Jomar Grecco vence primeiro dia do Enduro da Independência 2015

jomargrecco_janjaosantiago
Jomar Grecco – Crédito: Janjão Santiago

 

O capixaba Jomar Grecco venceu o primeiro dia do Enduro da Independência 2015. O piloto da Orange BH KTM aproveitou a vantagem de ter sido o primeiro no sorteio de largada e confirmou o favoritismo. Grecco chegou à frente do mineiro Lucas Nunes (Fast Brothers KTM) e em terceiro chegou o gaúcho Michel Cechet (ASW Rinaldi Zanol Team Honda). A prova exigiu bastante navegação e com um roteiro bastante difícil. O evento acontece na região metropolitana de Belo Horizonte, e termina apenas no feriado de 7 de setembro, na segunda-feira.

– Achei a prova tranquila, relativamente curta, não estava difícil e as médias estavam baixas. Exigiu navegação, mas estou acostumado. Tive alguns problemas na primeira parte da prova. Perdi alguns pontos preciosos, mas no geral fiquei contente com o resultado – resume Grecco.

Neste sábado, 5, a prova segue rumo às trilhas da cidade histórica de Sabará. O Enduro da independência está em sua 33ª edição e é a mais tradicional e maior prova de Regularidade do País, uma das maiores do mundo.

 

Os 10 primeiros da categoria Máster – EI – 1º dia

1. Jomar Grecco (KTM) / 50 pontos
2. Lucas Nunes (KTM) /44 pontos
3. Michel Luiz Cechet (Honda) / 38 pontos
4. Gian Gianino Coscarelli (TM) / 36 pontos
5. Adrien Metge (Honda) / 30 pontos
6. Bruno Ribeiro Crivilim (KTM) / 30 pontos
7. Marco Túlio Oliveira (KTM) / 29 pontos
8. Tunico Maciel (Honda) / 28 pontos
9. Mário Vignate da Silva (GasGas) / 21 pontos
10. Álvaro Amarante Almeida (Sherco) / 20 pontos

 

Nota de Pesar

No meio do primeiro dia de EI, uma notícia abalou toda a organização e atletas. O piloto Adriano Miranda, 49 anos (numeral 358), que competia na categoria Duplas, junto com o filho, Miguel Miranda (numeral 359), desmaiou em cima da moto e caiu. A equipe médica chegou ao local cinco minutos depois e constatou a parada cardíaca. Por mais de 60 minutos foi tentado a reanimação. Ele foi transferido de helicóptero para o Hospital Municipal de Nova Lima, onde já chegou em óbito. O Trail Clube de Minas Gerais (TCMG) e toda a sua diretoria decretaram luto oficial durante o evento e informam que todas as cerimônias comemorativas estão canceladas.