Irmãos dentro da pista: Os Martin comentam disputa interna no AMA Motocross 2016

martin_amamx (1)
Os irmãos Jeremy e Alex Martin em Glen Helen – Fotógrafo: Simon Cudby

 

Concorrentes nas pistas, irmãos fora dela. No último sábado, 29, durante a segunda etapa do AMA Motocross em Glen Helen, Califórnia, os irmãos Martin dominaram a categoria 250.

Apesar de não vencer nenhuma bateria, Alex Martin conquistou ficou em primeiro na geral (2-2). Seu irmão, Jeremy, fez um quarto na primeira bateria e venceu a segunda, ficando em segundo lugar na somatória.

Jeremy é bicampeão da 250 – conquistou os títulos em 2014 e 2015 – e está de olho no terceiro título. Na classificação geral, ele ocupa a quarta posição, atrás de Joey Savatgy, Cooper Webb, e de seu irmão e atual líder, Alex Martin. A diferença entre os dois é de apenas 4 pontos.

Após o pódio, os irmãos conversaram com o site norte-americano Racer X, e comentaram sobre corrida e também sobre a relação de competir com o próprio irmão. Confira!

 

Segundo lugar hoje na geral, Jeremy. Como foi sua corrida?
Jeremy Martin: Na primeira bateria, tive uma boa largada. Vi Alex na liderança e estava tentando alcançar. Eu pensava “caramba!” e me esforçava para chegar nele, inclusive tive uma boa batalha com Cooper Webb nessa parte. Infelizmente nos tocamos na sessão de costelas. Eu me levantei rapidamente e só queria saber se o meu irmão ainda estava na liderança porque realmente queria que ele conseguisse. Eu achei que ele tivesse ganhado, depois descobri que Webb passou ele no último minuto. Estava feliz por Webb, mas ao mesmo tempo pensava “que maldito!”.

Alex, essa é a sua primeira vitória na somatória geral. Como foi seu dia? Bom?
Alex Martin: Sim, deu tudo certo (risos). Eu estava planejando isso há um bom tempo. É minha sexta ou sétima temporada e penso que conseguir a vitória é raro. A abertura em Hangtown foi incrível, e eu só queria vencer. Então esse foi o meu pensamento durante toda a semana. Temos uma longa temporada pela frente. Estar feliz como estou hoje é bom… Mas não quero manter (a euforia) porque preciso ser realista, existem baterias e baterias, e vai de cada etapa. Temos várias competições e ir até o final.

Na primeira bateria, qual foi a diferença no início, quando você estava em primeiro, até Webb chegar no final? Você perdeu tempo?
Alex Martin: Eu tive uma boa largada e fiquei na liderança de imediato e em seguida, comecei a pensar muito. Não foram muitas vezes que estive nessa posição, com 30.000 pessoas me aplaudindo. Isso não é típico nas corridas e nos treinos. Então, comecei a pensar demais. Me deixou até um pouco tenso e Webb chegou nas últimas duas voltas. Se não fosse as duas últimas voltas, acho que teria vencido. Mas me serviu como motivação para a segunda bateria.

Na segunda bateria, que você estava em terceiro e queria alcançar Jessy Nelson… Você sabia que conquistaria a vitória só com o segundo lugar?
Alex Martin: Sim, meu mecânico me falou na placa que eu apenas precisava passar ele. Então eu acelerei. Mas eu não tinha certeza se 2-2 me deixaria em primeiro porque Jeremy foi bem na primeira bateria e ele ganhou a segunda, então eu estava duvidando. Eu não queria passar na chegada comemorando, para não parecer um idiota. Então eu esperei até o pódio para comemorar.

 

martin_amamx (4)
Com 2-2, Alex venceu a geral na segunda etapa do AMA MX – Fotógrafo: Simon Cudby

 

Já vimos os famosos irmãos Hayden em uma corrida juntos, e na mesma equipe também. Sei que ao longo do tempo eles tiveram grandes disputas, tanto em uma etapa quanto em campeonatos. E há uma separação do que acontece na pista e o que acontece em casa. Vocês já tiveram alguma conversa sobre essa situação? Algo como “caramba, eu te amo, mas azar o seu”. Já aconteceu?
Jeremy Martin: Bem, nós não passamos por essa situação ainda. Obviamente agora é um pouco diferente. Mas acho que no final do dia somos uma família. Todos nós corremos pra valer e o que acontece na pista, fica na pista. Acho que isso é o mais importante. Estou muito orgulhoso de Alex hoje. Eu ganhei a segunda bateria, ele ficou com o primeiro lugar na geral e isso é muito emocionante. Esperamos que nossos pais estejam orgulhosos e estamos ansiosos para conversar com eles.

Alex Martin: Nós estávamos conversando sobre isso na semana passada. Eu estive no pódio e ele não, mas quando ultrapassei ele, era como se “pelo menos um Martin vai estar no pódio” (risos). Como ele disse, somos uma família. Eu ainda vou fazer o jantar para ele e não quero ficar bravo. Não desejo isso para ninguém, especialmente ao meu irmão.

Jeremy, eu sei que você passou por tempo difíceis. Você está melhor?
Jeremy Martin: Estou começando a me sentir melhor. Só quero ir para casa, ter uma boa noite de sono, aproveitar o domingo e depois manter o foco na próxima semana. Eu gosto da Califórnia, mas eu e Alex estamos mais animados para ir ao Colorado, é como uma criança em uma loja de doces. Mal posso esperar para embarcar.

 

martin_amamx (2)
Jeremy Martin ficou com a segunda posição na geral, com 4-1 – Fotógrafo: Simon Cudby