Husqvarna oficializa time para o Mundial de Motocross 2015

Yamaha
husqvarna2015
Da esquerda para direita: Watson, Nagl, Antti Pyrhönen (chefe de equipe) e Waters – Foto: Husqvarna

 

A Husqvarna anunciou nesta quinta-feira, 30, o time completo para temporada 2015 do Mundial de Motocross. A equipe da classe MXGP segue como Red Bull Ice One Husqvarna – time cujo proprietário é o piloto de Fórmula 1 Kimmi Raikkonen – e o time na MX2 segue como Wilvo Nestaan Husqvarna, mas com um pé na MXGP.

Max Nagl, conforme antecipado pelo BRMX, é a grande contratação da equipe. O alemão de 27 anos, ex-Honda, vencedor do GP Brasil de Trindade e campeão do MX das Nações de 2012, assinou contrato de dois anos com o time. Seu companheiro será o australiano Todd Waters, 24 anos, que renovou para mais uma temporada. O terceiro piloto será o britânico de 20 anos, Nathan Watson, mas ele participará apenas das etapas europeias do Mundial. Todos competirão de Husqvarna FC 450.

– É sempre empolgante começar um novo capítulo e por isso estou com grandes expectativas. Eles (equipe Red Bull Ice One Husqvarna) são muito apaixonados e trabalhadores, como eu. Sei que o campeonato será acirrado no próximo ano e ainda teremos seis etapas fora da Europa, mas acredito que podemos fazer um grande trabalho – diz Nagl.

A equipe Wilvo Nestaan Husq mantém o russo “gente fina” Aleksandr Tonkov, 21 anos, na MX2. Além disso, terá o australiano Dean Ferris na categoria MXGP, correndo de Husqvarna FC 350. Romain Febvre saiu do time para correr na Yamaha Rinaldi na categoria MXGP, e Tyla Rattray saiu da Ice One para correr pela Kawasaki ao lado de Ryan Villopoto.

A presença da Husqvarna no paddock vai além. Na próxima temporada, o time italiano Ricci Racing (ex-TM) competirá como “satélite” da marca austríaca. O português Rui Gonçalves (MXGP), o suíço Christophe Valente (MX2) e o búlgaro Michael Ivanov (MX2) formam o esquadrão.

 

Outras equipes confirmadas

Red Bull KTM

tommysearle_ktm
Tommy Searle no meio dos “team manegers” – Foto: KTM Images

 

A novidade do time mais vencedor dos últimos anos é o britânico Tommy Searle, ex-Kawasaki. Ele se junta ao atual campeão Tony Cairoli e ao belga Ken De Dycker, que ficou fora de muitas etapas em 2014 por causa de repetidas lesões. Jeffrey Herlings vai em busca de seu terceiro título na 250 depois de deixar escapar a taça em 2014 por causa de uma fratura no fêmur. Ele terá como companheiro de equipe o piloto revelação da Letônia, Pauls Jonass, de 17 anos. Jonass já foi campeão mundial de 85cc em 2011 e de 125cc em 2014.

Antonio Cairoli (Itália) – MXGP
Ken De Dycker (Bélgica) – MXGP
Tommy Searle (Grã-Bretanha) – MXGP (ex-Kawasaki)
Jeffrey Herlings (Holanda) – MX2
Pauls Jonass (Letônia) – MX2

 

 

Kawasaki

villopoto
RV é a grande novidade – Foto: Divulgação

 

O time está todo reformulado. Saem os franceses Gautier Paulin e Steven Frossard e entram o norte-americano Ryan Villopoto e o sul-africano Tyla Rattray para a categoria MXGP. Na MX2, a equipe contará com o atual campeão mundial, o francês Jordi Tixier, além de outro francês, Dylan Ferrandis, e do norte-americano de apenas 17 anos, Thomas Covington.

Ryan Villopoto (EUA) – MXGP (ex-Kawasaki USA)
Tyla Rattray (África do Sul) – MXGP (ex-Husqvarna)
Dylan Ferrandis (França) – MX2
Thomas Covington (EUA) – MX2
Jordi Tixier (França) – MX2 (ex-Red Bull KTM)

 

 

Honda

paulin_mxon
O rei do MXoN 2014 só falta ser anunciado – Foto: Youthstream

 

É a única grande que falta o anúncio oficial, mas Gautier Paulin já é nome certo na Honda para 2015. Junto dele deve ser anunciada a contratação de outro francês. Christophe Charlier, ex-Yamaha, sobe da categoria e vai para a equipe vermelha. Um detalhe já confirmado é que a equipe fará seus testes iniciais na Itália ao invés do Japão, como era costume ao longo dos últimos anos.

Gautier Paulin (França) – MXGP (ex-Kawasaki)
Evgeny Bobryshev (Rússia) – MXGP
Christophe Charlier (França) – MXGP (ex-Yamaha MX2)

 

 

Yamaha

mundialmx14_trindade_mauhaas-74
Horebeek está garantido na equipe Yamaha – Foto: Mau Haas / BRMX

 

Jeremy Van Horebeek segue no time e ganha a companhia de Romain Febvre, 22 anos, na categoria MXGP. O francês foi confirmado pela Yamaha Rinaldi no dia 15 de outubro.

Jeremy Van Horebee (Bélgica) – MXGP
Romain Febvre (França) – MXGP (ex-Husqvarna)

 

 

Suzuki

mundialmx14_trindade_mauhaas-19
Turma comandada por Joel Smets ganha um estreante na 450 – Foto: Mau Haas / BRMX

 

A “novidade” principal até o momento é a transferência do holandês Glenn Coldenhoff para a MXGP. Depois de conquistar pódios, baterias e GPs na MX2, o jovem talento será promovido dentro da própria equipe, competindo assim ao lado de Clement Desalle e Kevin Strijbos.

Clement Desalle (Bélgica) – MXGP
Kevin Strijbos (Bélica) – MXGP
Glenn Coldenhoff (Holanda) – MXGP (ex-MX2)
Jeremy Seewer (Suíça) – MX2

 

 

Especulações

Assomotor Honda

Equipes para o Mundial de Motocross 2015
A foto é velha, mas serve pra ilustrar. Alessi estaria a caminho do Mundial também? – Foto: Divulgação

 

Time com base na Itália e apoio da Honda é chefiado pelo ex-piloto Andrea Bartolini. Nada de oficial foi divulgado, mas se especulam alguns nomes, até mesmo do norte-americano Mike Alessi. Confira as possibilidades.

Mike Alessi (EUA) – MXGP
Kei Yamamoto (Japão)
– MXGP
Alessandro Lupino (Itália) – MXGP

Yamaha