão com Gajser, Febvre, Herlings, etc. Um texto publicado esta semana no site MX Large chamou a atenção:

É difícil lembrar da época em que os veteranos estavam tão distantes dos jovens pilotos da categoria MXGP no Mundial de Motocross. Há uns anos, pilotos como Antonio Cairoli, Clement Desalle, Max Nagl e Gautier Paulin eram os líderes absolutos dos Grande Prêmios.

Mas a temporada 2016 tem sido uma luta para os três. TC222 ainda ocupa a segunda colocação na classificação geral, mas ele não é o mesmo piloto de outras temporadas. Ele pode ser consistente, mas tem um longo caminho para alcançar Tim Gajser – quando se trata de velocidade. Claro, ele ainda pode vencer uma temporada, mas neste ano, é praticamente impossível.

No passado, Desalle e Paulin eram até mais velozes que Cairoli, mas o italiano conseguia vencê-los e ser regular o suficiente para levar o campeonato. Neste ano é diferente. Todos eles têm lutado.

Cairoli é o quarto piloto mais velho da MXGP (completa 31 anos em setembro). Se tirarmos Ken De Dycker (32 anos) e Ben Townley (completa 32 em dezembro), ambos lesionados, o italiano fica em segundo por apenas um mês de diferença de Kevin Strijbos. Estão se aproximando do fim da carreira, enquanto o líder, Tim Gajser, está prestes a fazer apenas 20 anos!


É difícil imaginar que os veteranos não estarão no pódio em 2017, mas quando você chega aos 30 anos no Mundial de Motocross, é uma corrida contra o tempo e todos querem saber quando você vai encerrar a carreira. Eles enfrentaram problemas com lesões e ajustes nas motos e, ao mesmo tempo, Jeffrey Herlings, Max Anstie, Alexandr Tonkov e Arnaus Tonus estarão na categoria MXGP em 2017.

Na história recente, a lenda Stefan Everts conseguiu ser campeão depois de duas temporadas com lesões e problemas. Depois de 1999 e 2000 abaixo do seu nível, voltou a ser campeão em 2001 – na 500cc – e ainda enfileirou mais cinco títulos – de MXGP. Porém, em 2001 Everts tinha 29 anos, e encerrou a carreira com 34 anos, em 2006, fazendo o recorde de dez títulos mundiais na bagagem!

Agora fica a pergunta: você ainda acredita nos veteranos? Ou apostaria nos jovens pilotos?

 

desalle2
Clement Desalle – Crédito: Kawasaki

 

gautier paulin
Gautier Paulin – Crédito: HRC